Menu
2020-05-11T13:23:34-03:00
Estadão Conteúdo
Alívio no bolso

Preço médio do etanol cai na semana em 22 estados e no DF, revela ANP

Na comparação mensal, os preços do etanol cederam em 25 Estados no Distrito Federal. No Amapá não houve comparação. O Estado que registrou a maior queda na comparação mensal foi Mato Grosso

11 de maio de 2020
13:23
Posto de combustível em Brasília
Posto de combustível em Brasília - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os preços médios do etanol hidratado caíram em 22 Estados e no Distrito Federal (DF) na semana encerrada no sábado (9) ante o período anterior, de acordo com levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas. O biocombustível subiu em quatro Estados.

Nos postos pesquisados pela ANP em todo o País, o preço médio do etanol caiu 3,30% na semana ante a anterior, de R$ 2,667 para R$ 2,579 o litro. Em relação aos últimos 30 dias, a queda alcança 15,14%. Em São Paulo, principal Estado produtor, consumidor e com mais postos avaliados, a cotação média do hidratado ficou em R$ 2,373, baixa de 3,34% ante a semana anterior (R$ 2,455) e de 15,55% na comparação com os últimos 30 dias. Em Goiás, o biocombustível registrou a maior alta porcentual na semana, de 3,24%. A maior queda semanal, de 8,97%, foi em Tocantins.

Na comparação mensal, os preços do etanol cederam em 25 Estados no Distrito Federal. No Amapá não houve comparação. O Estado que registrou a maior queda na comparação mensal foi Mato Grosso, com recuo de 25,35% no preço do etanol hidratado.

O preço mínimo registrado na semana passada para o etanol em um posto foi de R$ 1,799 o litro, em São Paulo, e o menor preço médio estadual, de R$ 2,373, foi registrado também em São Paulo. O preço máximo individual, de R$ 4,999 o litro, foi registrado em um posto do Rio Grande do Sul. O Acre registrou o maior preço médio, de R$ 3,982.

Competitividade

Os preços médios do etanol continuaram vantajosos ante os da gasolina em apenas quatro Estados brasileiros - Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo - todos grandes produtores do biocombustível. O levantamento da ANP considera que o etanol de cana ou de milho, por ter menor poder calorífico, tenha um preço limite de 70% do derivado de petróleo nos postos para ser considerado vantajoso.

Em Mato Grosso, o hidratado é vendido, em média, por 63,20% do preço da gasolina, em Goiás a 69,34%, em Minas Gerais a 65,64% e, em São Paulo, a paridade ficou em 64,12%.

Na média dos postos pesquisados no País, a paridade é de 67,46% entre os preços médios de etanol e gasolina, também favorável ao biocombustível. A gasolina foi mais vantajosa no Amapá, com a paridade de 123,08% para o preço do etanol.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O melhor do seu dinheiro

Alguém chame os bombeiros

Hoje tivemos mais um dia de grande volatilidade nos mercados brasileiros, que entraram em parafuso com o temor de que o teto de gastos poderia vir a ser furado. Os investidores aguardam com grande ansiedade a votação da PEC Emergencial, aquela que permitirá o retorno do auxílio emergencial. E rumores de que ela seria desidratada […]

FECHAMENTO

Em dia de alta volatilidade, Lira salva Ibovespa de um fiasco e segura o dólar em R$ 5,66

A volatilidade reinou absoluta nesta quarta-feira (03) e mais uma vez Brasília foi responsável por movimentar os negócios no Brasil. Lá fora, o dia foi de cautela com a alta dos juros futuros

Luz no fim do túnel?

Ministério da Saúde avança em negociações com laboratórios para comprar vacinas

A declaração do MS foi dada pelo titular da pasta, Eduardo Pazuello, em reunião com a Confederação Nacional de Municípios (CNM).

Crypto News

Bitcoin para leigos e descrentes também

Descrever algo tão complexo como o Bitcoin exige repertório, dedicação e um pouco de sedução de quem apresenta.

Ruim, mas nem tanto?

“É um dos países que menos caíram no mundo”, afirma Bolsonaro, sobre queda de 4% no PIB

Para Bolsonaro a queda do PIB só não foi maior devido a movimentação da economia gerada pelo auxílio emergencial.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies