Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-22T18:54:08-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Mercados hoje

Após dia de clima misto no exterior, Ibovespa e dólar terminam pregão em alta

Apesar de tom negativo em NY, bolsa brasileira conseguiu se manter no campo positivo durante todo o dia; fatores positivos e negativos deram tom misto às negociações do dia

22 de dezembro de 2020
18:54
Selo Mercados Touro e Urso Alta
Ibovespa abre em alta, puxado pelo exterior positivo de olho na Super Quarta - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Após um pregão amplamente negativo ontem, o dia hoje foi repleto de fatores positivos e negativos, que levaram alguns índices acionários a fecharem em alta, enquanto outros amargaram perdas.

O pano de fundo continuou sendo o temor dos investidores em relação à pandemia de covid-19. Ontem pesou a notícia de que o Reino Unido detectou, em seu território, uma nova cepa de coronavírus, mais transmissível.

Isso levou cerca de 40 países a aplicarem restrições de viagens e comércio à terra da Rainha, que ficou isolada em relação ao restante da Europa. O próprio governo britânico impôs novas restrições à circulação de pessoas, principalmente em Londres.

Os mercados temem as consequências de tais medidas na recuperação econômica mundial. Para piorar, hoje o Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC) americano afirmou que é possível que a tal mutação do coronavírus já esteja circulando nos Estados Unidos.

Ainda não há evidências de que a nova cepa cause sintomas mais graves, seja mais letal ou afete a eficácia das vacinas desenvolvidas. Mesmo assim, a possibilidade de ainda mais restrições preocupa os mercados.

Por outro lado, tivemos hoje também uma boa notícia. Após meses de negociações, o Congresso americano finalmente aprovou, na madrugada de hoje, o tão esperado pacote fiscal de US$ 900 bilhões, que prevê ajuda financeira a famílias e empresas na tentativa de combater os efeitos econômicos da pandemia.

Entre esses dois cenários, o Ibovespa ficou com o lado positivo, e após o tombo de 1,86% de ontem, apresentou recuperação parcial, fechando em alta de 0,70%, aos 116.636,18 pontos. O índice chegou a perder força no início da tarde e até cair para o terreno negativo, mas logo voltou a ficar no azul.

Já as bolsas americanas fecharam com sinais mistos, o que foi mais ou menos a toada de todo o pregão. O Dow Jones terminou o dia em queda de 0,67%, o S&P 500 caiu 0,21%, mas o Nasdaq conseguiu fechar com ganho de 0,51%.

Na Europa, por sua vez, predominou o otimismo, e o pregão foi de recuperação das fortes quedas de ontem. O índice pan-europeu Stoxx 600 terminou o dia com ganho de 1,18%, depois de cair 2,30% ontem.

Já dólar à vista, que recuava com a redução da aversão a risco no início do pregão, virou para a alta, e fechou em alta de 0,76%, a R$ 5,1619, ecoando o lado mais negativo da equação, com a maior aversão a risco no exterior.

Mas um dos motivos para a alta da moeda americana é local: o aumento da percepção de risco fiscal com a iminência da votação na Câmara, hoje, da PEC dos municípios, que aumenta a transferência de recursos da União para os municípios e pode elevar o gasto do governo federal em R$ 4 bilhões ao ano.

Indicadores econômicos mistos

Entre os indicadores econômicos, também houve aqueles que pesaram mais para o lado positivo, e os que tiveram um tom mais negativo.

O Reino Unido revelou que o Produto Interno Bruto (PIB) britânico teve alta de 16% no terceiro trimestre, ante os três meses anteriores. O desempenho foi melhor do que o esperado pelo mercado.

A leitura final do PIB americano do terceiro trimestre também veio acima do esperado: crescimento anualizado de 33,4%, acima dos 33,1% esperados.

Por outro lado, houve piora na confiança do consumidor americano em dezembro e queda acima do previsto nas vendas de moradias usadas nos Estados Unidos. Esses fatores acabaram também pesando sobre as bolsas americanas.

Já no Brasil, a inflação ainda se mostrou pressionada, mas menos do que o esperado. O IBGE divulgou, nesta manhã, que o IPCA-15, considerado a prévia da inflação, avançou 1,06% em dezembro e fechou 2020 em 4,23% - maior acumulado no ano desde 2016, quando bateu 6,58%.

Ainda assim, o número veio abaixo da mediana das estimativas coletadas pelo Broadcast, que era de 1,16% para o mês. O setor de serviços continuou com os preços perto da estabilidade ou até com deflação, mostrando que a recuperação econômica ainda é bastante desigual

Assim, apesar da alta do dólar, os juros futuros fecharam em baixa na maioria dos principais vencimentos, com essa inflação abaixo da expectativa. Confira:

  • Janeiro/2021: de 1,91% para 1,914%;
  • Janeiro/2022: de 2,96% para 2,90%;
  • Janeiro/2023: de 4,41% para 4,30%;
  • Janeiro/2025: de 5,94% para 5,86%.

Quem sobe e quem desce

As ações de frigoríficos se destacaram entre as maiores altas do dia, assim como as produtoras de papel e celulose. A alta do dólar contribuiu para valorização dessas empresas exportadoras. Também beneficiam as produtoras de papel e celulose as altas nos preços da celulose.

Na outra ponta do Ibovespa, continuam sofrendo as ações mais sensíveis à pandemia de coronavírus e a restrições de viagens e circulação de pessoas, como CVC e aéreas.

Maiores altas

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
PRIO3PetroRio59,68+5,44%
SUZB3Suzano57,68+4,45%
BEEF3Minerva10,64+4,11%
JBSS3JBS24,06+3,57%
KLBN11Klabin25,77+3,49%

Maiores baixas

CÓDIGOEMPRESAPREÇO (R$)VARIAÇÃO
CVCB3CVC18,53-6,32%
EMBR3Embraer8,22-3,75%
AZUL4Azul35,27-3,37%
COGN3Cogna4,50-3,02%
HGTX3Hering17,22-2,82%
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Casamento legal

Cade mantém aprovação de compra de fatia da BRF (BRFS3) pela Marfrig (MRFG3)

A conselheira que havia pedido a reabertura da análise da operação mudou de posição e desistiu da reavaliação

SEGURADORA EM APUROS

Vítima de ataque cibernético, Porto Seguro (PSSA3) diz ter restabelecido canais após quase uma semana de instabilidade

Corretores ouvidos pela reportagem disseram que, nos últimos dias, os sistemas da seguradora apresentaram problemas

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies