Menu
2020-01-29T18:56:01-03:00
Victor Aguiar
Victor Aguiar
Jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero e com MBA em Informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais pelo Instituto Educacional BM&FBovespa e UBS Escola de Negócios. Trabalhou nas principais redações de economia do país, como Bloomberg, Agência CMA, Agência Estado/Broadcast e Valor Econômico.
Nova cartada do bilionário

Warren Buffett vende seu império de jornais por US$ 140 milhões e deixa o setor de imprensa

A Berkshire Hathaway, conglomerado de investimentos administrado por Warren Buffett, vendeu hoje sua divisão de jornais à Lee Enterprises

29 de janeiro de 2020
13:58 - atualizado às 18:56
Warren Buffett, investidor americano
Imagem: Shutterstock

Os dias do megainvestidor Warren Buffett como dono de jornal chegaram ao fim nesta quarta-feira (29). Mais cedo, o bilionário anunciou a venda de seu império de publicações para a Lee Enterprises, por US$ 140 milhões — deixando de vez o setor de imprensa.

Buffett, um entusiasta da mídia impressa, era dono do The Buffalo News, de Nova York, desde 1977. Desde então, ele comprou diversas publicações e criou a BH Media Group para administrar todos os ativos dessa natureza — atualmente, a empresa era responsável por 31 jornais.

A Lee Enterprises é uma editora tradicional dos Estados Unidos e que possui mais de 200 publicações sob sua responsabilidade. O mercado gostou da novidade: as ações da companhia (LEE) dispararam 66,67%, a US$ 2,10.

Os papéis da Berkshire Hathaway — o conglomerado de investimentos administrado por Buffett e que controlava a BH Media Group — também ficaram no azul: fecharam em alta de 0,21%, a US$ 224,50.

"Acreditamos que a Lee é a empresa melhor posicionada para gerenciar [os jornais da BH Media] em meio aos desafios do setor", escreveu Buffett, em mensagem aos acionistas. "Nenhuma companhia está mais comprometida com a função vital de distribuir notícias locais de alta qualidade".

Além das declarações frisando o compromisso da Lee em continuar publicando os jornais da BH Media, Buffett ainda deu outro sinal de que pretende continuar zelando por suas antigas publicações à distância: a Berkshire Hathaway financiou a operação.

O conglomerado administrado pelo bilionário concedeu uma linha de financiamento de longo prazo de US$ 576 milhões à Lee, com uma taxa anual de 9%. Assim, parte desse montante será usado para comprar a BH Media, e o restante irá para refinanciar a dívida atual da empresa, de US$ 400 milhões.

"Tenho a confiança de que nossos jornais estarão em boas mãos, e também estou satisfeito em aprofundar o relacionamento de longo prazo com a Lee através do acordo de financiamento".

As 31 publicações controladas por pela BH Media eram publicadas em 10 estados americanos: Alabama, Iowa, Nebraska, Nova Jersey, Nova York, Carolina do Norte, Oklahoma, Carolina do Sul, Texas e Virgínia.

Veja abaixo a capa de hoje do The Buffalo News — a última sob o comando de Buffet:

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Seu Dinheiro na sua noite

O pior pregão desde o ‘Joesley Day’

Se o ano no Brasil só começa mesmo depois do Carnaval, 2020 resolveu chegar logo com uma voadora no peito dos brasileiros. Enquanto nós descansávamos ou curtíamos a folia, os mercados no exterior amargavam fortes perdas diante do agravamento da disseminação do coronavírus fora da China, notadamente na Itália. Pois bem, após a batucada pela […]

Gigante de tecnologia

Microsoft revê projeção trimestral e cita impactos do coronavírus

Empresa de tecnologia vive uma demora maior do que a esperada para a volta ao normal das operações em suas cadeias de suprimento

Caos na bolsa

Pressionado pelo coronavírus, Ibovespa cai 7% e tem o pior pregão desde o Joesley Day

O Ibovespa perdeu quase oito mil pontos nesta quarta-feira, impactado por um forte movimento de correção por causa da disparada de casos do coronavírus fora da China — todas as ações do índice fecharam em queda. Já o dólar à vista subiu a R$ 4,44, cravando mais um recorde nominal de encerramento

Mais uma polêmica

Vídeo de Eduardo Bolsonaro defendendo Orçamento impositivo circula pelo WhasApp

Vídeo mostra a fala do parlamentar no plenário da Câmara, no dia 26 de março do ano passado

Surto mundial

Por coronavírus, Costa Cruzeiros amplia medida de segurança em seus navios; Nestlé aconselha funcionários a não viajarem

Entre as providências está a proibição da entrada de pessoas que tenham viajado para países e regiões afetadas pela doença

FORA DO AR

Investidores da XP relatam problemas para acessar home broker nesta quarta-feira

Ao ser procurada, a assessoria de imprensa informou que “a plataforma apresentou lentidão para alguns clientes no início da tarde desta quarta-feira”

Medida do BC

Moody’s: diminuição de compulsório para depósitos a prazo é positiva

Para a agência, os gigantes do mercado são os mais beneficiados, por deterem 72% de todos os depósitos a prazo no Brasil

CDS no radar

Risco-país do Brasil tem novo dia de alta e vai a 106 pontos

Desde o começo de fevereiro o CDS vinha sendo negociado abaixo dos 100 pontos

CRIPTOMOEDAS

Criptomoedas ainda mantêm um papel limitado como forma de proteção, para analistas do JPMorgan

Apesar da baixa correlação das criptomoedas com ativos tradicionais, analistas do banco acreditam que elas ainda não podem servir como hedge da carteira

Gastos no exterior

Compras com cartão no exterior serão cobradas conforme a taxa de câmbio do dia

Opção estará disponível a consumidores a partir de 1º de março e já estava autorizada pelo BC desde 2016; atualmente, valor a ser pago na fatura é definido dez dias antes do fechamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements