Menu
2020-09-03T09:08:08-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ações já caíram 60% neste ano

Embraer anuncia demissão de 4,5% do efetivo total

Número corresponde a 900 funcionários no Brasil; segundo a empresa, as demissões estão relacionadas os efeitos da pandemia e o cancelamento do acordo com a Boeing

3 de setembro de 2020
8:50 - atualizado às 9:08
Embraer
Imagem: Wikpedia

A Embraer anunciou a demissão de 900 funcionários no Brasil - número que equivale a 4,5% do efetivo total da empresa. Segundo a empresa, as demissões estão relacionadas os efeitos da pandemia e o cancelamento do acordo com a Boeing.

Com a medida, a companhia diz que espera assegurar a sustentabilidade da empresa e capacidade de engenharia. Desde janeiro, os papéis da Embraer (EMBR3) tem queda de 60% - eram negociados a R$ 7,57 nesta quarta-feira 2).

A pandemia afetou particularmente a aviação comercial da Embraer, que no primeiro semestre de 2020 apresentou redução de 75% das entregas de aeronaves, em comparação com o mesmo período do ano passado.

A situação se agravou com a duplicação de estruturas para atender a separação da aviação comercial, em preparação à parceria não concretizada por iniciativa da Boeing, e pela falta de expectativa de recuperação do setor de transporte aéreo no curto e médio prazo.

Desde o início da pandemia, a Embraer anunciou uma série de medidas para preservar empregos como férias coletivas, redução de jornada, lay-off, licença remunerada e três planos de demissão voluntária (PDV).

Também reduziu o trabalho presencial nas plantas industriais com o objetivo de zelar pela saúde dos colaboradores e garantir a continuidade dos negócios. Os três PDVs registraram adesão voluntária de cerca de 1,6 mil colaboradores no Brasil.

Redução de quadro

era esperado que, após a conclusão da venda da divisão de aviões comerciais para a Boeing, a Embraer enxugasse o quadro de funcionários.

Quando o atual presidente da companhia, Francisco Gomes Neto, teve seu nome anunciado para o cargo, mais de um ano atrás, os comentários no mercado apontavam que ele teria como meta tornar a Embraer mais eficiente, reduzindo todos os gastos possíveis, o que implicaria em demissões.

A tarefa do executivo se tornou mais árdua com a desistência da compra de parte da empresa pela Boeing e com a crise do coronavírus. Em meio à pandemia, as vendas de aviões devem despencar em 2020 e, segundo especialistas, não vão se recuperar em menos de três anos.

Como se não bastasse, a fabricante de aviões gastou, no ano passado, R$ 485,5 milhões para separar a unidade de negócios que iria para a Boeing. Com o acordo desfeito, a prioridade agora é economizar.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

É dia de feira?

Maia diz que meta flexível em 2021 é ‘jabuticaba brasileira”

O governo resolveu abandonar uma meta fixa de resultado primário no ano que vem.

A queridinha de Wall Street

Ações da Tesla, de Elon Musk, sobem forte após recomendação do Goldman Sachs

A forte alta anual dos papéis ganhou ainda mais força depois da inclusão da Tesla no S&P 500, a partir de 21 de dezembro.

em busca de recursos

Empresas do agronegócio se preparam para ir à Bolsa; veja candidatas

Seis empresas do segmento já entraram com o pedido na CVM; setor, que há tempos sustenta o PIB brasileiro, vinha distante das ofertas de ações

OTIMISMO

Guedes admite PIB um pouco abaixo do esperado, mas vê economia voltando

Resultado leva Ministério da Economia a defender fim dos auxílios emergenciais adotados durante a pandemia

efeito pandemia

Crise longe do fim? 6 pontos para entender o PIB do terceiro trimestre

Economia cresceu 7,7% no período, segundo o IBGE, abaixo do esperado pelo mercado financeiro – que ignora o resultado no pregão desta quinta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies