Menu
2019-04-05T15:39:54-03:00
Estadão Conteúdo
Após caso Ghosn

Renault, Nissan e Mitsubishi revisam estrutura de aliança com nova diretoria

Empresas informaram que vão estabelecer uma diretoria operacional para substituir a estrutura anterior, que era considerada complicada

12 de março de 2019
12:13 - atualizado às 15:39
Mitsubishi – Nissan – Renault
Imagem: Seu Dinheiro/Shutterstock

Os chefes da Renault, Nissan e Mitsubishi anunciaram hoje uma revisão da estrutura de liderança da aliança das montadoras, que havia sido elaborada pelo empresário brasileiro Carlos Ghosn, em busca de um recomeço após a prisão e afastamento de Ghosn.

As empresas informaram que vão estabelecer uma diretoria operacional para substituir a estrutura anterior, que era considerada complicada.

A nova diretoria se reunirá mensalmente em Paris e Tóquio e será encabeçada pelo novo presidente da Renault, Jean-Dominique Senard. Seus demais integrantes serão os executivos-chefes das três montadoras.

A diretoria substituirá duas subsidiárias com sede na Holanda, uma das quais era ligada à Nissan e Renault e a outra à Nissan e Mitsubishi.

O anúncio de hoje marca uma melhora das relações entre Renault e Nissan após tensões causadas pela inesperada prisão de Ghosn em 19 de novembro do ano passado, ocorrida após uma investigação sigilosa da Nissan sobre sua conduta.

Ghosn é acusado de ter fraudado declarações de renda na montadora japonesa. Ghosn, que foi libertado mediante pagamento de fiança na semana passada, alega inocência.

Ghosn, que deixou a liderança das empresas, mas ainda é diretor da Nissan, havia pedido para participar da reunião executiva realizada mais cedo pela montadora japonesa. Sua solicitação, porém, foi rejeitada por um tribunal em Tóquio.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mais uma opção

Empresa protocola na Anvisa pedido para uso emergencial da Sputnik V

Neste domingo, Anvisa se reunirá para tratar de pedidos para uso de vacinas CoronaVac e a da AstraZeneca/Oxford

Seguro obrigatório

Pagamento de indenizações do DPVAT passa a ser feito pela Caixa

Banco agora é o responsável pela gestão dos recursos do seguro e pelo pagamento das indenizações. A medida começa a valer a partir desta segunda-feira

Sinal verde

Bolsonaro não deve mais barrar a Huawei no leilão do 5G no Brasil

Segundo fontes do Palácio do Planalto e do setor de telecomunicações, o banimento da empresa chinesa provocaria um custo bilionário com a troca dos equipamentos

Impasse

Guedes monta operação ‘apara arestas’ para manter Brandão à frente do Banco do Brasil

Por enquanto, o presidente do BB está no “limbo” na avaliação de funcionários do próprio banco, sem uma manifestação pública do presidente e de Guedes

IPO

Espaçolaser pode arrecadar até R$ 3 bilhões em estreia na B3

Maior rede de clínicas de depilação do País lançou ontem sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies