🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Mudança ameaçada?

Entenda por que a queda das ações do Inter pode melar a migração do banco digital da B3 para a Nasdaq

Tudo vai depender de uma decisão dos acionistas do Inter, que precisam definir se aceitam trocar suas ações por BDRs ou receber o valor correspondente em dinheiro

Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
26 de novembro de 2021
10:31 - atualizado às 18:35
Sede do Banco Inter stone
Sede do Inter - Imagem: Divulgação

O processo de migração do Inter da B3 para a Nasdaq subiu no telhado. Os acionistas do banco digital aprovaram a operação em assembleia ontem, mas ainda assim a mudança para Nova York pode ficar pelo caminho.

Tudo vai depender de mais uma decisão dos acionistas: eles agora têm até o dia 2 de dezembro para decidir se aceitam trocar suas ações BIDI11 e BIDI4 por recibos de ações (BDRs) do Inter Platform — como o banco vai se chamar na Nasdaq — ou se preferem receber o valor correspondente em dinheiro.

Um laudo contratado pelo Inter determinou o valor de R$ 44,58 por unit BIDI11 ou R$ 15,28 por ação BIDI4 para os acionistas que preferirem receber em dinheiro.

O problema para o Inter

Na época do anúncio da migração, o valor do reembolso era menor do que as cotações das ações do Inter na B3. Mas de lá para cá os papéis do banco digital despencaram junto com a piora dos mercados no Brasil e da percepção dos investidores com as fintechs — as novas empresas de tecnologia financeira.

No fechamento de ontem, a cotação de BIDI11 era de R$ 37,56 e BIDI4, de R$ 12,65 — ou seja, ambas abaixo do valor do reembolso. Desta forma, a decisão mais racional dos acionistas minoritários seria optar por receber em dinheiro, e não em BDRs.

Com a aversão a risco generalizada nos mercados nesta sexta-feira, essa equação ficou ainda mais favorável ao reembolso. As ações do Inter fecharam em forte queda, com perdas de 4,98% para as ações preferenciais (BIDI4), que terminaram o dia cotadas a R$ 12,02, e baixa de 3,94% para as units (BIDI11), que fecharam a R$ 36,08.

Na prática, se todos chegarem à mesma conclusão, a viagem para a Nasdaq é cancelada. Isso porque uma das condições para a operação ir adiante é que o valor desembolsado não passe dos R$ 2 bilhões.

O fundo japonês Softbank, um dos principais acionistas do Inter, já fechou acordo para transformar a participação de 15% no Inter em ações classe A ou BDRs.

Mas como banco possui mais de 40% das ações em circulação na B3, o valor a ser desembolsado passará — e muito — dos R$ 2 bilhões se a maioria preferir o dinheiro aos BDRs.

Por que o Inter quer ir para a Nasdaq?

A mudança para a Nasdaq permitirá que a família Menin — também dona da incorporadora MRV — mantenha as rédeas do Inter. Isso é possível graças ao chamado "supervoto", que permite a distinção entre classes de ações.

Os papéis que serão negociados no mercado (classe A) darão direito a um voto cada. Já as ações da classe B, que ficarão nas mãos dos atuais controladores, garantem 10 votos cada.

Em uma apresentação a investidores para explicar o processo de reestruturação, o Inter destacou que a mudança para a Nasdaq permitirá ao banco levantar quase US$ 19,7 bilhões em capital sem que os atuais controladores percam a maioria das ações com direito a voto.

Atualmente, a família Menin possui a maioria das ações com direito a voto, mas já está perto do limite de 50%. Isso significa que, se ficar aqui na B3, o limite para novos aumentos capitais sem a perda do controle cairia para US$ 569 milhões.

Leia também:

Compartilhe

CORRIDA DAS FINTECHS

Itaú BBA recomenda compra de ação de banco digital com potencial subir mais de 100% — e não é o Nubank

12 de setembro de 2022 - 14:30

Além do potencial de lucratividade, o Inter também desfruta de uma combinação única de crédito diversificado e fluxos de receita, grande base de depósitos e ampla posição de capital

VAGAS DA SEMANA

Vagas de emprego: PagBank PagSeguro, C6 Bank e Banco Inter estão com processos seletivos abertos; confira as principais oportunidades da semana

9 de setembro de 2022 - 15:29

Ao todo, são mais de 200 vagas de emprego para diversas áreas no formato híbrido ou remoto, em todo o país

ATENÇÃO, INVESTIDOR

Vai ficar para depois: Inter (INBR31) anuncia nova data para conversão dos BDRs para Nível II; confira

26 de agosto de 2022 - 11:14

Banco digital informou que a conversão foi remarcada pela bolsa brasileira e deve acontecer na próxima segunda-feira (29)

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, o que equivale a 22% de crescimento no período

CADA VEZ MAIS INTERNACIONAL

Do you speak english? O Inter, sim — e quer abrir 1 milhão de contas globais ainda em 2022

1 de agosto de 2022 - 6:15

Depois de listar suas ações em Nova York, o banco digital está disposto a fincar a sua bandeira na vida cotidiana dos americanos e, quem sabe, em breve desembarcar na Europa

Bancos digitais

Quer investir no Banco Inter (INBR31) ou no Nubank (NUBR33)? Itaú BBA vê um deles disparando 190%

21 de julho de 2022 - 13:31

Itaú BBA decidiu retomar nesta quinta-feira (21) a cobertura das ações do Banco Inter, que havia deixado na prateleira por meses

ANALISTAS OTIMISTAS

Inter recua 18% desde estreia na Nasdaq, mas o JP Morgan acredita que as ações e BDRs podem saltar até 160% nos próximos meses; veja por quê

27 de junho de 2022 - 14:04

Os analistas confiam que o banco tem capacidade para superar as dificuldades impostas pela mudança e pelo cenário macroeconômico

Estreia amarga

Ações do banco Inter levam tombo no primeiro dia de negociação na Nasdaq

23 de junho de 2022 - 16:36

As ações da holding do banco Inter, a Inter&Co, chegaram a cair mais de 7% ao longo das negociações na estreia do papel em NY

DESEMBARQUE INICIADO

Com Inter (INBR31) cada vez mais perto do desembarque no Nasdaq, BDRs estreiam em alta na B3

20 de junho de 2022 - 13:44

As ações do banco Inter deixaram de ser negociadas na última semana e a companhia se prepara para a estreia no Nasdaq

MALAS FEITAS!

New York, New York! Inter (BIDI11) se despede da B3 hoje rumo à Nasdaq; confira como estão as units no último dia de negociação

17 de junho de 2022 - 12:56

A conversão para a bolsa norte-americana deve acontecer na segunda-feira (20), para que as ações sejam listadas e comecem a ser negociadas nos EUA a partir do dia 23 de junho

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies