Menu
2020-09-17T12:25:57-03:00
Estadão Conteúdo
Impacto na mesa

CNA: Reforma tributária isenta 80% dos produtores do país, diz Roberto Brant

Brant chamou a atenção também para o fato de que produtos da cesta básica brasileira, hoje isentos de imposto, serão onerados “em 25% a 30%”

17 de setembro de 2020
12:25
Agricultura no Brasil
Agricultura no Brasil - Imagem: Shutterstock

O presidente do Instituto CNA, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Roberto Brant, disse que propostas de reforma tributária em debate no Congresso Nacional isentam de tributação produtores com receita de até R$ 200 mil, que correspondem hoje a 4 milhões de agricultores aproximadamente, de um total aproximado de 5 milhões, ou seja, em torno de 80% do total de produtores do País. Para ele, a isenção deve comprometer a competitividade desses agricultores.

"Por não transmitirem créditos (tributários), esses produtores menores serão discriminados por compradores. A cadeia vai preferir comprar dos médios e grandes produtores, que geram créditos nas etapas subsequentes", disse Brant em "live" promovida nesta quarta-feira (16) pela CNA sobre os efeitos da reforma tributária para alguns setores das economia.

Brant se referiu ao fato de que produtores maiores, ao serem tributados na venda do produto agrícola, gerarão créditos tributários para os compradores, que poderão ser descontados no momento da venda do produto para consumidores finais. Já os isentos não gerarão esses créditos e, consequentemente, não haverá desconto para a indústria no momento de venderem seus produtos.

Brant chamou a atenção também para o fato de que produtos da cesta básica brasileira, hoje isentos de imposto, serão onerados "em 25% a 30%". "Toda a cesta básica, o que inclui arroz, carne, feijão, hortaliças, será onerada e não haverá como repassar isso para o consumidor final", alertou.

O presidente do Instituto CNA lembrou que produtores rurais pagarão impostos por insumos como energia elétrica, combustível, que não geram créditos tributários a reaver. "Ninguém fez as avaliações com rigor necessário para saber se o saldo final (das reformas tributárias propostas) será positivo ou negativo. Queremos que a reforma considere as particularidades do setor produtivo", afirmou.

Brant criticou ainda a possibilidade de produtores pessoa física passaram a ser contribuintes e, com isso, terem de pagar tributos com os quais hoje não arcam, como PIS, Cofins e ICMS. "Na reforma ele será contribuinte de um imposto que é soma de todas essas alíquotas", comentou.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

SE PROTEJA

Títulos de renda fixa atrelados ao IPCA viram opção

Alta da inflação em outubro faz investidores e gestores avaliarem novas formas de proteção de patrimônio

SELEÇÃO DE NOTÍCIAS

BDR, bitcoin, shopping: o melhor do Seu Dinheiro na semana

O fim de semana chegou com uma notícia bastante esperada pelos investidores: a volta do Ibovespa ao patamar de 100 mil pontos. O principal índice da B3 foi impulsionado esta semana por dois acontecimentos. O primeiro deles foi o alívio das preocupações em torno do risco fiscal brasileiro, com políticos e governo demonstrando compromisso com a manutenção do teto de gastos. Outro tema foi a esperança de aprovação de um pacote de estímulos […]

TRIBUTAÇÃO

É ilegal tributar doação fora do país, diz Toffoli

Ministro votou pela inconstitucionalidade da cobrança de ITCMD quando patrimônio herdado ou doado está no exterior

Prévia do terceiro trimestre

Grandes bancos começam a olhar crise pelo retrovisor, mas com lucro ainda em queda

Lucro combinado de Itaú, Banco do Brasil, Bradesco e Santander deve aumentar em relação ao trimestre anterior, mas ainda ficará bem abaixo dos patamares de 2019

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies