Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-14T11:56:22-03:00
Marina Gazzoni
Marina Gazzoni
CEO do Seu Dinheiro. É CFP® (Certified Financial Planner). Tem graduação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e MBA em Informação Econômico-Financeira e Mercado de Capitais no Instituto Educacional BM&FBovespa. Foi Diretora de Conteúdo e editora-chefe do Seu Dinheiro, editora de Economia do G1 e repórter de O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e do portal IG.
CORTE EM VOOS, SALÁRIOS E FROTA

Azul ‘queima’ até R$ 4 milhões por dia de caixa, mas aguenta crise por mais de um ano, diz presidente

Empresa tomou medidas como corte de voos, salários e renegociações para reduzir frota diante dos impactos do coronavírus no seu negócio.

14 de maio de 2020
11:46 - atualizado às 11:56
Avião Airbus A320 Neo operado pela Azul Linhas Aéreas
Avião Airbus A320 Neo operado pela Azul Linhas Aéreas - Imagem: Shutterstock

A Azul estima que gastará entre R$ 3 milhões e R$ 4 milhões do seu caixa entre maio e junho por conta das medidas de restrição de voos tomadas diante do coronavírus. A informação está no comentário do presidente da Azul, John Rodgerson, no relatório de resultados da empresa no primeiro trimestre de 2020, divulgado nesta quinta-feira (14) pela manhã.

A companhia encerrou o primeiro trimestre com um saldo de R$ 3,1 bilhões em caixa. Somados ativos disponíveis e reservas de manutenção, a empresa aérea estima que tem uma posição total de liquidez de R$ 6,7 bilhões, o que garantiria sua sobrevivência em um cenário de crise por mais de um ano.

"Com a nossa posição de caixa atual esperamos suportar o atual ambiente de demanda por mais de um ano", disse o presidente da Azul, John Rodgerson, em mensagens a investidores no relatório de divulgação de resultados da empresa no primeiro trimestre de 2020.

A Azul reportou um prejuízo líquido de R$ 6 bilhões no primeiro trimestre do ano, impactada principalmente pela correção da sua dívida pela alta do dólar. Sem o efeito cambial, a companhia reportou um prejuízo líquido ajustado de R$ 975 milhões.

Por volta das 11h30, a ação da Azul registrava uma queda de 3,8%, acima da retração do Ibovespa, de 1,90%. Acompanhe aqui a cobertura dos mercados nesta quinta-feira.

O que a Azul fez para enfrentar o coronavírus

  • Redução da quantidade de voos em 50% em março e 90% em abril;
  • Colocou 10,5 mil trabalhadores em licença não remunerada, cerca de 78% da sua equipe;
  • Cortou entre 25% e 100% os salários da sua equipe gerencial e do comitê executivo;
  • 120 das 140 aeronaves da frota operacional foram estacionadas para reduzir custos variáveis. Há tentativa de negociação com empresas de leasing ;
  • Revisão no plano de expansão de frota, com uma negociação para adiar a entrega de aeronaves que comprou da Embraer para 2024;
  • Discussão de condições de pagamento das tarifas governamentais, incluindo tarifas de pouso e de navegação;
  • Renegociação da amortização de dívida.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Ventos contrários

Renova Energia não consegue “proteção” contra minoritários da própria empresa

Empresa perdeu ação no TJ-SP que tentata impedir os acionistas de produzirem provas contra a empresa, relativas à investigação sobre desvio de recursos

Preocupação

Vidas secas? Bolsonaro admite que Brasil vive “enorme crise hidrológica”

Presidente citou a falta de chuvas como um dos grandes problemas econômicos do país, juntamente com os efeitos causados pela pandemia

MESA QUADRADA

“Não me arrependo de nada. Só não posso dar conselhos financeiros para ninguém”, diz Bob Wolfenson, o fotógrafo das celebridades entrevistado no 7º episódio do Mesa Quadrada

Em em conversa para o podcast Mesa Quadrada, Dan Stulbach, Teco Medina e Caio Mesquita, conversam sobre dinheiro e carreira com Bob Wolfenson, ícone da fotografia brasileira

Situação preocupante

Cuidado com as luzes acesas! Aneel mantém taxa adicional mais alta na contas de agosto

Tarifa cobrada na bandeira vermelha nível 2 é de R$ 9,49 por 100 quilowatts-hora (kWh), e agência continua avaliando se vai elevar o valor

O melhor do Seu Dinheiro

Os melhores investimentos do mês e as notícias que foram destaque na semana

lém do ranking, tivemos o Ibovespa em queda de 2,60, e uma entrevista exclusiva com o CEO da Ânima Educação, que busca um “modelo Magalu”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies