Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-14T14:27:40-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
Mais um capítulo da novela

Reatando laços: Elon Musk diz que Tesla pode voltar a adotar bitcoin e moeda volta ao patamar dos US$ 40 mil

Depois de uma semana do tweet que pegou o mercado de surpresa com o “fim do namoro”, Musk volta atrás e tenta reconciliação

14 de junho de 2021
8:41 - atualizado às 14:27
Elon Musk Criptomoeda Desconhecida Olhos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O excêntrico bilionário Elon Musk voltou a movimentar os criptomercados com sua arma preferida: o twitter. O CEO da Tesla estava respondendo alguns seguidores na rede social quando afirmou que a empresa de carros elétricos vendeu apenas 10% dos seus bitcoins

Mas não foi isso que deu ânimo aos mercados e fez a principal criptomoeda subir mais de 10%. Na frase seguinte, Musk disse: “Quando uma quantidade razoável de energia renovável (em torno de 50%) for usada pelos mineradores, a Tesla pode voltar a adotar transações em bitcoin".

Isso animou os mercados na manhã desta segunda-feira (14). Por volta das 10h20, o bitcoin (BTC) avançava 12,44% nas últimas 24h, aos US$ 40.408,06, o maior patamar em quase um mês de baixa.

O HASH11, ETF (fundo de índice, em inglês) em criptomoeda da bolsa brasileira, também está em alta. No mesmo horário, ele avançava 6,27%, cotado a R$ 37,14.

Com essa valorização, todo o mercado de criptomoedas está em movimento de recuperação. O valor global do criptomercado avança 11,05%, valendo US$ 1,69 trilhão no mesmo horário. Confira como andam dez principais moedas:

Fonte: Coin Market Cap

Relembre o caso de amor

A pouco mais de uma semana, Musk usou sua conta no twitter para decretar o “fim do namoro” com o bitcoin. Naquele momento, o bilionário fez o valor da moeda, que já sofria com as restrições de mineração da China, cair na casa dos 6,0%. Desde então, o bitcoin tem lutado para se manter no patamar dos US$ 35 mil.

Poluente

O bilionário Elon Musk proibiu a Tesla de aceitar bitcoins e levantou a questão ambiental como um dos motivos. Vale lembrar que o consumo de energia elétrica da criptomoeda é quase metade do que o atual sistema bancário usa, de acordo com pesquisa recente.

Esse foi o primeiro escorregão que colocou a principal criptomoeda do mercado em rota de colisão. Em seguida, a China começou uma série de medidas para proibir a mineração de criptomoedas no país, o que atingiu as cotações em cheio e preocupou o mercado.

Você pode conferir as regiões que proibiram a mineração clicando aqui.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Tartaruga x lebre

Warren Buffett está prestes a bater o retorno do fundo de empresas de tecnologia que brilhou na crise

As ações da Berkshire Hathaway, holding do bilionário, conseguiram lentamente se aproximar do retorno do ARK Innovation ETF, da badalada gestora Cathie Wood

Concurso 2446

Mega Sena acumula; confira os números sorteados e a previsão de prêmio para o próximo concurso

As dezenas sorteadas do concurso 2446 da Mega Sena foram 1-13-27-41-51-58. Próximo sorteio acontece no dia 25 de janeiro

Em busca de liquidez

WDC Livetech da Bahia (LVTC3) fará oferta para destravar negociações com ações para o pequeno investidor

Os papéis da WDC estrearam na B3 em julho do ano passado em oferta de ações restrita a investidores profissionais

Criptocrash

O que acontece com o bitcoin? 4 razões para o novo crash do mercado de criptomoedas

O bitcoin não é o mesmo desde que atingiu a máxima histórica de quase US$ 70 mil no início de novembro. Saiba as razões para o mau momento do mercado cripto

Sonho mais distante

Carro zero mais barato agora custa pelo menos 40 salários mínimos

Com alta de 27%, salário mínimo não conseguiu acompanhar o salto três vezes maior no período (83%) do preço do carro zero mais barato; confira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies