Menu
2019-04-05T14:47:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Menor que o esperado

Telefônica Brasil lucra R$ 1,486 bilhão no 4º trimestre

Valor representa uma queda de 2% sobre o mesmo período do ano anterior e veio abaixo do esperado por analistas, que estimavam lucro líquido de R$ 1,651 bilhão

20 de fevereiro de 2019
7:41 - atualizado às 14:47
Sede da Telefônica
Sede da Telefônica - Imagem: Divulgação

A Telefônica Brasil, dona da Vivo, registrou um lucro líquido de R$ 1,486 bilhão no 4º trimestre de 2018, divulgou em balanço nesta quarta-feira, 20.

O valor representa uma queda de 2% sobre o mesmo período do ano anterior. O resultado veio abaixo da estimativa dos analistas do mercado financeiro, que esperavam um lucro líquido de R$ 1,651 bilhão, segundo a Bloomberg.

No acumulado do ano, a cifra foi de R$ 8,928 bilhões, um aumento de 93,7% sobre 2017, no critério contábil, considerando os efeitos da adoção do IFRS 15, em vigor desde janeiro de 2018 - o qual requer que a receita seja reconhecida baseada no contrato com o cliente.

No acumulado do ano, a cifra foi de R$ 8,928 bilhões, um aumento de 93,7% sobre 2017, no critério contábil, considerando os efeitos da adoção do IFRS 15, em vigor desde janeiro de 2018 - o qual requer que a receita seja reconhecida baseada no contrato com o cliente.

Sem contar o IFRS 15, o lucro líquido pró-forma é de R$ 1,471 bilhão no trimestre, 3% de queda, e no ano, R$ 8,871 bilhões, 92,5% maior.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) soma R$ 4,046 bilhões no quarto trimestre, 7,4% maior na comparação com igual intervalo de 2017, com margem de 36,5%, um aumento de 2,4 pontos porcentuais. No ano, o montante é de R$ 17,824 bilhões, alta de 23%, e a margem Ebitda de 41,0%, avanço de 7,5 p.p.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Sobre shoppings e alianças

Como “compra por vingança”, casamentos adiados e bebês podem beneficiar a Vivara

Ao reafirmar recomendação de compra, XP explica como retomada de planos familiares e a vontade de consumir vão beneficiar a produtora de joias

Indenização ao governo

Ford deve pagar R$ 2,5 bilhões ao governo da Bahia

O acerto deve ser anunciado nos próximos dias, segundo fontes dos setores automotivo e jurídico

Força do campo

Prestes a realizar IPO, AgriBrasil aposta em sustentabilidade e expansão geográfica

Empresa que atua no ramo de exportação de grãos foi fundada em 2013 por Frederico Humberg, que vai aproveitar oferta para vender ações

Exile on Wall Street

Ouvi na rádio que os brasileiros estão indo: a evolução econômica passa distante da realidade das pessoas

Ouvi hoje cedo na rádio que os juros estão voltando. O retorno do rentismo? — pergunta o locutor. Não é para tanto. Há um certo simplismo injetado nas narrativas à medida que ganham escala. Complexidade e escalabilidade são grandezas inversamente proporcionais. Quinta passada, voltei pra casa também ouvindo o jornal na rádio. Eu gosto de […]

MERCADOS HOJE

Juros avançam e dólar recua após nova alta da Selic; bolsa opera instável com recuo das commodities

A bolsa brasileira opera em alta, na contramão do movimento visto em Nova York. O mercado de juros futuros também fica aquecido e passa por ajustes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies