Menu
2019-04-04T14:09:50-03:00
Estadão Conteúdo
Acima do esperado

TIM tem lucro líquido de R$ 592 milhões no 4º trimestre

Operadora registrou aumento no seu faturamento, principalmente com o tráfego de dados, mas o lucro foi impactado por maiores despesas financeiras

20 de fevereiro de 2019
6:50 - atualizado às 14:09
Tim
Imagem: shutterstock

A TIM Participações fechou o quarto trimestre de 2018 com lucro líquido normalizado de R$ 592 milhões, o que corresponde a uma queda de 2,1% em relação ao mesmo período de 2017, de acordo com balanço publicado há pouco.

O valor vem acima das estimativas dos especialistas, que esperavam um lucro líquido de 552,833 milhões, segundo a Bloomberg.

A operadora registrou aumento no seu faturamento, principalmente com o tráfego de dados, mas o lucro foi impactado por maiores despesas financeiras.

O Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) normalizado somou R$ 1,868 bilhão, crescimento de 5,6% na mesma base de comparação. A margem do Ebitda normalizado subiu 0,2 ponto porcentual, para 41,7%. A receita líquida totalizou R$ 4,479 bilhões, crescimento de 5,2%. E a resultado financeiro líquido normalizado gerou uma despesa de R$ 58 milhões, montante 4,1% maior.

Ano

No acumulado de 2018, o lucro líquido normalizado da TIM chegou a R$ 1,566 bilhão, crescimento de 26,6% em comparação com o acumulado de 2017.

O Ebitda normalizado somou R$ 6,563 bilhões, alta de 10,3%, enquanto sua margem subiu 1,8 ponto porcentual, para 38,5%. A receita líquida alcançou R$ 17,050 bilhões, expansão de 5%. O resultado financeiro líquido normalizado no ano foi uma despesa de R$ 604 milhões, quantia 21% maior.

Conforme a operadora detalhou em seu balanço, os indicadores chamados "normalizados" excluem um conjunto de itens. Na parte operacional, desconsideram ajustes ao contrato de sale and leaseback de torres, o aumento temporário nas despesas com recursos humanos e administrativas, o crédito fiscal devido à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/COFINS e leva em conta uma revisão do prognóstico de perda para contingências trabalhistas com pessoal próprio e de terceiros e para contingências fiscais.

Além disso, o resultado financeiro exclui a atualização monetária sobre crédito fiscal e contingências fiscais e trabalhistas, e o crédito fiscal devido à incorporação da TIM Celular pela TIM S.A.

Sem tais efeitos, a TIM apresentou lucro líquido reportado de R$ 637 milhões no quarto trimestre, alta de 5,3%. Em 2018, o lucro líquido reportado foi de R$ 2,6 bilhões, crescimento de 107,3%.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

pandemia

Brasil registra 1.340 mortes por covid-19 em 24h

Resultado ficou atrás apenas do dia 7 de janeiro, quando foram confirmadas 1.524 novos falecimentos

seu dinheiro na sua noite

Tudo caiu – até o forward guidance

Os mercados domésticos ficaram hoje divididos sob a influência de acontecimentos distintos, o que resultou em um comportamento geral incomum: tudo caiu. O Ibovespa perdeu o patamar dos 120 mil pontos e fechou em queda, na contramão das bolsas americanas, animadas pela posse do novo presidente Joe Biden e a nova fornada de estímulos fiscais […]

Análise

Sem o “forward guidance”, Banco Central arranca bola de ferro dos pés

Decisão do BC de abrir mão do compromisso de não mexer com os juros foi acertada, mas a adoção do instrumento mais ajudou ou atrapalhou a economia?

sem "efeito Biden"

Vacinação e risco fiscal derrubam o Ibovespa em dia de festa em NY; dólar também recua

Euforia dos mercados internacionais com o “efeito Biden” foi barrada pelas incertezas domésticas e fez a bolsa brasileira ir na contramão de NY

taxa básica

BC mantém Selic em 2% ao ano, mas retira o ‘forward guidance’

Bolsa pode ter realização de lucros nesta quinta com derrubada de prescrição, diz especialista; decisão de hoje acontece em meio à alta dos preços das commodities e à valorização do dólar

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies