Menu
2020-09-12T08:29:58-03:00
Estadão Conteúdo
Dinheiro novo

Fintech Iugu recebe aporte do Goldman Sachs

Fundada em 2011, a empresa do setor de pagamentos vai usar o investimento, o maior que recebeu até agora, para expandir os serviços pelo País

12 de setembro de 2020
8:29
Fintech Iugu
Imagem: Reprodução Instagram

A fintech brasileira Iugu, dona de um sistema que automatiza cobranças para empresas, anunciou nesta sexta-feira ter recebido uma nova rodada de aportes liderada pelo banco Goldman Sachs. Fundada em 2011, a empresa do setor de pagamentos vai usar o investimento, o maior que recebeu até agora, para expandir os serviços pelo País.

"Acreditamos que, tendo o Goldman Sachs como investidor, conseguiremos acelerar nosso próximo ciclo de crescimento", afirmou, em nota, o fundador e presidente executivo da Iugu, Patrick Negri.

Em comunicado, a empresa afirma ainda que também vai destinar recursos para contratar talentos e ampliar sua oferta de produtos.

Hoje, a Iugu faz soluções para outras empresas como emissão de boletos, processamento de pagamentos e reconciliação de faturas e contas a receber. Na visão do Goldman Sachs, a motivação para o investimento foi o fato de a empresa ajudar a solucionar problemas para os clientes, em vez de ser simplesmente um provedor de meios de pagamento, afirmou Cristiano Camargo, diretor da visão de merchant banking da instituição.

O aporte surge semanas após o Banco Central autorizar a Iugu a atuar como instituição de pagamentos - mesmo tipo de licença que é utilizada por outras fintechs para fornecer serviços como contas digitais, por exemplo.

Leia também:

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Fiador sem crédito

Investidores veem omissão de Guedes no Renda Cidadã e mostram cansaço com “Posto Ipiranga”

Agentes do mercado financeiro questionam voto de confiança no ministro da Economia como fiador da disciplina fiscal

recadinho

Relevância do cumprimento do teto no pós-crise será ainda maior, diz Tesouro

Tesouro Nacional reforçou o alerta de que é preciso acelerar as reformas para manter a confiança dos investidores e os juros baixos

impacto fiscal

Rombo nas contas do governo soma R$ 647,8 bilhões até agosto

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 87,835 bilhões de julho

GIGANTE DEBILITADO

Membro do Fed projeta contração de 3% do PIB dos EUA em 2020

Presidente da distrital de Dallas também estima crescimento de 3,5% da economia em 2021

compras em meio à crise

Cauteloso no início da pandemia, Warren Buffett investiu US$ 19 bilhões desde julho

No terceiro trimestre, a Berkshire Hathaway anunciou a compra de ativos de energia, aumentou participação em banco e até embarcou em um IPO de tecnologia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements