Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-18T13:06:05-03:00
Estadão Conteúdo
Prepare o bolso

ANP: preço médio do etanol sobe em 12 Estados na semana

A cotação do biocombustível caiu em outros 13 Estados e no Distrito Federal, enquanto no Amapá não houve apuração.

18 de janeiro de 2021
13:06
Posto de combustível em Brasília
Posto de combustível em Brasília - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os preços médios do etanol hidratado subiram em 12 Estados na semana encerrada no sábado (16) ante o período anterior, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas do Estadão/Broadcast. A cotação do biocombustível caiu em outros 13 Estados e no Distrito Federal, enquanto no Amapá não houve apuração.

Leia também:

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol caiu 0,06% na semana ante a anterior, de R$ 3,204 para R$ 3,202 o litro.

Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 3,038, queda de 0,03% ante a semana anterior (R$ 3,039). Em Roraima, o biocombustível registrou a maior alta porcentual na semana, de 3,20%, de R$ 3,653 para R$ 3,770. A maior queda semanal, de 1,55%, foi verificada no Piauí (de R$ 3,679 para R$ 3,622).

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 2,649 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 3,038, foi verificado também em São Paulo. O preço máximo individual, de R$ 5,295 o litro, foi verificado em um posto do Rio Grande do Sul. O maior preço médio estadual também foi o do Rio Grande do Sul, de R$ 4,341.

Na comparação mensal, o preço médio do biocombustível no País avançou 0,53%. O Estado com maior alta no período foi a Paraíba, onde o litro subiu 5,74%, de R$ 3,377 para R$ 3,571. Na apuração mensal, três Estados e o Distrito Federal apresentaram desvalorização do biocombustível. O maior recuo, de 2,02%, foi em Goiás, onde o biocombustível caiu de R$ 3,324 para R$ 3,257.

Competitividade

Os preços médios do etanol na semana encerrada no dia 16 mostraram-se vantajosos em comparação com os da gasolina em apenas dois Estados brasileiros - Minas Gerais e Goiás, dois grandes produtores do biocombustível, com paridade de 68,84% e 68,04%, respectivamente, entre o preço do etanol e da gasolina. Em São Paulo, maior produtor nacional, a paridade é de 70,49%.

O levantamento da ANP considera que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Na média dos postos pesquisados no País, a paridade é de 70,03% entre os preços médios de etanol e gasolina, levemente desfavorável ao biocombustível.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

bitcoin (BTC) hoje

Exclusivo: Solana (SOL), 5ª maior criptomoeda do mundo, chega Mercado Bitcoin com alta de mais de 12.000% no ano

A quinta maior criptomoeda do mundo vem conquistando o mercado porque se coloca como uma blockchain alternativa ao ethereum (ETH)

Pandemia em curso

Variante ômicron da covid-19 já está em dez países, mas chefe da associação médica da África do Sul vê “sintomas médios” da doença em estudo preliminar

Até o fechamento desta matéria, não haviam informações sobre infecções por essa variante da covid-19 nas Américas

Resultados

João Doria vence prévias e será candidato à presidência pelo PSDB; Em discurso, manda recado à Lula e Bolsonaro e faz aceno para 3ª via

“Ninguém faz nada sozinho. Precisamos da ajuda de todos. Da união do Brasil. Da união do PSDB. Da união com outros líderes e partidos”, afirmou

Décimo Andar

O mercado imobiliário americano segue vencedor: confira uma nova opção na B3 para investir na área

Mesmo com a perspectiva de aumento dos juros no exterior, o mercado imobiliário americano segue forte na alta dos preços; veja um ativo para investir sem sair da B3

NOVATA NA FINAL

Não estranhe: patrocinadora da final entre Palmeiras e Flamengo é a nova corretora de criptomoedas do Brasil; conheça Crypto.bom

A exchange resolveu investir no segmento de esportes e patrocina Fórmula 1, NBA e até o campeonato europeu

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies