Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-17T09:36:25-03:00
Estadão Conteúdo
medida anticrise

China vai focar expansão da demanda doméstica em meio a pandemia, diz NBS

Porta-voz também reiterou a disposição do governo de ajudar pequenas e médias empresas – consideradas pilares do emprego – a superar a crise

17 de abril de 2020
9:35 - atualizado às 9:36
Bam China
Imagem: Shutterstock

O governo da China vai adotar medidas adicionais numa tentativa de aliviar o impacto econômico da pandemia do novo coronavírus, dentro de uma estratégia que terá como foco expandir a demanda doméstica.

O plano de Pequim é impulsionar os investimentos efetivos e estimular o consumo, segundo Mao Shengyong, porta-voz do Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, pela sigla em inglês) que falou durante coletiva de imprensa nesta sexta-feira.

Dados oficiais mostraram que a China apresentou sua primeira contração trimestral no Produto Interno Bruto (PIB) desde pelo menos 1992, quando o indicador passou a ser divulgado regularmente. Entre janeiro e março, a segunda maior economia do mundo encolheu 6,8% ante o mesmo período do ano passado, como resultado dos efeitos adversos do coronavírus, que teve origem na cidade chinesa de Wuhan.

Mao tentou minimizar preocupações geradas pela acentuada contração e disse que "simplesmente não se pode comparar" os números do primeiro trimestre com os de anos normais, embora tenha admitido que vai ser difícil a China crescer de forma sustentável à medida que o cenário global se deteriora.

O porta-voz também reiterou a disposição do governo de ajudar pequenas e médias empresas - consideradas pilares do emprego - a superar a crise sanitária causada pelo coronavírus.

Mao também comentou que a China não registrou cortes de empregos em massa durante a pandemia. Alguns analistas, porém, dizem que as taxas oficiais de desemprego podem não refletir com precisão o atual quadro do mercado de trabalho.

Ainda de acordo com o porta-voz, a economia da China teve notável melhora em março, como sugerem alguns indicadores, incluindo o de consumo de eletricidade e vendas de escavadoras. Mao ressaltou que a tendência positiva deverá se manter em abril e no restante do segundo trimestre.

Apesar do momento desafiador, o potencial de crescimento da China no longo prazo não mudou e a atividade econômica provavelmente se recuperará, uma vez que a demanda doméstica está reprimida. "Minha visão é que neste ano e no próximo, o crescimento médio deverá ficar acima de 5%", disse Mao.

O porta-voz não soube dizer se o governo chinês vai desistir de estabelecer uma meta de crescimento para 2020. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Petróleo na Amazônia

Petrobras quer operar na foz do Rio Amazonas

Estatal apresentou ao Ibama pedido de licença para explorar petróleo na região, que é uma área de sensibilidade ambiental

Juros para cima

Prepare-se para crescimento baixo e inflação alta em 2022: manobra no teto reforça cenário de estagflação

Drible no teto de gastos pode pressionar ainda mais os preços e obrigar a uma alta de juros mais intensa, dizem especialistas

Great Places to Work

As melhores empresas para se trabalhar em 2021: Magazine Luiza é eleito melhor empregador do país entre as grandes companhias; veja ranking completo

Consultoria Great Places to Work Brasil realizou, na última semana, a 25ª premiação das melhores empresas para se trabalhar no país

Setor imobiliário na mira

China testará imposto imobiliário em parte do país para conter especulação

Projeto-piloto será conduzido por cinco anos em algumas regiões do país. Objetivo é distribuir riqueza de modo menos desigual

Clube do livro

Um passeio entre chás, sementes e cerveja: como ‘Uma Senhora Toma Chá…’ conta a história da estatística moderna de maneira descomplicada

O livro de David Salsburg te convida a conhecer o pouco mais de um dos campos mais necessários para o melhor entendimento do mundo das finanças, e claro, da ciência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies