Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-29T12:19:54-03:00
Estadão Conteúdo
Arrecadação de impostos

Arrecadação soma R$ 142,106 bi e tem maior valor para maio da série histórica

Em relação a abril deste ano, no entanto, houve queda de 10,13% no recolhimento de impostos

29 de junho de 2021
12:19
Arrecadação
Imagem: Shutterstock

A arrecadação de impostos e contribuições federais somou R$ 142,106 bilhões em maio, o maior valor para o mês da série histórica da Receita Federal, que teve início em 1995. O resultado representa um aumento real (descontada a inflação) de 69,88% na comparação com o mesmo mês de 2020.

Em relação a abril deste ano, no entanto, houve queda de 10,13% no recolhimento de impostos.

O resultado das receitas veio acima da mediana de R$ 136,100 bilhões das estimativas na pesquisa do Broadcast Projeções, cujo intervalo ia de R$ 108,700 bilhões a R$ 145,000.

Acumulado

No acumulado do ano até maio, a arrecadação federal somou R$ 744,828 bilhões, também o maior volume para o período da série histórica (1995).

O montante ainda representa um recuo real de 21,17% na comparação com os primeiros cinco meses do ano passado.

Fatores

De acordo com a Receita Federal, o resultado é explicado, principalmente, por fatores não recorrentes, como recolhimentos extraordinários de, aproximadamente, R$ 16 bilhões do IRPJ/CSLL de janeiro a maio de 2021.

"Além disso, as compensações aumentaram 89% em maio de 2021 em relação a maio de 2020 e cresceram 46% no período acumulado", completa o órgão.

Desonerações

As desonerações concedidas pelo governo resultaram em uma renúncia fiscal de R$ 39,825 bilhões nos primeiros cinco meses deste ano, valor maior do que em igual período do ano passado, quando ficou em R$ 37,213 bilhões. Apenas no mês de maio, as desonerações totalizaram R$ 8,962 bilhões, também acima do registrado em maio do ano passado (R$ 8,446 bilhões).

A PEC Emergencial, aprovada pelo Congresso Nacional no início do ano, inclui um plano de redução gradual dos incentivos e benefícios de natureza tributária (subsídios, isenções e desonerações) para 2% do PIB em oito anos (o patamar atual é de aproximadamente 4,2% do PIB).

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Mostrando confiança

BR Distribuidora resolve antecipar R$ 554 milhões em remuneração aos acionistas referente a 2021

Empresa vai pagar os proventos em forma de Juros sobre Capital Próprio, divididos em duas datas, em setembro e em dezembro deste ano

Nova tentativa

Guedes afirma que programa de emprego para jovens terá crédito extraordinário de até R$ 3 bilhões

Segundo ministro, a alternativa foi pensada como forma de enfrentar os efeitos da pandemia no nível de desocupação de jovens, que aumentou no período

SEXTOU COM O RUY

Big Bang, a teoria: As leis da Física e a tributação dos dividendos

As empresas são organismos vivos, que precisam se adaptar às mudanças para sobreviver, como na recente proposta de tributação de dividendos

dinheiro no caixa

Petrobras vende participação em companhias de energia por R$ 160 milhões

Estatal assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE)

seu dinheiro na sua noite

Mais micro, menos macro: quando os balanços são o destaque na bolsa

Como investidores, sabemos que os mercados estão sujeitos às mudanças no cenário macroeconômico – e, no caso do Brasil e outros países emergentes, os pregões são particularmente suscetíveis também ao noticiário político. Mas, no fim do dia, a bolsa reflete o desempenho das companhias que ali são negociadas. Nas temporadas de balanços trimestrais, analistas e […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies