Menu
2020-01-09T10:18:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

9 de janeiro de 2020
10:18
Selo para série preços e taxas do Tesouro Direto com uma sacola de dinheiro com pernas subindo e uma porcentagem caída no chão
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

As taxas do Tesouro Direto abriram em queda nesta quinta-feira (9). O Tesouro IPCA+ 2024 (NTN-B Principal) é negociado com taxa de 2,34% ao ano mais IPCA, por um valor mínimo de R$ 59,12. O Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 2050 (NTN-B) é negociado com taxa de 3,53% ao ano mais IPCA e aplicação mínima de R$ 48,56.

Já o Tesouro Prefixado 2022 (LTN) está pagando 5,11% ao ano para quem o comprar nesta quinta-feira, com aporte mínimo de R$ 36,26. O Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 2029 (NTN-F) é negociado com taxa de 6,77% e aporte mínimo de R$ 36,34.

O único Tesouro Selic (LFT) disponível para compra atualmente no Tesouro Direto, com vencimento em 2025, está remunerando Selic + 0,02% para quem o levar até o fim do prazo. A aplicação mínima é de R$ 104,71.

Lembre-se de que essas taxas do Tesouro Direto só são válidas para quem adquirir o título hoje e o levar até o vencimento. Na venda antecipada, o retorno pode ser bem diferente, uma vez que a venda é sempre feita a preço de mercado.

Confira os preços e taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

O Tesouro Direto é o programa do Tesouro Nacional para compra e venda de títulos públicos federais on-line pela pessoa física. O investimento mínimo é de apenas R$ 30, desde que essa quantia não seja inferior a 1% do valor de um título.

Para investir no Tesouro Direto, o ideal é abrir conta em uma corretora de valores que não cobre taxa de administração. Dessa forma, o único custo do investimento, além dos impostos, é a taxa de custódia paga à bolsa, de 0,25% ao ano.

Os títulos públicos federais são os investimentos de menor risco de crédito da economia brasileira, pois são garantidos pelo governo. Mas há risco de mercado, uma vez que há volatilidade nos preços.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

BILIONÁRIO NA ÁREA

Sócio da 3G Capital entra para o mundo da infraestrutura investindo na Light

Convidado por Ronaldo Cezar Coelho, Beto Sicupira alcança participação de 9,9% no capital social da distribuidora de energia

Esquenta dos mercados

Será que vai sextar? ‘Otimismo cauteloso’ nos mercados sugere abertura em alta no Ibovespa

Bons resultados de bancos e montadoras na Europa, aprovação do remdesivir pela FDA e debate civilizado nos EUA aliviam pressão sobre ativos de risco

INICIATIVA

Governo revoga normas trabalhistas e apresenta eSocial simplificado

Foram revogadas 48 portarias trabalhistas consideradas obsoletas e assinada nova norma regulamentadora de saúde e segurança na área rural

BOLETIM OFICIAL

Covid-19: Brasil tem 24,8 mil novos casos e mais 497 mortes em 24h

Depois de São Paulo, Estados com mais mortes provocadas pelo novo coronavírus são Rio de Janeiro, Ceará, Minas Gerais e Pernambuco

Sextou com o Ruy

Quem precisa de shopping centers? E como ficam as ações do setor?

Tem gente dizendo que os shoppings estão com os dias contados e que 2020 pode ser o último ano que eles nos serão úteis para as compras de fim de ano. Será que isso é verdade?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies