Menu
2020-10-17T09:47:14-03:00
Estadão Conteúdo
Diplomacia

Bolsonaro amplia número de adidos agrícolas brasileiros no exterior

Expansão da base diplomática dedicada ao setor atende a demanda do agronegócio

17 de outubro de 2020
11:01 - atualizado às 9:47
Vinci Partners Chrimata Agronegócio
Plantação de soja no Brasil - Imagem: Shutterstock

O presidente Jair Bolsonaro autorizou a expansão da rede diplomática brasileira dedicada ao agronegócio, uma de suas principais bases eleitorais. Por decreto, o presidente ampliou de 25 para 28 o número de adidos agrícolas do País no exterior, uma demanda do setor.

O aumento do número de adidâncias dedicadas ao agronegócio valerá a partir de 2021. Os novos postos não foram informados. Os adidos passarão a ter um prazo de quatro anos contínuos de missão no exterior. Atualmente, eles permanecem por dois anos, renováveis por mais dois.

Os adidos agrícolas são profissionais selecionados pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento para trabalhar nas embaixadas brasileiras no exterior, com objetivo de abrir mercados aos produtos brasileiros e acompanhar a regulação do setor, como a imposição de barreiras fitossanitárias.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, haverá também um aperfeiçoamento nas regras de seleção dos servidores do ministério e entidades vinculadas para a função. O decreto com as mudanças foi publicado na quinta-feira no Diário Oficial da União.

No mês passado, a ministra da Agricultura, Tereza Cristina promoveu um encontro com 22 adidos agrícolas brasileiros e anunciou a criação de três postos neste ano, em Paris, na França, Berlim, na Alemanha, e Camberra, na Austrália. Segundo o governo, a escolha dos países se deu pela relevância deles no mercado agrícola mundial e por sediarem organismos internacionais como a Organização Mundial da Saúde Animal e a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Novela sem fim

Senadores articulam aprovação da MP da Eletrobras sem os ‘jabutis’ polêmicos, mas fazem novas adições ao texto

Os senadores sabem, no entanto, que essa alternativa pode não ser bem sucedida e que a Câmara vai resgatar os trechos retirados

Parlamentares furiosos

CPI suspende trabalhos pede condução coercitiva do empresário Carlos Wizard

Wizard é apontado como um dos integrantes de um suposto “gabinete paralelo” de aconselhamento ao governo para ações de combate à pandemia

Sobre shoppings e alianças

Como “compra por vingança”, casamentos adiados e bebês podem beneficiar a Vivara

Ao reafirmar recomendação de compra, XP explica como retomada de planos familiares e a vontade de consumir vão beneficiar a produtora de joias

Indenização ao governo

Ford deve pagar R$ 2,5 bilhões ao governo da Bahia

O acerto deve ser anunciado nos próximos dias, segundo fontes dos setores automotivo e jurídico

Força do campo

Prestes a realizar IPO, AgriBrasil aposta em sustentabilidade e expansão geográfica

Empresa que atua no ramo de exportação de grãos foi fundada em 2013 por Frederico Humberg, que vai aproveitar oferta para vender ações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies