🔴 ESTA CRIPTOMOEDA DISPAROU 4.200% EM 2 DIAS – VEJA SE VALE INVESTIR

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Menor que 1%

Mesmo nas mínimas históricas, juro real brasileiro ainda é um dos maiores do mundo; veja o ranking

Em um mundo de juros baixos ou negativos, nosso juro real de 0,91% ainda é o nono maior. Veja os países com os maiores e os menores juros reais e nominais do mundo

Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
6 de fevereiro de 2020
18:15
porcentagem
Imagem: Shutterstock

A taxa básica de juros brasileira, a Selic, atingiu uma nova mínima histórica na última quarta-feira (6), ao ser reduzida em 0,25 ponto percentual, para 4,25% ao ano. Com a inflação baixa e controlada, o Brasil tem também registrado os menores juros reais da sua história, que desde outubro têm estado abaixo de 1% ao ano.

Contudo, os juros reais e nominais brasileiros ainda figuram entre os dez maiores do mundo, segundo o ranking divulgado pela Infinity Asset a cada reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom).

O juro real é a diferença entre juros e inflação de determinado país. Da mesma forma, o retorno real de um investimento corresponde ao retorno nominal daquele investimento, descontado um índice de preços.

O cálculo da gestora Infinity considera a taxa de juros do contrato de swap DI prefixado de um ano descontada a inflação projetada para os próximos 12 meses. O ranking inclui 40 países.

Atualmente, o juro real brasileiro é de 0,91%, o nono maior do mundo. A média geral é de um juro real negativo em 0,39%, quando considerados todos os 40 países do ranking. Os juros reais mais altos do mundo, atualmente, são encontrados no México (3,20%).

Apesar de baixo para os padrões brasileiros, o juro real registrou alta em relação ao último ranking, divulgado em dezembro de 2019, em razão do recuo das estimativas para a inflação.

Na ocasião, a Selic estava em 5,0% e caiu para 4,5% ao ano, e o juro real estava em 0,64%, colocando o país em 11º lugar. A média geral, na época, era de um juro real negativo em 0,28%.

Evoluímos no último ano

Já o juro nominal brasileiro, na figura da taxa Selic, ainda é o oitavo mais alto do mundo. A média geral do ranking é de 3,13%. O país campeão do ranking é a Argentina, com uma taxa básica de juros de nada menos que 48,00% ao ano. Mas a inflação por lá é tão alta que seu juro real é o mais negativo dos 40 países do ranking.

Em um mundo de juros baixos ou negativos, mesmo nosso juro real de 0,91% ao ano ainda é o nono maior. Veja os países com os maiores e os menores juros reais e nominais do mundo

Em relação ao ranking de dezembro de 2018, contudo, os juros brasileiros viram uma boa evolução, em termos de queda. Na ocasião, a Selic ainda estava em 6,5%, não tendo ainda iniciado o mais recente ciclo de cortes. O Brasil era o sexto país do ranking tanto de juros reais (2,83%) quanto nominais.

A média geral dos juros reais, na época, era positiva em 0,31%, e a de juros nominais era de 4,08%.

O levantamento da Infinity Asset mostra bem como estamos vivendo num mundo de juros negativos em fim de ciclo econômico. Nos países ricos, onde a economia já não cresce em ritmo forte, os bancos centrais tentam evitar uma recessão por meio de estímulo via taxas de juros baixas ou negativas.

Esses países passam por um processo de envelhecimento populacional que desestimula o consumo e incentiva a poupança. Além disso, o desenvolvimento da tecnologia acaba barateando produtos e serviços, evitando pressões inflacionárias.

Esse fenômeno acaba também abrindo espaço para que as taxas de juros caiam em países emergentes como o Brasil.

E eu com isso?

O juro real é uma referência importante para o investidor, já que, para serem atrativos, os investimentos devem ser capazes de render mais que a inflação. Assim, eles preservam o poder de compra das reservas do investidor e ainda adicionam um ganho que auxilia na acumulação de patrimônio.

O juro real da economia também indica o retorno acima da inflação que as aplicações mais conservadoras - aquelas que têm garantia do governo - devem ser capazes de entregar. Por tabela, os investimentos mais arriscados devem ter potencial de rendimento superior para serem interessantes.

Compartilhe

LOTERIAS

A teimosia compensa! Apostador do RJ insiste nos números e fatura sozinho a Lotofácil

25 de maio de 2024 - 8:12

Lotofácil continua fazendo jus à fama de loteria menos difícil da Caixa, mas não foi a única a distribuir um prêmio milionário ontem; Mega-Sena acumulada corre hoje

DADOS DA RECEITA

Imposto de Renda: pessoas físicas doam R$ 35 milhões do IR para fundos do Rio Grande do Sul; veja como contribuir

24 de maio de 2024 - 19:43

Em meio à tragédia climática de sua história, o estado foi o maior beneficiado desse tipo de direcionamento do IR

ALÔ, COLECIONADORES

Banco Central libera 4 mil moedas comemorativas dos 200 anos da primeira Constituição brasileira

24 de maio de 2024 - 12:26

A moeda de comemoração à Constituição de 1824 terá recurso de cor pela primeira vez em uma peça de prata no Brasil e pode ser adquirida a partir desta sexta-feira (24)

LOTERIAS

Mega-Sena decepciona de novo, mas Lotofácil faz um novo milionário no interior de SP

24 de maio de 2024 - 5:54

Lotofácil continua fazendo jus à fama de loteria menos difícil da Caixa; prêmio da Mega-Sena já está em R$ 47 milhões

APÓS FALA DE HADDAD

Inflação acima da meta não assusta — mas um outro desafio macroeconômico se impõe sobre o Brasil, diz André Esteves, do BTG Pactual

23 de maio de 2024 - 19:26

O economista avalia que o mercado “não precisa perder o sono”, mas sim manter a disciplina em relação ao sistema de metas de inflação

LEVANTAMENTO

Motoristas e entregadores de aplicativo ganham menos e trabalham mais, aponta Ipea

23 de maio de 2024 - 17:10

Entre 2012 e 2015, os motoristas tinham rendimento médio mensal de R$ 3.100. Em 2022, o valor auferido era inferior a R$ 2.400, uma queda de 22,5%

FAÇA SUAS APOSTAS

Em quanto tempo a inteligência artificial vai ultrapassar a humana? Elon Musk fala em 2 anos, mas CEO de big tech chinesa vê evolução lenta da IA

23 de maio de 2024 - 15:00

Enquanto CEOs norte-americanos avaliam que a Inteligência Artificial irá ultrapassar a humana em breve, bilionário chinês projeta mais de 10 anos para o feito acontecer

O MERCADO TAMBÉM ERRA

CEO do JP Morgan não descarta pouso forçado da economia dos EUA, mas alerta para uma possibilidade ainda pior

23 de maio de 2024 - 11:11

Jamie Dimon, o CEO do JP Morgan, não descarta a possibilidade de os juros voltarem a subir antes de o Fed iniciar um ciclo de cortes

SE PREPARA

Rock in Rio 2024 abre hoje a venda de ingressos. Veja como comprar sua entrada para o festival e confira o line-up completo

23 de maio de 2024 - 8:59

O festival de música acontecerá entre os dias 13 e 22 de setembro de 2024, no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro

LOTERIAS

A máquina de milionários voltou! Lotofácil tem 5 acertadores; Dupla Sena sai para bolão

23 de maio de 2024 - 5:48

A Lotofácil continua fazendo novos milionários pelo Brasil, mas ontem teve companhia; Mega-Sena corre hoje valendo R$ 42 milhões

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar