Menu
2020-03-24T12:29:27-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Arsenal contra a crise

Estímulos do Fed contra o coronavírus nos EUA podem passar de US$ 6 trilhões, diz Pimco

Economia dos EUA não vai escapar de um período de recessão, mas o novo pacote do Fed deve evitar uma depressão, segundo a economista da gestora norte-americana

24 de março de 2020
12:29
Dólar
Imagem: Shutterstock

O arsenal de medidas lançado pelo Federal Reserve (Banco Central norte-americano) nas últimas semanas para combater os efeitos do coronavírus na economia já ultrapassou o nível máximo de US$ 4,5 trilhões atingido após a crise financeira de 2008.

E o tamanho do balanço do Fed pode ultrapassar a marca de US$ 6 trilhões (R$ 30,5 trilhões, no câmbio de hoje), nos cálculos da gestora de fundos Pimco. Trata-se de uma soma que representa mais de quatro vezes o PIB brasileiro, que foi de R$ 7,3 trilhões em 2019.

Para Tiffany Wilding, economista da Pimco, a economia dos Estados Unidos não vai escapar de um período de recessão. Mas o novo pacote de medidas anunciado ontem pelo Fed deve evitar uma depressão – caracterizada por um longo período de contração econômica, como a que os EUA viveram na década de 1930.

O Fed anunciou ontem que comprará um volume ilimitado de títulos do Tesouro dos EUA e lastreados em hipotecas (MBS), além de uma série de medidas para estabilizar o sistema financeiro.

O BC norte-americano também criará novos veículos para conceder empréstimos de médio prazo diretamente às empresas.

“Ao fornecer às famílias e empresas financiamento durante o período de parada dos negócios, a economia pode voltar mais rapidamente ao normal após o vírus retroceder e evitar os danos econômicos de longo prazo que podem resultar de uma onda de falências e um aumento no número de desempregados”, escreveu a economista da Pimco, gestora que possui quase US$ 2 trilhões (R$ 10,1 trilhões no câmbio de hoje) em patrimônio.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

NA CARA DO GOL

Ibovespa tem nova chance de voltar aos 120 mil pontos; será que agora vai?

Enquanto agenda de balanços perde força, investidores voltam suas atenções para o payroll, o IGP-DI e as vendas no varejo

IR 2021

Imposto de Renda: Qual CNPJ informar para declaração de fundos imobiliários?

A repórter Julia Wiltgen conversou com o advogado tributarista Samir Choaib e respondeu às principais dúvidas dos leitores do Seu Dinheiro

pandemia

Covid-19: Brasil tem mais de 15 milhões de casos acumulados

Total de vidas perdidas para a pandemia subiu para 416.949, segundo o Ministério da Saúde

balanço

Lojas Americanas mais do que triplica prejuízo no 1º trimestre

Número de transações realizadas nas plataformas alcançou 104 milhões entre janeiro e março, um crescimento de 37,4%

SEXTOU COM RUY

Como se aproveitar de uma falha grotesca do mercado para se expôr a ganhos assimétricos

Guarde essa dica para sempre: o momento de comprar seguro é justamente quando ninguém está preocupado. É por esse motivo que faz sentido colocar um pouquinho de dinheiro em puts (opções de venda)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies