Menu
2020-12-23T16:51:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Fluxo cambial

Saída de dólares supera entrada em US$ 24 bilhões em 2020

Apesar do forte ingresso recente de recursos estrangeiros, até 18 de dezembro o saldo de dólares no país era negativo em US$ 23,663 bilhões

23 de dezembro de 2020
16:51
Cédula de dólar
Imagem: Shutterstock

O fluxo cambial do ano até 18 de dezembro ficou negativo em US$ 23,663 bilhões, informou nesta quarta-feira, 23, o Banco Central. Em igual período do ano passado, o resultado era negativo em US$ 39,807 bilhões. Os dados anuais refletem, em grande parte, os efeitos da pandemia do novo coronavírus sobre o fluxo de moeda estrangeira, em especial no mês de março.

A saída pelo canal financeiro neste ano até 18 de dezembro foi de US$ 47,517 bilhões. O resultado é fruto de aportes no valor de US$ 472,934 bilhões e de envios no total de US$ 520,451 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo anual acumulado até 18 de dezembro ficou positivo em US$ 23,854 bilhões, com importações de US$ 163,481 bilhões e exportações de US$ 187,335 bilhões. Nas exportações estão incluídos US$ 23,283 bilhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 68,024 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 96,028 bilhões em outras entradas.

Dezembro

Depois de encerrar novembro com entradas líquidas de US$ 438 milhões, o País registrou fluxo cambial negativo de US$ 4,094 bilhões em dezembro até o dia 18.

O canal financeiro apresentou saídas líquidas de US$ 766 milhões no período. Isso é resultado de aportes no valor de US$ 42,844 bilhões e de retiradas no total de US$ 43,610 bilhões. O segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo de dezembro até o dia 18 é negativo em US$ 3,328 bilhões, com importações de US$ 15,349 bilhões e exportações de US$ 12,021 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 799 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 6,313 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 4,909 bilhões em outras entradas.

Semana

O fluxo cambial registrado na semana passada (de 14 a 18 de dezembro) para o Brasil ficou negativo em US$ 4,222 bilhões.

O canal financeiro apresentou saída líquida de US$ 3,368 bilhões na semana, resultado de aportes no valor de US$ 12,161 bilhões e de envios no total de US$ 15,530 bilhões. Este segmento reúne os investimentos estrangeiros diretos e em carteira, remessas de lucro e pagamento de juros, entre outras operações.

No comércio exterior, o saldo na semana passada ficou negativo em US$ 854 milhões, com importações de US$ 5,577 bilhões e exportações de US$ 4,723 bilhões. Nas exportações, estão incluídos US$ 293 milhões em Adiantamento de Contrato de Câmbio (ACC), US$ 2,377 bilhões em Pagamento Antecipado (PA) e US$ 2,052 bilhões em outras entradas.

Posição cambial líquida está em US$ 299,105 bilhões

A posição cambial líquida do Banco Central atingiu US$ 299,105 bilhões, conforme dados divulgados nesta quarta-feira, 23, pela instituição. O montante tem como referência o dia 18 de dezembro. No fim de novembro, essa posição estava em US$ 297,779 bilhões.

A posição cambial líquida traduz o que está disponível para que o BC faça frente a alguma necessidade de moeda estrangeira - como fornecer liquidez ao mercado em momentos de crise, por exemplo.

A posição leva em conta as reservas internacionais, o estoque de operações de linha do BC (venda de dólares com compromisso de recompra), a posição da instituição em swap cambial e os Direitos Especiais de Saque (DES) do Brasil no Fundo Monetário Internacional (FMI).

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Os três mosqueteiros do varejo e outros destaques da noite

Na bolsa e no setor de varejo, a máxima do “um por todos e todos por um” não se aplica. Empresas competem umas com as outras e investidores buscam as melhores aplicações — o “cada um por si” tem bem mais adeptos. Mas, quem diria, três mosqueteiros juntaram suas espadas para comemorar os bons resultados […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sobe puxado pelo minério de ferro e encosta nos 123 mil; NY fecha o dia no vermelho

Com a economia chinesa aquecida, a demanda por commodities segue em alta e sustenta bons níveis para o Ibovespa.

Seleção Empiricus

🔴 AO VIVO: Quais são os investimentos para o segundo semestre? | Seleção Empiricus

Caminhando para o fim do primeiro semestre, nosso time do Seleção Empiricus de hoje discute o que podemos esperar da Bolsa para os próximos meses. A escalação do jogo de hoje conta com Max Bohm, Matheus Spiess, Cris Fensterseifer e Marcos Queiroz.

Segure seus bitcoins

Golpistas se passam por Elon Musk e roubam dinheiro de investidores de criptomoedas

Os criminosos usaram perfis falsos do CEO da Tesla para levar ao menos US$ 2 milhões de entusiastas do bitcoin e outras moedas digitais

Orçamento apertado

Segmentos mais impactados de comércio e serviços tiveram perdas de R$ 225,7 bi em 2020

Montante é maior que o total produzido por países como Sérvia e Tunísia. Varejo de roupas perdeu 10% do seu tamanho no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies