Menu
2020-10-09T17:12:29-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
quem vai ficar com a linx?

Totvs prorroga oferta a Linx e critica administração da empresa

Companhia elevou novamente o tom contra a administração da Linx por causa da decisão de não incluir a proposta da Totvs em assembleia de acionistas

8 de outubro de 2020
18:42 - atualizado às 17:12
Linx
Imagem: Shutterstok

A empresa de software Totvs prorrogou até 17 de novembro a validade da proposta de combinação de negócios com a Linx - apresentada originalmente em 14 de agosto e com o prazo de 13 de outubro.

A companhia elevou novamente o tom contra a administração da Linx por causa da decisão de não incluir a proposta da Totvs em assembleia de acionistas - listando uma série de decisões do grupo que teriam prejudicado o andamento das negociações e favorecido a Stone.

Em seguida, em documento enviado ao mercado nesta quinta-feira (8), a companhia responde a justificativa do comitê independente da Linx para a submissão aos acionistas da Linx apenas do negócio com a Stone.

A empresa lembra que, desde o início das negociações, conselheiros independentes da Linx assumiram o compromisso de garantir uma competição justa. Mas que sucessivos aditivos e análise apressada das propostas teriam resultado, para a Totvs, em perda da independência dos conselheiros.

O que mais diz a Totvs

Para a Totvs, as sinergias teriam sido desconsideradas pela administração da Linx. "Sob o pretexto de a Totvs não ter fornecido informações detalhadas sobre sinergias, os assessores financeiros do comitê independente da Linx simplesmente não consideraram nenhum valor de potenciais sinergias para a proposta da Totvs", diz a companhia.

De acordo com a empresa, os assessores financeiros do comitê independente da Linx induziram ao entendimento "equivocado" de que seria, necessariamente, uma desvantagem o fato de a proposta da Totvs estar primariamente baseada em ações.

A companhia ainda responde à tese de falta de reciprocidade de ajuste na relação de troca. "Os assessores jurídicos da Totvs afirmaram [...] quanto à concessão da reciprocidade de tratamento para ajuste da relação de troca das ações em razão do pagamento de dividendos, juros sobre capital próprio e outros proventos, que o texto do protocolo de justificação e incorporação passaria a refletir esse ajuste", afirma.

"Por outro lado, a Totvs rejeitou, como não poderia deixar de ser, o pedido transmitido pelos assessores do comitê independente da Linx no sentido de permitir o pagamento de um dividendo de até R$ 200 milhões pela Linx, sem qualquer ajuste na relação de troca".

O que está em jogo

Não é a primeira vez que a Totvs sobe o tom contra a administração da Linx. A empresa já havia criticado a recusa do conselho independente em assinar a minuta do protocolo de incorporação da Totvs.

A briga entre as companhias começou quando o conselho de administração da Linx assinou contrato de venda para Stone, no dia 11 de agosto, por R$ 6,04 bilhões. A proposta envolvia um pagamento diferenciado aos fundadores da Linx.

Além de acionistas, eles ocupam três das cinco vagas do conselho e fecharam acordos de não-competição com a Stone. O negócio recebeu críticas de parte do mercado, que viu nesses contratos uma forma de prêmio de controle disfarçado.

A Totvs entrou formalmente na disputa pela Linx com uma proposta de R$ 6,1 bilhões dias depois do negócio com a Stone. Mas alega que já havia procurado a empresa antes e preparava uma proposta quando foi surpreendida com o anúncio da transação.

A Stone aumentou o valor da oferta pela Linx para R$ 6,28 bilhões em 1º de setembro, mas manteve o pagamento diferenciado a fundadores, ainda que em condições menos vantajosas em relação à oferta original.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

No mundo corporativo, quem não diversifica, se trumbica

De uns tempos para cá, uma antiga fala de Warren Buffett tem pipocado nas minhas redes. Nela, o megainvestidor diz que “diversificação não faz sentido para quem sabe o que está fazendo” — e ele, naturalmente, se coloca como um sábio. Longe de mim querer contrariar o oráculo do mercado financeiro, mas é preciso tomar […]

nos ares

Boeing realiza 1º voo do maior avião da família 737 MAX e inicia fase de testes

Empresa vem trabalhando para superar acidentes aéreos envolvendo a família de aviões 737 MAX. No Brasil, a Gol tem um pedido firme do 737-10

pix questionado

Procon-SP notifica bancos por brechas exploradas por ladrões de celulares

São requisitados esclarecimentos sobre dispositivos de segurança, bloqueio, exclusão de dados de forma remota e rastreamento de operações financeiras disponibilizados aos clientes vítimas de furto ou roubo

FECHAMENTO DA SEMANA

Juros futuros são grandes protagonistas da semana e ainda prometem mais emoção; dólar recua 1% e bolsa fica no vermelho

Com Copom duro e a sinalização de uma possível elevação nas taxas de juros nos EUA, os principais contratos de DI dispararam. Na semana, o dólar recuou com o forte fluxo estrangeiro e a bolsa seguiu o ritmo das commodities (mais uma vez)

Calendário completo

Banco Central: veja as datas das reuniões do Copom em 2022

O Copom é o órgão do BC responsável por definir, a cada 45 dias, a taxa básica de juros da economia brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies