Menu
2019-04-05T15:39:54-03:00
Estadão Conteúdo
Após caso Ghosn

Renault, Nissan e Mitsubishi revisam estrutura de aliança com nova diretoria

Empresas informaram que vão estabelecer uma diretoria operacional para substituir a estrutura anterior, que era considerada complicada

12 de março de 2019
12:13 - atualizado às 15:39
Mitsubishi – Nissan – Renault
Imagem: Seu Dinheiro/Shutterstock

Os chefes da Renault, Nissan e Mitsubishi anunciaram hoje uma revisão da estrutura de liderança da aliança das montadoras, que havia sido elaborada pelo empresário brasileiro Carlos Ghosn, em busca de um recomeço após a prisão e afastamento de Ghosn.

As empresas informaram que vão estabelecer uma diretoria operacional para substituir a estrutura anterior, que era considerada complicada.

A nova diretoria se reunirá mensalmente em Paris e Tóquio e será encabeçada pelo novo presidente da Renault, Jean-Dominique Senard. Seus demais integrantes serão os executivos-chefes das três montadoras.

A diretoria substituirá duas subsidiárias com sede na Holanda, uma das quais era ligada à Nissan e Renault e a outra à Nissan e Mitsubishi.

O anúncio de hoje marca uma melhora das relações entre Renault e Nissan após tensões causadas pela inesperada prisão de Ghosn em 19 de novembro do ano passado, ocorrida após uma investigação sigilosa da Nissan sobre sua conduta.

Ghosn é acusado de ter fraudado declarações de renda na montadora japonesa. Ghosn, que foi libertado mediante pagamento de fiança na semana passada, alega inocência.

Ghosn, que deixou a liderança das empresas, mas ainda é diretor da Nissan, havia pedido para participar da reunião executiva realizada mais cedo pela montadora japonesa. Sua solicitação, porém, foi rejeitada por um tribunal em Tóquio.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Dirceu Gardel, CEO da Boa Vista

Lições da pandemia: em meio às incertezas, há de se ter convicções

Apostamos em medidas que nos proporcionam, agora, segurança em nossos esforços de gerar transformações benéficas para o mercado de crédito do país

na agenda

Questões sobre MP da privatização da Eletrobras serão decididas nesta quarta, diz Pacheco

Senado deve discutir inclusive os requerimentos de impugnação de jabutis – como são chamados as emendas com temas estranhos à proposta original

seu dinheiro na sua noite

De carona no trem das commodities

Quando falamos em ações que se beneficiam da reabertura da economia pós-covid, logo se destacam os papéis de empresas ligadas à produção de commodities. Quem vem apostando nesses ativos neste ano está se dando bem. Mas é bem verdade que a “tese da reabertura” já está em andamento. Para quem perdeu esse trem, ainda dá […]

aquisição via controlada

Ambipar compra 100% da Ecológica Nordeste

Negócio está em linha com seu plano estratégico de crescimento, com captura de sinergias e potencial maximização das margens e retorno, diz a empresa

denúncia da fup

Médicos da Petrobras receitam remédio sem eficácia a funcionários com covid-19

A estatal segue o comportamento do governo federal, que liderado pelo presidente Jair Bolsonaro, defende o tratamento precoce do covid-19 via medicamentos não aceitos pela OMS

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies