🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Estadão Conteúdo
caso de corrupção

Após pagar fiança, Carlos Ghosn é libertado da prisão em Tóquio

Ghosn é acusado de falsificar informes sobre seus rendimentos e de ter se beneficiado pessoalmente de recursos da Nissan

Estadão Conteúdo
6 de março de 2019
8:14 - atualizado às 9:54
Carlos Ghosn
Carlos Ghosn, ex-presidente do grupo Renault-Nissan. - Imagem: Shutterstock

Após 108 dias preso em Tóquio, o executivo Carlos Ghosn foi libertado nesta quarta-feira, 6. O brasileiro pagou fiança de R$ 33,8 milhões, estabelecida na véspera pela Justiça japonesa. A informação foi divulgada pela emissora de TV NHK.

Ghosn é acusado de falsificar informes sobre seus rendimentos e de ter se beneficiado pessoalmente de recursos da Nissan, montadora japonesa da qual foi o principal executivo e o presidente do conselho de administração.

O julgamento do brasileiro não está marcado, mas não deverá ocorrer em um prazo inferior a seis meses, segundo a avaliação de advogados. Até lá, Ghosn permanecerá vivendo em Tóquio.

Imagens da NHK mostram Ghosn saindo da prisão vestindo um uniforme, máscara e boné. Ele deixou o prédio entrou em uma van, sob os olhares de centenas de jornalistas que o aguardavam. O executivo nega irregularidades e diz estar passando por um "terrível martírio".

Compartilhe

após reportagem

Nissan nega plano de desfazer aliança com Renault e Mitsubishi

14 de janeiro de 2020 - 8:34

Jornal Financial Times havia afirmado que altos executivos da Nissan haviam acelerado planos de contingência para uma possível separação da Renault

em entrevista

Carlos Ghosn processa Renault e exige pagamento por desligamento da empresa

14 de janeiro de 2020 - 6:51

Executivo chamou a renúncia da Renault de “farsa”. Ele disse que está exigindo todos os direitos relacionados à sua demissão

vida pós-Ghosn?

Nissan prepara possível separação da Renault

13 de janeiro de 2020 - 8:05

Conversa acontece em meio a polêmica envolvendo o ex-executivo da aliança, Carlos Ghosn. O brasileiro, que fugiu do Japão, acusa executivos da Nissan de complô

brasileiro se explica

Sistema no Japão é corrupto e definiu minha culpa desde o primeiro dia, diz Carlos Ghosn, após fugir do país

8 de janeiro de 2020 - 10:37

É a primeira vez que o brasileiro se pronuncia à imprensa desde que fugiu do país asiático para o Líbano, no último dia 30

ex-executivo da Nissan

Carlos Ghosn: Japão diz que fará de tudo para obter a extradição do executivo

7 de janeiro de 2020 - 8:19

Secretário-chefe do gabinete japonês diz que vai garantir que os detalhes da partida de Ghosn sejam verificados e que se tomem medidas para evitar que incidentes voltem a ocorrer

Caso Ghosn

Oficiais japoneses dizem que Ghosn teria recebido julgamento justo

5 de janeiro de 2020 - 13:05

Autoridades do Japão fazem os primeiros comentários públicos sobre a fuga de Carlos Ghosn do país: “ele procurou evitar a punição por seus próprios crimes”.

Fuga do Japão

Carlos Ghosn fugiu após Nissan cessar monitoramento

5 de janeiro de 2020 - 12:54

Montadora havia contratado empresa de vigilância para monitorar executivo, mas suspendeu monitoramento após protestos de advogados

caso Ghosn

Carlos Ghosn procurou produtor de ‘Birdman’ para fazer filme sobre seu caso

3 de janeiro de 2020 - 12:42

Segundo o jornal The New York Times, o executivo encontrou-se em dezembro em Tóquio com o produtor de Hollywood John Lesher,

MAIS UM COMUNICADO

Em novo comunicado, Ghosn nega que família tenha auxiliado sua fuga do Japão

2 de janeiro de 2020 - 15:25

A fuga do Japão é o mais novo capítulo na saga de Carlos Ghosn com a Justiça japonesa, que começou em novembro de 2018

do outro lado do mundo

Promotores fazem buscas na casa de Carlos Ghosn, ex-CEO da Renault-Nissan do Japão

2 de janeiro de 2020 - 11:26

Carlos Ghosn partiu do Japão clandestinamente enquanto estava em liberdade sob fiança e chegou no Líbano na segunda-feira

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar