Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2020-05-07T09:46:57-03:00
tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

18 notícias para você começar o dia bem informado

7 de maio de 2020
9:43 - atualizado às 9:46
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Hoje o Seu Dinheiro divulga a lista das três ações preferidas de 16 corretoras nas suas carteiras recomendadas para maio. 

A maioria delas optou por empresas resilientes e com maior capacidade de adaptação em um contexto de crise. Uma ação se destaca e foi indicada por 5 corretoras. A lista completa das favoritas traz 30 opções.

O conteúdo é exclusivo para os leitores Premium do Seu Dinheiro. Em abril, de 26 papéis selecionados, 24 fecharam o mês em alta.

Recado: hoje às 17h eu vou bater um papo ao vivo com o colunista do Seu Dinheiro Ruy Hungria. Ele vai explicar em detalhes como funciona a estratégia de investimento em opções para lucrar com os cenários improváveis. Na sua última coluna, ele contou que um fundo conseguiu retornos de 4.000% este ano com esta estratégia. Quer saber mais? Me encontra às 17h neste link.

MERCADOS

O dólar à vista avançou 1,97% ontem e bateu mais um recorde nominal, a R$ 5,7024. O Ibovespa caiu 0,51%, aos 79.063,68 pontos. As negociações foram marcadas por uma cautela com o cenário político, expectativa sobre o Copom e preocupações com a crise do coronavírus.

O que mexe com os negócios hoje? Números melhores que o esperado da balança comercial chinesa injetam bom humor nos mercados, que deixam em segundo plano a escalada de tensão entre Estados Unidos e China. Na Ásia, as bolsas fecharam em baixa. Os índices futuros em Nova York e o pregão europeu começam o dia no positivo. No Brasil, investidores repercutem o novo corte da Selic e balanços corporativos de peso.

SEU DINHEIRO PREMIUM
• As “ações à prova de crise” favoritas para maio, segundo 16 corretoras. Cada casa indicou suas três principais recomendações e fizemos uma lista com 30 papéis selecionados. O tom das escolhas são empresas com maior potencial de resistir a crises. O conteúdo é exclusivo da área Premium do Seu Dinheiro.  O acesso pode ser liberado aqui. 

ECONOMIA

 Depois de o BC surpreender e cortar a Selic a 3%, o ex-secretário do Tesouro e diretor do ASA Bank, Carlos Kawall, disse que a taxa básica de juros deve ir a 2,25% na próxima reunião do Copom e fechar o ciclo a 1% ao ano. O ex-diretor de política monetária do Banco Central e presidente da Mauá Capital, Luiz Fernando Figueiredo, também vê espaço para mais reduções

 A Inglaterra manteve sua taxa básica de juros em 0,1% e agora prevê um tombo de 25% do PIB no segundo trimestre. ​​​​​​

INVESTIMENTOS

 Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 3,00% ao ano? Veja os novos rendimentos para poupança, Tesouro Selic, fundo DI e LCI.

POLÍTICA

 O Brasil tem 125.218 casos confirmados de covid-19, segundo o Ministério da Saúde. São 8.536 mortes. 

 Por unanimidade, o Senado aprovou o projeto de auxílio emergencial aos Estados e municípios, que prevê como contrapartida o congelamento salarial de servidores públicos. O texto vai à sanção presidencial.

 O presidente do Senado, David Alcolumbre, mandou uma série de recados ao governo,  durante a sessão virtual para votar o projeto de auxílio emergencial: pediu liderança por parte do Executivo, disse que agressões à imprensa são lamentáveis e reiterou a necessidade de isolamento social.

 O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, disse não se incomodar com os movimentos de aproximação do Centrão com Bolsonaro. Segundo ele, essa é uma tentativa de construção de uma base governista e que facilita seu trabalho.

 O TRF-3 manteve a obrigação de o presidente Jair Bolsonaro divulgar seus exames de coronavírus. O jornal O Estado de S. Paulo entrou com ação na Justiça pedindo para ter acesso aos resultados. 

EMPRESAS

O lucro do Banco do Brasil caiu 20% no primeiro trimestre, a R$ 3,3 bilhões. O resultado foi impactado por uma provisão de R$ 2 bilhões para lidar com a crise do coronavírus. 

 Totvs, Intermédica e Ambev também divulgaram os resultados do trimestre entre ontem à noite e hoje pela manhã. Veja os principais números.

A empresária Luiza Trajano, do Magazine Luiza, vê com preocupação a falta de alinhamento entre Estados e governo federal no combate ao coronavírus. Para ela, estão “apagando fogo com gasolina”. 

 A Embraer disse que o contrato rescindido pela Boeing não tinha cláusula de que uma pandemia pudesse interromper a transação. A brasileira busca reparação em arbitragem, previsto no contrato. A companhia também informou a saída de dois conselheiros que trabalhavam no acordo com a Boeing.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

QUESTIONAMENTOS

Frente parlamentar aciona STF para suspender reforma administrativa

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a suspensão imediata da tramitação da reforma administrativa. No mandado de segurança, deputados e senadores argumentam que não é possível analisar a proposta por falta de informações técnicas. Segundo os parlamentares, a imposição de sigilo nos documentos que […]

BALANÇO

BC informa que 50 milhões de chaves já foram cadastradas no Pix

O Pix é um sistema que permitirá pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Esse tal de BDR

O mercado financeiro adora usar termos e siglas em inglês, talvez para tornar a coisa mais difícil do que realmente é. Nos últimos dias você já deve ter lido, inclusive aqui no Seu Dinheiro, sobre um tal de BDR. As três letras vêm de Brazilian Depositary Receipts. O quê? Calma, nós chegamos lá. O BDR é […]

As queridinhas

Tesla, Apple e Mercado Livre são os BDRs mais negociados no 1º dia de mercado aberto a todos os investidores

Empresas de tecnologia dominaram o primeiro dia de negociações liberadas a qualquer investidor, que teve volume superior à média

embalou

Ibovespa fica perto dos 102 mil pontos com disparada dos bancos e alta em NY; dólar cai abaixo do R$ 5,60

Papéis de Itaú, Banco do Brasil e Bradesco terminam sessão entre as cinco maiores altas do índice, que fechou perto da máxima; moeda americana recua 0,36% e juros sobem em dia de leilão do Tesouro e à espera de novidades fiscais. Lá fora, expectativa para estímulos alivia bolsas americanas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies