2021-10-25T10:57:09-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) retoma os US$ 63 mil após cair na sexta-feira e outras criptomoedas sobem até 10% hoje; confira

Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo

25 de outubro de 2021
10:47 - atualizado às 10:57
A repaginada do bitcoin e outros destaques que mexem com o dia - Imagem: Freepik

O mercado de criptomoedas segue animado com a diversificação dos ativos disponíveis para o investidor norte-americano. Por volta das 9h30 desta segunda-feira (25), o bitcoin (BTC) operava em alta de 4,33%, cotado a US$ 63.039,16 (R$ 354.926,23).

A principal criptomoeda do mercado segue um pouco abaixo do recorde de US$ 66.520 batido na quarta-feira, mas ainda assim acumula um avanço de 3,45% na semana.

Outras criptomoedas aproveitam o momento favorável do mercado para subir. Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo.

#NomePreçoVAR (24h%)VAR (7d%)
1BitcoinUS$ 63.039,164,33%3,56%
2EthereumUS$ 4.134,002,72%10,69%
3Binance CoinUS$ 484,562,31%1,68%
4CardanoUS$ 2,141,18%1,00%
5TetherUS$ 1,000,04%0,08%
6SolanaUS$ 209,1610,82%33,44%
7XRPUS$ 1,091,17%0,95%
8PolkadotUS$ 43,493,03%4,91%
9DogecoinUS$ 2653,84%3,78%
10USD CoinUS$ 1,000,03%0,04%

Novo ETF de criptomoeda nos EUA

O otimismo do mercado se deve principalmente pelo lançamento do Bitcoin Strategy ETF da Valkyrie, o segundo fundo de índice (ETF, em inglês) de contratos futuros de bitcoin dos Estados Unidos.

O ativo  foi listado na Chicago Mercantile Exchange (CME) com o código BFT e começou a ser negociado na última sexta-feira (22). 

O ProShare Trust, listado na New York Stock Exchange’s Arca (NYSE Arca), foi o primeiro fundo de índice dos EUA, lançado na semana passada, com o ticker BITO.

Como a SEC, o órgão regulador americano, não reconhece criptomoedas como ativos financeiros, foram impostas algumas restrições para esses ETFs, como a necessidade de informar os investidores sobre a alta volatilidade e riscos desses fundos. 

De modo geral, o otimismo do mercado de criptomoedas foi limitado com a aprovação dos ETFs, mas os investidores seguem de olho no futuro. A SEC deve aprovar novos fundos e passar a reconhecer criptomoedas como ativos digitais, o que deve oferecer uma maior diversificação do mercado americano de criptoativos e influenciar o desempenho das moedas digitais

O que vem por aí?

O índice de força relativa (RSI, em inglês) do bitcoin aponta que os investidores seguem otimistas com o preço da criptomoeda. O indicador varia de zero a 100 e sinaliza quando o mercado está “sobrecomprado” em um determinado ativo. Este mês, o indicador está em 72,66.

A manutenção da “barreira psicológica” dos US$ 60 mil foi vista com bons olhos pelos analistas do CoinDesk. 

A próxima “barreira real” segue próxima das máximas históricas, entre US$ 64 mil e US$ 65 mil. Especialistas acreditam que até o final do ano, o bitcoin possa dobrar de valor e chegar até US$ 120 mil, mas tudo deve depender do avanço regulatório nos Estados Unidos. 

ETFs de bitcoin e criptomoedas na B3

Aqui no Brasil, os primeiros ETFs com lastro em criptomoedas foram lançados neste ano. Confira o preço dos principais ativos  negociados na B3 (fechamento da última sexta-feira, 22):

TickerGestoraPreçoVariação
HASH11HashdexR$ 62,00+3,14%
ETHE11HashdexR$ 70,30+7,10%
BITH11HashdexR$ 82,40+0,66%
QBTC11QR CapitalR$ 22,20+0,25%
QETH11QR CapitalR$ 16,55+8,65%
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

O melhor do Seu Dinheiro

Mais um alarme de preço baixo, Tesla em queda, bear market do bitcoin, novo fundo do Itaú e outras notícias que mexem com o seu bolso

Apesar de resultados sólidos no quarto trimestre, papéis de construtoras seguem em queda. Confira se é hora de comprar ações do setor e quais informações você precisa levar em conta antes de decidir

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: Bolsas no exterior tentam se recuperar da queda após decisão do Fed e Ibovespa busca manter ritmo de alta mesmo com risco fiscal no radar

Depois de tocar os 112 mil pontos ontem (26), a bolsa brasileira precisa enfrentar o ajuste de carteiras ao novo cenário de juros altos

Exclusivo

Na “caça aos unicórnios”, Itaú lança fundo para aplicar em gestores de investimentos alternativos

O banco acaba de abrir para captação o Polaris, fundo com objetivo de retorno de até 25% ao ano e foco em investimentos que vão bem além do “combo” tradicional de bolsa, dólar e juros

CONSTRUTORAS COM DESCONTO

Vendas de imóveis em alta, ações em baixa. A queda das incorporadoras abriu uma oportunidade de compra na bolsa?

Os resultados do quarto trimestre mostram que as empresas do setor entregaram desempenhos sólidos, mas as ações caminham na direção contrária

COMPRA PROGRAMADA

‘Vale Gás’: Ultragaz cria cartão que permite ‘congelar’ o preço e parcelar a compra do gás de cozinha

O GLP é um dos derivados de petróleo afetado pela alta do dólar frente ao real e pela valorização da commodity no mercado internacional