🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
menos casas bahia

XP reduz posição em Via Varejo e ações despencam 10%

Patamar foi alterado de 5% para 2,9% (37,7 milhões de ações); movimentação das ações não tem o propósito de alterar a composição do controle acionário, diz a gestora

Kaype Abreu
Kaype Abreu
1 de abril de 2020
10:26 - atualizado às 18:05
Fachada da loja Casas Bahia, rede pertencente à Via (VIIA3)
Casas Bahia é uma das redes de lojas operadas pela Via (VIIA3) - Imagem: Shutterstock

A XP Gestão reduziu a participação dos fundos de investimento por ela geridos na Via Varejo. As ações da varejista (VVAR3) despencam 10,61%, a R$ 4,72 no pregão desta quarta-feira (1), acumulando uma desvalorização de 57% no ano.

Segundo a XP, o patamar foi alterado de 6,6% para 2,9% - 37,7 milhões de ações. A gestora diz que a movimentação não tem o propósito de alterar a composição do controle acionário ou a estrutura administrativa da Via Varejo.

Ontem o gestor da casa, João Luiz Braga, anunciou a reabertura de captação de fundos de longo prazo. Via Twitter, ele disse que no momento não faz sentido concentrar a carteira como há dois meses, "quando era difícil encontrar ativos baratos na bolsa".

"Compramos empresas que são dolarizadas e sofreram muito, como Vale e Suzano. E várias outras que caíram muito", disse. "Continuamos comprados e podemos reconcentrar posição em qualquer ativo a qualquer momento".

A XP investiu na Via Varejo no ano passado, quando a família do fundador retomou o controle acionário da empresa. Na ocasião, o empresário Michael Klein adquiriu toda a participação do Grupo Pão de Açúcar (GPA) na varejista. A XP entrou no negócio obtendo quase 8% de participação na companhia.

Desconfiança

No mês passado, a Via Varejo teve de divulgar antes do balanço a sua dívida bancária, após algumas casas avaliarem que a companhia teria dificuldades de alavancagem em meio à crise do coronavírus.

O endividamento da companhia chegou a R$ 1,6 bilhão no final de 2019 - a empresa tinha R$ 1,4 bilhão em caixa, conferindo um índice de liquidez de 0,8%.

Para os analistas do BTG Pactual, será importante monitorar as iniciativas de contingência da Via Varejo para economizar dinheiro durante o período de crise. No último dia 26, a empresa informou que deve vender de maneira remota para mitigar os efeitos das lojas fechadas.

A Via Varejo registrou um lucro de R$ 78 milhões no quarto trimestre de 2019, revertendo um prejuízo de R$ 282 milhões no mesmo período do ano anterior. No ano, a varejista teve prejuízo de R$ 479 milhões.

Compartilhe

MEIOS DE PAGAMENTO

Cielo se prepara para sair da bolsa e uma dupla de empresas de maquininhas pode surfar essa onda, mas o Santander tem uma favorita

12 de junho de 2024 - 17:33

Os analistas avaliam que existe uma boa janela de curto prazo para a Stone e a PagSeguro em meio à queda das ações e à OPA da Cielo; veja quem é a preferida

Rali das “meme stocks”

‘Efeito Roaring Kitty’ faz GameStop levantar mais de US$ 2 bilhões com venda de ações

12 de junho de 2024 - 16:04

Varejista de videogames vendeu 75 milhões de ações após volta de trader que inspirou o épico ‘short squeeze’ em 2021

Mercado acionário

Bank of America corta preço-alvo para ações de bancões brasileiros, mas mantém recomendação

12 de junho de 2024 - 15:10

Combinação de receitas diversificadas, funding, controle de custos e balanços fortes são os fatores positivos apontados pelos analistas

DINHEIRO NO BOLSO

Dividendos milionários: Grupo Mateus (GMAT3) vai pagar mais de R$ 134 milhões para acionistas; confira os prazos e como receber

12 de junho de 2024 - 12:50

O anúncio da distribuição do JCP ocorre em um momento positivo para a companhia, que vem contrariando a crise no varejo

Quem vai ficar com ela

Acionistas da Braskem descartam negociação com a Petrochina

12 de junho de 2024 - 11:42

Companhia informou à CVM que seus controladores, Petrobras e Novonor, negam as negociações

UM NOVO PEDIDO

Vale (VALE3), BHP e Samarco fazem nova proposta bilionária por desastre em Mariana — mas ainda é menos do que o governo exige

12 de junho de 2024 - 10:39

Junto com a BHP Brasil e a Samarco, as mineradoras se propuseram a pagar R$ 140 bilhões pela tragédia na barragem

MAIS UMA FATIA

Do papel ao pano, Suzano (SUZB3) entra no ramo têxtil e compra 15% de fabricante de fibras por cerca de R$ 1,3 bilhão

12 de junho de 2024 - 8:54

Além da aquisição, o acordo com acionistas da B&C inclui o direito da Suzano a duas cadeiras no conselho de administração da Lenzing

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Diversidade de gênero: presidente da ABVCAP anuncia iniciativa para impulsionar mulheres em carreiras de investimentos

11 de junho de 2024 - 19:45

Em entrevista ao Seu Dinheiro, Priscila Rodrigues, presidente da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital contou detalhes do projeto de incentivo a mulheres

CONFIRA OS CENÁRIOS

Rede D’Or (RDOR3) quer recomprar até R$ 1 bilhão em ações e deve usar reserva de lucros para isso; como ficam os acionistas?

11 de junho de 2024 - 18:38

A empresa poderá adquirir até 30 milhões de ações ordinárias, soma que corresponde a 10% do total em circulação no pregão de ontem

APÓS FUSÃO FRUSTRADA

Santander corta o preço-alvo da PetroReconcavo (RECV3), mas mantém recomendação de compra e ações saltam 4% na bolsa

11 de junho de 2024 - 15:25

Para o segundo semestre, a expectativa é de que a PetroReconcavo pise no acelerador, para uma média de 27 mil boed até o fim de 2024 e de 31 mil boed em 2025

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar