Menu
2020-01-13T08:05:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
vida pós-Ghosn?

Nissan prepara possível separação da Renault

Conversa acontece em meio a polêmica envolvendo o ex-executivo da aliança, Carlos Ghosn. O brasileiro, que fugiu do Japão, acusa executivos da Nissan de complô

13 de janeiro de 2020
8:05
Carlos Ghosn
Carlos Ghosn, ex-presidente do grupo Renault-Nissan. - Imagem: Shutterstock

Executivos da montadora japonesa Nissan aceleram no planejamento de uma eventual separação da Renault. Os planos incluem uma divisão das áreas de engenharia e manufatura e mudanças no conselho, disse o Financial Times.

A conversa acontece em meio a polêmica envolvendo o ex-executivo da aliança, Carlos Ghosn. O brasileiro foi preso no Japão, mas pagou fiança e aguardava julgamento em uma espécie de prisão domiciliar. No final do mês passado, Ghosn fugiu para o Líbano, acusando executivos da Nissan de um complô contra ele.

A aliança entre as empresas existe há mais de 20 anos e já foi liderada por Ghosn antes de sua prisão. Agora, segundo o Financial Times, a parceria com a Renault se tornou "tóxica" - muitos executivos da Nissan dizem acreditar que a empresa francesa põe para baixo o grupo japonês.

A separação poderia levar as empresas a procurarem novos parceiros, em um contexto de queda de vendas, ainda segundo a publicação, que cita também o aumento de custos e mais competitividade. Nissan e Renault não comentaram a reportagem.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta segunda-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

MERCADOS HOJE

Vacina anima investidores e Ibovespa vai na contramão da cautela global

Em dia de Wall Street fechada, o mercado deve refletir uma liquidez menor. Os investidores também repercutem os dados do IBC-Br

acelera aí

Gol cobra agilidade da Smiles na análise de incorporação

Companhia aérea afirma que demora na avaliação da proposta resultará em atraso substancial na reorganização das empresas

Exile on Wall Street

Crescidos e vacinados

Há tempos, me preocupo com a possibilidade de estarmos usando um arcabouço velho para um mundo novo.

o melhor do seu dinheiro

A bolsa e o teto sobre nós

É sempre bom ouvir o que Luiz Fernando Figueiredo tem a dizer. Em junho passado, quando falou com o Seu Dinheiro pela última vez, o ex-diretor do Banco Central e sócio-fundador da Mauá Capital praticamente cantou a bola de quais seriam os próximos movimentos da taxa básica de juros (Selic). De lá para cá, o […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies