Menu
Eduardo Ragasol
Seu Dinheiro Convida
Eduardo Ragasol
CEO da Neogrid
Dados da Bolsa por TradingView
2021-05-25T15:59:50-03:00
Seu Dinheiro convida

Eduardo Ragasol, CEO da Neogrid: Investir na gestão da cadeia de suprimentos é estratégico para o varejo superar a crise

O consumidor se tornou mais exigente e novos meios de compra e venda pressionaram as empresas a buscar alternativas que, quase sempre, têm a tecnologia como protagonista

26 de maio de 2021
5:48 - atualizado às 15:59
homem empurra carrinho de compras em cima de cartão de crédito
As vendas do varejo devem movimentar o dia junto com os balanços locais - Imagem: Shutterstock

Uma frase atribuída ao sociólogo e filósofo Zygmunt Bauman diz que não são as crises que mudam o mundo, mas a reação que elas causam na sociedade. Essa relação pode ser trazida para o mundo dos negócios.

A situação imposta pela pandemia do coronavírus revelou uma série de vulnerabilidades nas mais diversas áreas e o segmento varejista também sofreu os impactos desse cenário caótico.

Uma publicação da McKinsey sobre as mudanças nos hábitos de consumo causadas pela Covid-19 e a importância estratégica da cadeia de suprimentos para superar esse momento mostra que os desafios se intensificaram.

O consumidor se tornou mais exigente e novos meios de compra e venda pressionaram as empresas a buscar alternativas que, quase sempre, têm a tecnologia como protagonista. 

Diante desse cenário, ferramentas de big data e inteligência artificial, que são capazes de aumentar vendas e rentabilidade de varejos, indústrias e distribuidores ganham destaque.

A Neogrid, por exemplo, entrega inteligência embarcada em tecnologia para sincronizar os elos da cadeia de suprimentos. O objetivo é acompanhar os clientes em sua jornada digital para conquistar novos patamares de excelência operacional.

Essa jornada passa por fornecedores, pontos de venda, promoções e otimização dos estoques, evitando as faltas e os excessos de produtos armazenados, o que, por consequência, favorecem a geração de caixa.

Um estudo da EY realizado com 2.900 executivos, em 46 países, revela que o mercado de abastecimento ficou extremamente exposto nessa pandemia.

Para minimizar os possíveis efeitos negativos em seus negócios, 52% dos participantes afirmaram que devem revisitar sua cadeia global, 41% estão reavaliando a automatização de processos e 38% consideram acelerar a transformação digital em sua cadeia de suprimentos.

Esses movimentos chancelam a importância da disponibilização de dados para prover integração, fluidez, controle, engajamento e, como resultado, garantir a satisfação do cliente

Se antes era vista como custo, agora, a gestão na cadeia de suprimentos é tida como investimento. As decisões dessa área impactam o estratégico, tático e operacional das organizações.

Sendo assim, a otimização de fluxos e informações gera oportunidades de negócios, além de permitir que os devidos ajustes sejam feitos, em tempo real, para mitigar possíveis prejuízos e potencializar os lucros.

As expectativas para o desenvolvimento do Supply Chain Management são bastante promissoras. A área tende a ganhar cada vez mais importância dentro das organizações, independentemente do segmento, porte ou região de atuação. Isso será um diferencial mercadológico interessante.

Quem apostar em uma gestão eficiente e digital, conquistará resultados muito satisfatórios, em um espaço de tempo relativamente curto, pois estará passos à frente da concorrência em um mercado extremamente competitivo.

Outros artigos de CEOs:

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa na onda das commodities, short de Nubank e o fim das ações das Lojas Americanas: veja as principais notícias do dia

Entre importar o otimismo ou o pessimismo do exterior, a bolsa brasileira tem preferido a primeira opção, nos últimos dias. Em mais um dia negativo para as bolsas americanas, o Ibovespa novamente nadou contra a maré vermelha e fechou em alta, impulsionado pelo avanço dos preços das commodities – sobretudo do minério de ferro. Com […]

Fechamento Hoje

Ibovespa novamente contraria exterior, sobe mais de 1% e fecha acima dos 108 mil pontos; dólar cai abaixo de R$ 5,50

Mesmo com dia negativo em Nova York, Ibovespa é impulsionado pelas commodities; varejistas e techs se recuperam com alívio nos juros futuros

CRYPTO NEWS

Cada vez mais países devem formar reservas de Bitcoin ao longo de 2022; entenda como você pode aproveitar

Você provavelmente já viu uma imagem similar a esta abaixo. Ela mostra o conceito da curva de adoção, em S, de uma nova tecnologia ou produto. A curva em formato de sino é um reflexo da curva em S, mostrando o tamanho, ao longo do tempo, dos públicos que aderem a tal inovação. Malcolm Gladwell […]

NOVAS BAIXAS

Dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pedem demissão do cargo; saiba quem são os substitutos

Um dos secretários vai para a Funpresp-Exe e o outro, para o Legislativo. Receita Federal diz que saída de seu diretor ocorreu a pedido do servidor

CONCESSÃO RECORDE

Caixa bate recorde em 2021 ao conceder R$ 140,6 bi em crédito habitacional e diz não esperar mais altas nos juros no financiamento imobiliário; entenda

O executivo afirmou que a Caixa segue os juros futuros com vencimento em oito anos para definir as taxas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies