Menu
Eduardo Ragasol
Seu Dinheiro Convida
Eduardo Ragasol
CEO da Neogrid
2021-05-25T15:59:50-03:00
Seu Dinheiro convida

Eduardo Ragasol, CEO da Neogrid: Investir na gestão da cadeia de suprimentos é estratégico para o varejo superar a crise

O consumidor se tornou mais exigente e novos meios de compra e venda pressionaram as empresas a buscar alternativas que, quase sempre, têm a tecnologia como protagonista

26 de maio de 2021
5:48 - atualizado às 15:59
varejo compras
Imagem: Shutterstock

Uma frase atribuída ao sociólogo e filósofo Zygmunt Bauman diz que não são as crises que mudam o mundo, mas a reação que elas causam na sociedade. Essa relação pode ser trazida para o mundo dos negócios.

A situação imposta pela pandemia do coronavírus revelou uma série de vulnerabilidades nas mais diversas áreas e o segmento varejista também sofreu os impactos desse cenário caótico.

Uma publicação da McKinsey sobre as mudanças nos hábitos de consumo causadas pela Covid-19 e a importância estratégica da cadeia de suprimentos para superar esse momento mostra que os desafios se intensificaram.

O consumidor se tornou mais exigente e novos meios de compra e venda pressionaram as empresas a buscar alternativas que, quase sempre, têm a tecnologia como protagonista. 

Diante desse cenário, ferramentas de big data e inteligência artificial, que são capazes de aumentar vendas e rentabilidade de varejos, indústrias e distribuidores ganham destaque.

A Neogrid, por exemplo, entrega inteligência embarcada em tecnologia para sincronizar os elos da cadeia de suprimentos. O objetivo é acompanhar os clientes em sua jornada digital para conquistar novos patamares de excelência operacional.

Essa jornada passa por fornecedores, pontos de venda, promoções e otimização dos estoques, evitando as faltas e os excessos de produtos armazenados, o que, por consequência, favorecem a geração de caixa.

Um estudo da EY realizado com 2.900 executivos, em 46 países, revela que o mercado de abastecimento ficou extremamente exposto nessa pandemia.

Para minimizar os possíveis efeitos negativos em seus negócios, 52% dos participantes afirmaram que devem revisitar sua cadeia global, 41% estão reavaliando a automatização de processos e 38% consideram acelerar a transformação digital em sua cadeia de suprimentos.

Esses movimentos chancelam a importância da disponibilização de dados para prover integração, fluidez, controle, engajamento e, como resultado, garantir a satisfação do cliente

Se antes era vista como custo, agora, a gestão na cadeia de suprimentos é tida como investimento. As decisões dessa área impactam o estratégico, tático e operacional das organizações.

Sendo assim, a otimização de fluxos e informações gera oportunidades de negócios, além de permitir que os devidos ajustes sejam feitos, em tempo real, para mitigar possíveis prejuízos e potencializar os lucros.

As expectativas para o desenvolvimento do Supply Chain Management são bastante promissoras. A área tende a ganhar cada vez mais importância dentro das organizações, independentemente do segmento, porte ou região de atuação. Isso será um diferencial mercadológico interessante.

Quem apostar em uma gestão eficiente e digital, conquistará resultados muito satisfatórios, em um espaço de tempo relativamente curto, pois estará passos à frente da concorrência em um mercado extremamente competitivo.

Outros artigos de CEOs:

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

seu dinheiro na sua noite

IPO da Smart Fit: vai sair da jaula o monstro!

Eu nunca fui muito de academia, confesso. Já tive meus tempos de malhar regularmente, mas nunca consegui tomar gosto pela coisa. Exercícios repetitivos não me cativam, meu negócio sempre foi dançar, de preferência em turma, com professor e horário, se não eu falto. Como você deve imaginar, entre meus colegas jornalistas não é muito diferente. […]

atenção, acionista

Vale eleva valor de dividendo a ser em pago em 30 de junho para R$ 2,189 por ação

No dia 17 de junho, a empresa tinha informado o pagamento de R$ 2,177 de dividendo por ação; demais condições da distribuição não serão alteradas

de olho na inovação

Moeda digital é nova forma de representação da moeda já emitida, diz Campos Neto

Segundo ele, ela não se confunde com os criptoativos, como o bitcoin, que não têm característica de moeda, mas sim de ativos

em audiência

Yellen diz esperar apoio do G-20 para proposta de imposto corporativo global

Grupo das 20 maiores economias do mundo se reúne em julho e deve debater o assunto

retomada

PIB da Argentina sobe 2,6% no 1º trimestre

Na comparação com igual período do ano passado, o avanço foi de 2,5%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies