Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-13T14:25:42-03:00
Estadão Conteúdo
monitoramento

Anac diz que recebeu 67 relatos de danos a aeronaves por gasolina de aviação

Agência afirma que cerca de 12 mil aviões de pequeno porte no País são abastecidas com o AVGAS; aeronaves maiores, que operam rotas comerciais regulares de passageiros, não utilizam o combustível

13 de julho de 2020
14:25
Avião
Imagem: Shutterstock

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou nesta segunda-feira que desde o recebimento das primeiras denúncias sobre combustível de aviação adulterado iniciou imediatamente um grupo de trabalho para acompanhamento da possível contaminação da gasolina de aviação (AVGAS). A agência reguladora afirma ter recebido 67 relatos de operadores que identificaram danos em aeronaves.

Segundo a Anac, a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Aeronáutica, foram informados sobre a situação.

A agência afirma que cerca de 12 mil aviões de pequeno porte no País são abastecidas com o AVGAS. Aeronaves maiores, que operam rotas comerciais regulares de passageiros, não utilizam o combustível, de acordo com a agência.

Adicionalmente, a Anac aguarda os resultados da investigação da ANP sobre os problemas nos lotes do combustível, e afirma que após a avaliação, poderá recorrer a novas medidas "cautelares e emergenciais". No momento, o órgão regulador recomenda que operadores aeroportuários entrem em contato com fornecedores de gasolina de aviação para identificar se o lote do combustível que possuem é o mesmo em que o problema foi detectado.

Ainda de acordo com a Anac, se os operadores detectarem indícios de corrosão ou ressecamento de componentes, a orientação é para que informem a Agência, descartem o combustível e considerem "interromper imediatamente" a operação da aeronave.

A hipótese de que o lote de combustível em situação irregular tenha provocado danos a aeronaves foi o motivo para que a Petrobras interrompesse a comercialização.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

em busca de recursos

AES Brasil (AESB3) aprova oferta pública e pode captar até R$ 1,8 bilhão

De acordo com a AES Brasil, o objetivo da oferta é acelerar seu plano de crescimento, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, além de potencializar a criação de valor para os acionistas

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: mais imposto, indefinição sobre dívidas e desaceleração na China

O Ibovespa acumulou uma perda de 2,5% na semana que termina e o dólar à vista avançou 0,28%, para R$ 5,28.  Foram três os principais fatores que impactaram os mercados: o anúncio de aumento de impostos, a indefinição sobre os precatórios — dívidas do governo com sentença judicial definitiva — e uma possível desaceleração da […]

Podcast Mesa Pra Quatro

De corretor de investimentos a árbitro e comentarista de futebol: conheça a trajetória de Arnaldo Cézar Coelho

O ex-árbitro e ex-comentarista de futebol é o convidado do podcast Mesa Pra Quatro. Ele conta como sua mãe influenciou a investir em imóveis e fala sobre a sua trajetória no mercado financeiro, um lado que poucos conhecem – confira agora

nome limpo na praça

Boa Vista (BOAS3): Itaú BBA inicia cobertura com ‘compra’ e potencial de alta de 27%

Preço-alvo para 2022 foi estabelecido em R$ 15,50, apoiado na tese de crescimento da companhia e do mercado de serviço de informações de crédito

de olho na inovação

Bitcoin é ineficiente como moeda e bom apenas para especulação, diz ‘Papa’ do valuation

Damodaran disse que a importância que tem sido dada ao bitcoin é desproporcional em relação ao seu papel na economia e minimizou a adoção da criptomoeda por El Salvador

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies