O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-06-29T16:21:20-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Concorrência é vida

BOVV11 tem taxa de administração reduzida e se torna o ETF de Ibovespa mais barato do mercado

Taxa que era de 0,30% passou para 0,10% ao ano, superando o ETF de Ibovespa da XP, até então o mais em conta

29 de junho de 2021
15:47 - atualizado às 16:21
ETF
Imagem: Shutterstock

A Itaú Asset cortou a taxa de administração do BOVV11, seu ETF de Ibovespa, de 0,30% para 0,10% ao ano. Com isso, o fundo de índice que acompanha o desempenho do principal índice da B3 se tornou o ETF de Ibovespa mais barato do mercado.

O mercado de ETFs anda aquecido e bastante concorrido. As opções de ETFs de Ibovespa, até pouco tempo atrás limitadas, cresceram recentemente, e agora o investidor já tem sete alternativas entre as quais escolher.

E a concorrência está fazendo bem para o investidor. No último dia 18, a XP lançou o BOVX11, o seu próprio fundo de Ibovespa, com a menor taxa de administração do mercado até então, de 0,15% ao ano. Agora, o BOVV11 passou à frente e se tornou o fundo mais em conta do seu segmento.

FundoCódigoTaxa de administração (% a.a.)
IT NOW IBOVBOVV110,10%
TREND IBOVXBOVX110,15%
BB ETF IBOVBBOV110,18%
ETF BRA IBOVBOVB110,20%
SAFRA ETF IBOVSAET110,25%
ISHARES BOVABOVA110,30%
CAIXA ETF XBOVXBOV110,50%

"Este foi um desenvolvimento natural para nós, que estamos sempre buscando aperfeiçoar as alternativas de investimento que oferecemos", me disse Renato Eid, Head de estratégia beta e integração ESG da Itaú Asset.

Ele lembra que, para escolher um ETF, não basta olhar para a taxa e simplesmente escolher o mais barato. É preciso também verificar a sua aderência ao seu índice de referência, se o spread (diferença entre o desempenho do fundo e o índice) é baixo e se há eficiência, por parte do gestor, em alugar os ativos do fundo e reverter os ganhos da estratégia para o fundo, de modo a compensar o custo com a taxa de administração.

"Ao baixarmos a taxa, estamos fechando esse conjunto de medidas para ter um custo eficiente", disse Eid.

A Itaú Asset, gestora do Itaú Unibanco, foi uma das pioneiras no mercado de ETFs no Brasil, onde atua há 15 anos. Sua participação nesse mercado chega a 40% do total dos ativos sob custódia.

Além do BOVV11, é responsável também pelo PIBB11, fundo que segue o desempenho do índice de ações IBrX50. Lançado em 2004, o PIBB11 tem taxa de administração de apenas 0,059% ao ano, sendo o ETF mais barato do Brasil quando considerados todos os segmentos.

Recentemente, a Itaú Asset começou a lançar ETFs temáticos, que seguem índices referentes a determinados temas de investimento, como empresas com foco no público millennial, companhias de tecnologia em saúde e negócios que tendem a se beneficiar dos avanços da genética nas áreas da saúde e da agricultura.

ETFs são fundos de índice com cotas negociadas em bolsa como se fossem ações. Eles investem em todos os ativos da carteira teórica de um índice de mercado, como os índices de ações, renda fixa e fundos imobiliários, para reproduzir o desempenho daquele indicador com o máximo possível de aderência. São, por isso, fundos passivos, opções de investimento para quem deseja somente acompanhar algum indicador do mercado, sendo geralmente também muito baratos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

NOITE CRIPTO

Não deu para o bitcoin (BTC): maior criptomoeda do mundo tenta, mas patamar de US$ 30 mil escapa; confira cotações

Agora, os investidores devem permanecer tentando sustentar esse suporte psicológico importante e entrar na próxima semana no “zero a zero”, antes de tentar buscar novas altas

REVISÃO CUSTOU CARO

B3 (B3SA3) volta a corrigir erro nos dados e revela que 2021 terminou com fluxo estrangeiro negativo após R$ 77,9 bilhões em dinheiro gringo “sumirem” da conta

Vale lembrar que a entrada de capital estrangeiro ajuda na performance do mercado acionário e de câmbio. Por isso, a nova cifra não pinta um quadro positivo para o país

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa ignora tensão em Nova York, os planos de Elon Musk para o Brasil e o salto da GetNet; confira os destaques do dia

Por enquanto, o Ibovespa segue avançando, apesar do desempenho ruim das bolsas pelo mundo

FIQUE DE OLHO

Em semana de ata do Fed, destaque no Brasil fica por conta do IPCA-15; confira a agenda completa de indicadores

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies