Menu
2020-12-19T17:03:27-03:00
Estadão Conteúdo
fábio faria

Governo tem que vencer eleição na Câmara para pautar agenda conservadora, diz ministro das Comunicações

“Interessante ver a divisão dos blocos na disputa pela Pres da Câmara. Ficando claro quem é esquerda e direita”, escreveu Faria em sua conta oficial no Twitter

19 de dezembro de 2020
16:56 - atualizado às 17:03
50016943652_fe80551a30_c
(Brasília - DF, 17/06/2020) Ministro de Estado das Comunicações, Fábio Faria. Foto: Alan Santos/PR -

O ministro das Comunicações, Fábio Faria (PSD), disse que o governo precisa vencer a eleição para a presidência da Câmara, que ocorre no dia 1º de fevereiro de 2021, e citou a agenda conservadora, tema caro à bancada evangélica e a parte do eleitorado do presidente Jair Bolsonaro.

"Interessante ver a divisão dos blocos na disputa pela Pres da Câmara. Ficando claro quem é esquerda e direita", escreveu Faria em sua conta oficial no Twitter.

"Para avançarmos nas reformas econômicas e pautarmos a agenda conservadora temos que vencer a eleição. Aí, teremos tranquilidade para manter a retomada econômica do Brasil", destacou o ministro. Em entrevista à revista Veja, Faria já havia dito que Bolsonaro precisa ter um aliado no comando da Câmara, mas sem fazer menção direta às demandas conservadoras.

Avessos à pauta de costumes defendida por Bolsonaro, os partidos de esquerda decidiram ontem aderir ao bloco do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que ainda deve lançar um candidato à sua sucessão. PT, PDT, PSB, PCdoB e Rede se juntaram a partidos de centro e centro-direita, como MDB, PSDB, Cidadania, PV e PSL, além do próprio DEM. Ao todo, as 11 siglas somam 281 votos.

O candidato apoiado nos bastidores pelo Palácio do Planalto, Arthur Lira (PP-AL), o líder do Centrão, já anunciou a adesão de PSD, Avante, PL, PSC, Pros, PTB, Patriota, Republicanos e Solidariedade, totalizando 200 parlamentares.

No entanto, o voto para a eleição da presidência da Câmara é secreto, o que abre brecha para dissidências, apesar da orientação partidária.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SD PREMIUM

Segredos da Bolsa: Semana promete ser agitada com Copom, IBC-Br, Biden e mais…

A semana promete ser agitada, com importantes indicadores no radar e a “mudança de guarda” nos Estados Unidos

Temos vacina!

Por unanimidade, Anvisa aprova uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford/AstraZeneca

Primeiros profissionais de saúde já foram vacinados em pronunciamento do governador de São Paulo, João Doria

Mais uma recomendação

Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford/AstraZeneca

Mais cedo, área técnica havia defendido aprovação da CoronaVac

Ainda falta...

Anvisa devolve pedido de uso emergencial da Sputnik

Laboratório russo não apresentou os requisitos mínimos para que o pedido de uso emergencial pudesse ser analisado pela agência

Quase lá

Área técnica da Anvisa recomenda uso emergencial da CoronaVac

Diretores da agência analisam pedidos de uso de vacinas. No momento, a área técnica ainda faz a apresentação. Em seguida, a relatora do tema, diretora Meiruze Freitas lerá seu voto, com os outros quatro diretores da agência votando depois

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies