🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
Esquenta dos Mercados

Ajuste na conta de luz deve pesar na bolsa, mas IGP-M pode reduzir medo inflacionário

Arrecadação federal e resultado primário do governo central podem animar os negócios, mas bolsa não pode contar com exterior para subir

Renan Sousa
Renan Sousa
29 de junho de 2021
8:04 - atualizado às 9:24
conta, de luz, luz, lâmpada, inflação, conta de luz, luz, ipca
Imagem: Shutterstock

Se você está em casa nos últimos meses, deve ter sentido um aumento significativo na conta de luz. Para quem mora sozinho e passa o dia fora, ficar 24h por dia conectado em um computador pode ter alterado seu consumo.

Então, segure-se: a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) deve divulgar o novo reajuste da bandeira tarifária para o valor cobrado por cada quilowatt (kW). Essa seria uma maneira de compensar os gastos com as termelétricas usadas para gerar energia, tendo em vista que as hidrelétricas estão sofrendo com a crise hídrica. 

O impacto deve ser sentido nos indicadores de inflação, que não param de subir no Brasil. O índice geral de preços - mercado (IGP-M) foi divulgado agora pouco e deve movimentar os negócios ao longo do dia.

Quem faz o cálculo do IGP-M é a Fundação Getúlio Vargas, a FGV, e a instituição aponta que o índice recuou 0,60%, frente às estimativas de queda de até 1,0% este mês, de acordo com a mediana das projeções de especialistas ouvidos pelo Broadcast.

No acumulado dos últimos 12 meses, o indicador avançou 35,75%, abaixo das estimativas de alta de 36,30%. Com isso, o IGP-M deve reduzir os temores inflacionários até a divulgação do IPCA, dado oficial.

Por fim, a Receita Federal e o Tesouro Nacional devem divulgar os dados do setor público. A arrecadação federal primária e o resultado primário do governo central podem dar novo ânimo aos negócios. A retomada da economia deve influenciar diretamente ambos os dados.

Fechamento

Ontem, o Ibovespa conseguiu driblar a cautela e subiu 0,14%, aos 127.429 pontos. Já o dólar à vista recuou 0,19%, a R$ 4,9283. Confira o que pode influenciar a bolsa brasileira e a moeda americana nesta terça-feira (29):

Federal Reserve

Os investidores internacionais devem ficar atentos na quinta-feira (1º) e na sexta-feira (02), quando serão divulgados dados do emprego nos EUA. O Federal Reserve, o BC americano, reiterou o compromisso com a redução da taxa de desemprego para ajustar sua política monetária. 

A “prévia” começa com os pedidos de auxílio desemprego na quinta, que devem dar o tom para o relatório de empregos da folha de pagamento (payroll) e taxa oficial de desemprego. 

Conta de luz

Em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, negou a necessidade de racionamento de água em virtude da crise hídrica que se avizinha. Entretanto, cobrou “consumo consciente” dos brasileiros em regiões mais afetadas pela seca.

De acordo com economistas ouvidos pelo Broadcast, um aumento na conta de luz pode ter um impacto na inflação entre 0,25 pontos percentuais até 0,40 pontos percentuais. O índice de preços medido pelo IPCA já ultrapassa o limite da meta de 5,25% estipulado pelo BC para o ano. No acumulado de 12 meses, o índice avança 8,13%. 

Hoje, a Aneel deve divulgar o reajuste na bandeira tarifária (confira a agenda do dia). 

Bolsas pelo mundo

O medo da variante delta do coronavírus afetou o humor dos mercados ontem e chegou a pressionar os índices asiáticos hoje, que fecharam em baixa generalizada. O medo de uma nova onda de covid-19 e a possibilidade de uma nova paralisação das atividades está no radar dos investidores.

Na direção contrária, as bolsas da Europa avançam após dados locais da confiança do consumidor. Mas a cautela com o avanço da variante delta deve limitar os ganhos ao longo do dia. 

Chegando em Wall Street, futuros de Nova York operam de maneira mista, à espera das falas dos dirigentes do Fed e de olho nos dados do desemprego e da folha de pagamento (payroll) que devem ser divulgados perto do final da semana. 

Agenda do dia

  • FGV: Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) de junho (8h)
  • Receita Federal: Arrecadação federal em maio (10h30)
  • Estados Unidos: Confiança do consumidor em junho (11h)
  • Tesouro Nacional: Resultado primário do Governo Central de maio (13h)
  • Tesouro Nacional:  Secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, secretário-adjunto do Tesouro Nacional, Rafael Araújo, e subsecretário de Planejamento Estratégico da Política Fiscal, Pedro Jucá, participam de coletiva sobre o resultado primário de maio (13h30)
  • Estados Unidos: Estoques de petróleo (17h30)
  • China: Índice do gerente de compras (PMI) industrial de junho (22h)
  • Aneel define reajuste de bandeira tarifária

Compartilhe

Luz do fim do túnel?

Desconto na conta de luz: Aneel consulta repasse de até R$ 5 bilhões da Eletrobras (ELET3) para reduzir tarifas

22 de junho de 2022 - 15:51

O valor pode aliviar o impacto de tarifas do processo de desestatização no bolso do consumidor

APAGA A LUZ!

Conta de luz mais cara: ANEEL propõe reajustes de quase 60% em bandeiras tarifárias

12 de abril de 2022 - 15:01

Dentre os fatores apontados como justificativa para o reajuste estão a inflação, que fechou 2021 em 10,06%, e a alta dos combustíveis

SEM REFRESCO

A conta de luz vai continuar com tarifa extra: Aneel mantém bandeira de escassez hídrica em março

26 de fevereiro de 2022 - 12:44

Em contrapartida, órgão regulador mantém pelo 4º mês seguido a bandeira verde para consumidores inscritos no Tarifa Social

TIRANDO O PESO

Em busca de desalavancagem, Equatorial (EQTL3) lança oferta de ações para levantar mais de R$ 2,6 bilhões

27 de janeiro de 2022 - 9:52

Empresa tenta fazer jus à fama de ‘gigante que nunca dorme’ para seguir em busca de novas aquisições no setor elétrico

OLHO NO ÁRBITRO

Aneel aprova acordo entre concessionária e União pelo linhão Manaus-Boa Vista

11 de setembro de 2021 - 12:13

Processo será conduzido por um Tribunal Arbitral composto por três árbitros

Seca severa

Em pronunciamento, ministro pede que consumidores economizem energia e água, e diz que crise é fruto de “fenômeno natural”

1 de setembro de 2021 - 7:18

Bento Albuquerque, de Minas e Energia, afirma que choveu menos que o esperado na região Sul, mas evitou usar a palavra “racionamento”

CRISE HÍDRICA

Aneel mantém bandeira vermelha nível dois nas contas de luz em setembro

28 de agosto de 2021 - 7:25

É o quarto mês consecutivo que a Aneel aciona a bandeira vermelha patamar 2. De acordo com a agência, agosto foi um mês de “severidade” para o regime hidrológico do sistema elétrico

Energia elétrica

Prepare o bolso: conta de luz pode subir 16,7% no próximo ano, de acordo com Aneel

17 de agosto de 2021 - 7:48

Para evitar que as contas disparem, a agência analisa medidas para aliviar os efeitos para os consumidores e manter os reajustes inferiores a dois dígitos

Situação preocupante

Cuidado com as luzes acesas! Aneel mantém taxa adicional mais alta na contas de agosto

31 de julho de 2021 - 10:56

Tarifa cobrada na bandeira vermelha nível 2 é de R$ 9,49 por 100 quilowatts-hora (kWh), e agência continua avaliando se vai elevar o valor

Momento de seca

Governo recomenda reter mais água em reservatórios de hidrelétricas

8 de julho de 2021 - 7:07

Presidente da Sabesp afirma que situação pluviométrica em São Paulo está ruim, com diminuição importante da vazão em alguns municípios

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar