2021-10-22T14:26:40-03:00
Bolsa em crise

Por que as ações de Suzano, Klabin, Vale e siderúrgicas se salvam de mais um dia de queda forte da bolsa

As ações das empresas exportadoras se beneficiam da disparada do dólar para o patamar de R$ 5,70 e por boas notícias vindas da China

22 de outubro de 2021
14:26
Dólar alto beneficia ações de exportadoras Imagem: Shutterstock

Em mais um dia de perdas generalizadas na bolsa brasileira, as ações de um pequeno e privilegiado grupo de empresas consegue se sobressair no pregão. Em comum entre elas? Receitas em dólar, que volta a subir e era negociado no patamar de R$ 5,70 nesta sexta-feira, e atreladas ao desempenho da China.

Com quase toda a produção destinada à exportação, a produtora de papel e celulose Suzano (SUZB3) é uma das ganhadoras com a disparada do dólar.

As ações da companhia subiam 7,79% por volta das 14h20. Trata-se da maior alta entre os papéis que compõem o Ibovespa, o principal índice da B3, que recuava 2,49% no mesmo horário. Ainda no ramo de papel e celulose, Klabin (KLBN4) segue a mesma trajetória e sobe 6,84%.

A Vale (VALE3) e as ações das siderúrgicas — que também contam com receita em dólar — também figuram entre as empresas que se seguram em alta no pregão.

China ajuda as ações das exportadoras

Além do dólar forte, as ações das exportadoras se beneficiam da notícia de que a incorporadora chinesa Evergrande faz o pagamento de títulos que estavam em atraso.

Um possível colapso da Evergrande tende a afetar todo o mercado de construção civil chinês, o que se teria consequências na demanda por minério de ferro e produtos siderúrgicos. Não por acaso, as cotações do minério caíram mais da metade desde as máximas atingidas neste ano.

A sensação de que a economia chinesa pode atravessar a crise da Evergrande sem maiores danos também beneficia outras exportadoras, incluindo as de papel e celulose, que tem no gigante asiático um de seus maiores mercados.

Leia também:

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa na onda das commodities, short de Nubank e o fim das ações das Lojas Americanas: veja as principais notícias do dia

Entre importar o otimismo ou o pessimismo do exterior, a bolsa brasileira tem preferido a primeira opção, nos últimos dias. Em mais um dia negativo para as bolsas americanas, o Ibovespa novamente nadou contra a maré vermelha e fechou em alta, impulsionado pelo avanço dos preços das commodities – sobretudo do minério de ferro. Com […]

Fechamento Hoje

Ibovespa novamente contraria exterior, sobe mais de 1% e fecha acima dos 108 mil pontos; dólar cai abaixo de R$ 5,50

Mesmo com dia negativo em Nova York, Ibovespa é impulsionado pelas commodities; varejistas e techs se recuperam com alívio nos juros futuros

CRYPTO NEWS

Cada vez mais países devem formar reservas de bitcoin ao longo de 2022; entenda como você pode aproveitar

Você provavelmente já viu uma imagem similar a esta abaixo. Ela mostra o conceito da curva de adoção, em S, de uma nova tecnologia ou produto. A curva em formato de sino é um reflexo da curva em S, mostrando o tamanho, ao longo do tempo, dos públicos que aderem a tal inovação. Malcolm Gladwell […]

NOVAS BAIXAS

Dois secretários e um diretor do Ministério da Economia pedem demissão do cargo; saiba quem são os substitutos

Um dos secretários vai para a Funpresp-Exe e o outro, para o Legislativo. Receita Federal diz que saída de seu diretor ocorreu a pedido do servidor

CONCESSÃO RECORDE

Caixa bate recorde em 2021 ao conceder R$ 140,6 bi em crédito habitacional e diz não esperar mais altas nos juros no financiamento imobiliário; entenda

O executivo afirmou que a Caixa segue os juros futuros com vencimento em oito anos para definir as taxas