O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

Eduardo Ragasol
Seu Dinheiro Convida
Eduardo Ragasol
CEO da Neogrid
2021-05-25T15:59:50-03:00
Seu Dinheiro convida

Eduardo Ragasol, CEO da Neogrid: Investir na gestão da cadeia de suprimentos é estratégico para o varejo superar a crise

O consumidor se tornou mais exigente e novos meios de compra e venda pressionaram as empresas a buscar alternativas que, quase sempre, têm a tecnologia como protagonista

26 de maio de 2021
5:48 - atualizado às 15:59
homem empurra carrinho de compras em cima de cartão de crédito
As vendas do varejo devem movimentar o dia junto com os balanços locais - Imagem: Shutterstock

Uma frase atribuída ao sociólogo e filósofo Zygmunt Bauman diz que não são as crises que mudam o mundo, mas a reação que elas causam na sociedade. Essa relação pode ser trazida para o mundo dos negócios.

A situação imposta pela pandemia do coronavírus revelou uma série de vulnerabilidades nas mais diversas áreas e o segmento varejista também sofreu os impactos desse cenário caótico.

Uma publicação da McKinsey sobre as mudanças nos hábitos de consumo causadas pela Covid-19 e a importância estratégica da cadeia de suprimentos para superar esse momento mostra que os desafios se intensificaram.

O consumidor se tornou mais exigente e novos meios de compra e venda pressionaram as empresas a buscar alternativas que, quase sempre, têm a tecnologia como protagonista. 

Diante desse cenário, ferramentas de big data e inteligência artificial, que são capazes de aumentar vendas e rentabilidade de varejos, indústrias e distribuidores ganham destaque.

A Neogrid, por exemplo, entrega inteligência embarcada em tecnologia para sincronizar os elos da cadeia de suprimentos. O objetivo é acompanhar os clientes em sua jornada digital para conquistar novos patamares de excelência operacional.

Essa jornada passa por fornecedores, pontos de venda, promoções e otimização dos estoques, evitando as faltas e os excessos de produtos armazenados, o que, por consequência, favorecem a geração de caixa.

Um estudo da EY realizado com 2.900 executivos, em 46 países, revela que o mercado de abastecimento ficou extremamente exposto nessa pandemia.

Para minimizar os possíveis efeitos negativos em seus negócios, 52% dos participantes afirmaram que devem revisitar sua cadeia global, 41% estão reavaliando a automatização de processos e 38% consideram acelerar a transformação digital em sua cadeia de suprimentos.

Esses movimentos chancelam a importância da disponibilização de dados para prover integração, fluidez, controle, engajamento e, como resultado, garantir a satisfação do cliente

Se antes era vista como custo, agora, a gestão na cadeia de suprimentos é tida como investimento. As decisões dessa área impactam o estratégico, tático e operacional das organizações.

Sendo assim, a otimização de fluxos e informações gera oportunidades de negócios, além de permitir que os devidos ajustes sejam feitos, em tempo real, para mitigar possíveis prejuízos e potencializar os lucros.

As expectativas para o desenvolvimento do Supply Chain Management são bastante promissoras. A área tende a ganhar cada vez mais importância dentro das organizações, independentemente do segmento, porte ou região de atuação. Isso será um diferencial mercadológico interessante.

Quem apostar em uma gestão eficiente e digital, conquistará resultados muito satisfatórios, em um espaço de tempo relativamente curto, pois estará passos à frente da concorrência em um mercado extremamente competitivo.

Outros artigos de CEOs:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

PORTFÓLIO DE BILHÕES

Aposta contra a Apple (AAPL34)? Veja as mudanças que Warren Buffett, Michael Burry e investidores de elite fizeram nas carteiras

Esses pesos-pesados do mercado financeiros tomaram decisões surpreendentes no primeiro trimestre; confira as mudanças mais significativas que eles fizeram no período

DO BRASIL PRO MUNDO

Guedes tem encontro com Escobari, da General Atlantic, e vai a jantar do BTG; confira a agenda do ministro em Davos

O banqueiro André Esteves, que em abril voltou ao comando do conselho do BTG Pactual, está participando do evento na Suíça

UMA TECH ATRAENTE

É hora da Locaweb? Saiba por que o Deutsche Bank vê ponto de entrada para as ações LWSA3

Banco alemão atualizou a recomendação para a empresa de neutra para compra e vê potencial de valorização de mais de 50% para os papéis

O QUE VEM POR AÍ

Ata do Fed e IPCA-15: confira a agenda de indicadores da semana aqui e lá fora

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

CAMINHO DO MEIO

Menor rejeição e apoio interno no MDB dão vantagem a Simone Tebet; veja os rumos da senadora da terceira via

Maior desafio, segundo marqueteiros, é torná-la popular: 46% do eleitorado desconhece Simone Tebet, segundo pesquisas recentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies