Menu
2021-03-04T17:43:30-03:00
Estadão Conteúdo
Justificativa?

Carga tributária é ‘enorme e escorchante’ e Guedes busca solução, diz Bolsonaro

Bolsonaro disse também que “herdou um país com uma dívida enorme”.

4 de março de 2021
17:43
Jair Bolsonaro
Imagem: Carolina Antunes/PR

O presidente da República, Jair Bolsonaro, avaliou como "enorme e escorchante" a carga tributária no País e disse que o Ministério da Economia segue em busca de soluções para a questão.

Leia também:

"O ministro da Economia, Paulo Guedes, quer a reforma tributária para buscarmos uma solução para isso", disse Bolsonaro nesta quinta-feira durante evento em São Simão (GO).

"Temos problemas como o diesel. Não é fácil resolver isso daí. Para eu reduzir, zerar, os 35 centavos no litro do diesel por dois meses, fui buscar R$ 2 bilhões e pouco em outro lugar", afirmou o presidente, sobre o aumento da CSLL para bancos e entidades financeiras para compensar a isenção no combustível.

"Ninguém aguenta mais essa escorchante carga tributária dos governos federal, estaduais e municipais. De todos nós, não tem santo aqui", emendou.

Bolsonaro disse também que "herdou um país com uma dívida enorme". "Não estou reclamando, mas imaginem vocês se o PT tivesse ganho as eleições", afirmou o presidente, que reforçou as críticas à legenda e a movimentos sociais.

"Em falar neste partido do mal, há dois anos não se houve falar em MST. Por quê? Fizemos nossa parte. Acabei com dinheiro de ONGs para eles. Algumas boas ONGs foram para o espaço: efeito colateral", afirmou Bolsonaro ao criticar o espaço destinado para reservas indígenas.

Privatizações

Sobre a pauta de privatizações, Bolsonaro disse que o Executivo tem um "time maravilhoso de ministros e secretários que tudo fazem para que a iniciativa privada, cada vez mais, tenha liberdade e possa investir no Brasil".

"Afinal de contas, o que a iniciativa privada faz é melhor, é mais rápido e lucrativo", defendeu o presidente.

Norte-Sul

Nesta quinta-feira, o presidente participou de evento de inauguração de trecho de 172 quilômetros da Ferrovia Norte-Sul, entre os municípios de São Simão (GO) e Estrela D'Oeste (SP), que será operada em parceria com a iniciativa privada. Na cerimônia, o governo também entregou um ponto do 'Programa Wi-fi na Praça' do Ministério das Comunicações.

Acompanharam a inauguração os ministros Tarcísio de Freitas (Infraestrutura), Fábio Faria (Comunicações), Onyx Lorenzoni (Secretaria-Geral) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional).

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

pandemia

Covid-19: número de mortes sobe para 361,8 mil no Brasil

Nas últimas 24 horas, foram registradas mais 3.459 mortes no país

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies