Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-13T18:18:19-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fazendo a nossa parte

Presidente da Febraban diz a Maia que bancos estão ‘focados e concedendo crédito’

Participante de live organizada pela Febraban, Rodrigo Maia cobrou maior participação dos bancos na liberação de crédito para famílias e empresas

13 de abril de 2020
15:31 - atualizado às 18:18
Isaac Sidney, presidente da Febraban
Isaac Sidney, presidente da Febraban - Imagem: Beto Nociti/BCB

O presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney, sinalizou nesta segunda-feira, 13, que as instituições financeiras estão comprometidas em conceder empréstimos e renegociar dívidas em função da crise do coronavírus. "Posso garantir a Maia que os bancos estão focados e concedendo crédito", disse Sidney, participante de live organizada pela Febraban juntamente com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que cobrou maior participação dos bancos na liberação de crédito para famílias e empresas.

Segundo ele, os bancos já renegociaram entre R$ 130 bilhões e R$ 150 bilhões de empréstimos.

De acordo com Sidney, a demanda de crédito para folha de pagamento ainda é pequena e a expectativa é de que demanda por essa modalidade de crédito cresça mais a partir do dia 20. "Estamos próximos dos R$ 400 bilhões em concessões de crédito, considerando as novas negociações", disse.

Para ele, os bancos estão trabalhando intensamente para dar carência também no crédito consignado.

Doações

De acordo com Sidney, os bancos já doaram R$ 1,5 bilhão para fretes sociais e humanitários. Ele fez a afirmação em resposta a Maia, que, durante a transmissão, cobrou maior participação dos bancos no esforço para o combate ao coronavírus.

O problema, de acordo com Sidney, é que grandes empresas demandam valores elevados que impactam a liquidez dos bancos e os juros.

Carência

Segundo Sidney, os bancos poderão dar mais carência para pagamentos de empréstimos caso o quadro de crise se mantenha. "Se o quadro de crise se mantiver, os bancos poderão dar mais carência em empréstimos", disse.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em queda após aumento de juros e IGP-M acima do esperado e dólar avança hoje

A agenda de balanços conta com Petrobras e Vale, enquanto o exterior deve sentir cautela antes da inflação nos EUA amanhã

O melhor do Seu Dinheiro

Nem tudo é terra arrasada pela alta dos juros, o mercado pós-Copom e outros destaques do dia

O aperto monetário ressuscitou a renda fixa, com alguns CDBs voltando a pagar taxas de 1% ao mês ou mais.

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje?: Unidos do Aperto Monetário… Nota… Dez!

Como se não bastasse ter que se preocupar com os resultados de Vale e Petrobras, que juntas representam mais de 20% do Ibovespa, ainda teremos que digerir a alta de 150 pontos-base da Selic

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: bolsa deve refletir taxa de juros mais alta em dia de leitura do PIB dos EUA

A agenda de balanços conta com Petrobras e Vale, enquanto o exterior deve sentir cautela antes da inflação nos EUA amanhã

NA DÚVIDA, ADIA

No restabelecimento da presença obrigatória em Brasília, governo fica sem quorum e retira PEC dos Precatórios

Nova tentativa de votação é esperada para hoje, mas o temor de que não haja deputados em quantidade suficiente para a aprovação persiste

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies