Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2020-02-06T19:32:31-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Centauro perde nos 100 metros, mas leva maratona

6 de fevereiro de 2020
19:30 - atualizado às 19:32
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Eu já estive em dezenas de cerimônias de abertura de capital de empresas na sede da bolsa, quando acontece o tradicional toque da campainha que marca o início dos negócios com as ações.

Mas poucas delas foram tão sem graça quanto a da Centauro, em abril do ano passado. Pode-se dizer que o evento refletiu a desconfiança do mercado no potencial da varejista de produtos esportivos e que tem lojas nos principais shoppings do país.

O preço por ação da empresa saiu pouco acima do piso da faixa estabelecida no IPO (sigla em inglês para oferta pública inicial). E os papéis ainda fecharam em queda no primeiro dia de negócios.

Pouco depois do IPO, a empresa ainda entrou numa disputa ferrenha com o Magazine Luiza pela compra da Netshoes, mas a companhia controlada pela família Trajano levou a melhor.

Quem comprou as ações da Centauro pensando em uma corrida de 100 metros rasos de fato não se deu bem. Mas quem vislumbrou uma maratona à frente (como deveria ser todo investimento em bolsa, aliás) ganhou muito dinheiro.

Em menos de um ano, desde o IPO pouco badalado em abril, os papéis subiram 280% – desempenho bem superior ao das “queridinhas” Via Varejo e Magalu no mesmo período.

E a vantagem da Centauro nessa corrida ficou ainda maior hoje, depois que a empresa “calçou” os tênis da Nike e anunciou um acordo com a marca para atuar como distribuidora exclusiva da marca no país.

Vale a pena conhecer os detalhes desse negócio que muda as peças do varejo de produtos esportivos, na reportagem do jornalista e corredor de fim de semana Victor Aguiar.

Com o pé direito

Por falar em IPO, a Locaweb fez uma estreia na bolsa típica das ofertas mais quentes do setor de tecnologia no exterior. As ações da empresa de hospedagem de sites e comércio eletrônico dispararam quase 20% no primeiro dia de negociações na B3. Será que ainda vale a pena comprar os papéis? Eu respondo nesta matéria.

Dólar mostra as garras

Os investidores na bolsa começaram o dia animados depois de mais um corte da taxa básica de juros pelo Banco Central. Mas o Ibovespa não conseguiu se sustentar em alta e acabou virando ao longo do pregão. Já o dólar fez o movimento exatamente oposto: abriu em queda e depois passou a subir, a ponto de cravar um novo recorde de fechamento: R$ 4,2852, em alta de 1,09%. Saiba o que movimentou os mercados na nossa cobertura.

Que horas ele volta?

Mais aguardada do que a noiva na igreja, a reconquista do grau de investimento do Brasil frente às agências de classificação de risco parece estar bem longe de se tornar realidade novamente. Para a Fitch, dependendo de como o país se comportar, a melhora na avaliação pode levar até dez anos. Entenda os motivos com a Julia Wiltgen.

O dinheiro nunca dorme

Dados da Anbima divulgados hoje mostram que os investidores se mexeram para buscar rendimentos maiores com a Selic nas mínimas históricas. Nesse processo, os fundos de ações e imobiliários foram os destaques de aumento do volume financeiro no segmento de varejo em 2019. Na contramão, os de renda fixa perderam espaço no mercado, como mostra a Bruna Furlani.

Polêmicas no fluxo

Apesar de reconhecer que os governadores devem dificultar a tramitação de projeto para mudar as regras do ICMS, o presidente Jair Bolsonaro afirmou hoje que vai enviar a proposta ao Congresso e que ela está pronta com o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque. Parece que o texto está passando pelos ajustes finais.

Ranking do juro

O Brasil ostentou por muito tempo o título nada honroso de país com juro real (descontada a inflação) mais alto do planeta. A boa notícia é que, com a queda da Selic nos últimos anos, já não aparecemos mais nem no pódio. A ruim é que, como outras economias também promoveram fortes ajustes nas taxas, ainda estamos no top 10. Confira o ranking completo.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Para ficar de olho

Oportunidade: Banco do Brasil abre concurso com mais de 2 mil vagas; veja como participar

Para participar da seleção os candidatos devem ter ensino médio completo e idade mínima de 18 anos. O salário inicial é de R$ 3.022,37

Energia elétrica

IPCA pode ir a 6,5% na bandeira vermelha

A bandeira vermelha 2, que tem custo adicional de R$ 6,243, iria a R$ 7,571 caso adotada a proposta da consulta pública

Esquenta dos Mercados

Relatório da inflação, leitura do PIB dos EUA e queda de ministro devem guiar a bolsa hoje

Assim como uma noite no deserto, o investidor deve ficar atento aos sinais para atravessar um momento de dificuldade

Volta ao original

Câmara rejeita emendas do Senado e retoma texto original de MP que eleva imposto para bancos

Deputados retomaram a alíquota de 25% na CSLL também para as agências de fomento e bancos de desenvolvimento estaduais

Para dar e vender

Defensivas e com potencial de crescimento: como as ações do setor de saúde ainda podem dar muitas alegrias na bolsa

A combinação de baixo endividamento, bons níveis de caixa e espaço para consolidação tornam as ações do segmento muito atrativas, segundo analistas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies