Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-03-24T12:29:27-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Arsenal contra a crise

Estímulos do Fed contra o coronavírus nos EUA podem passar de US$ 6 trilhões, diz Pimco

Economia dos EUA não vai escapar de um período de recessão, mas o novo pacote do Fed deve evitar uma depressão, segundo a economista da gestora norte-americana

24 de março de 2020
12:29
Dólar
Imagem: Shutterstock

O arsenal de medidas lançado pelo Federal Reserve (Banco Central norte-americano) nas últimas semanas para combater os efeitos do coronavírus na economia já ultrapassou o nível máximo de US$ 4,5 trilhões atingido após a crise financeira de 2008.

E o tamanho do balanço do Fed pode ultrapassar a marca de US$ 6 trilhões (R$ 30,5 trilhões, no câmbio de hoje), nos cálculos da gestora de fundos Pimco. Trata-se de uma soma que representa mais de quatro vezes o PIB brasileiro, que foi de R$ 7,3 trilhões em 2019.

Para Tiffany Wilding, economista da Pimco, a economia dos Estados Unidos não vai escapar de um período de recessão. Mas o novo pacote de medidas anunciado ontem pelo Fed deve evitar uma depressão – caracterizada por um longo período de contração econômica, como a que os EUA viveram na década de 1930.

O Fed anunciou ontem que comprará um volume ilimitado de títulos do Tesouro dos EUA e lastreados em hipotecas (MBS), além de uma série de medidas para estabilizar o sistema financeiro.

O BC norte-americano também criará novos veículos para conceder empréstimos de médio prazo diretamente às empresas.

“Ao fornecer às famílias e empresas financiamento durante o período de parada dos negócios, a economia pode voltar mais rapidamente ao normal após o vírus retroceder e evitar os danos econômicos de longo prazo que podem resultar de uma onda de falências e um aumento no número de desempregados”, escreveu a economista da Pimco, gestora que possui quase US$ 2 trilhões (R$ 10,1 trilhões no câmbio de hoje) em patrimônio.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies