Menu
2019-12-29T22:31:06-03:00
INSATISFAÇÃO

Reprovação do STF só não é pior que a do Congresso Nacional, diz Datafolha

Segundo o levantamento, quatro em cada dez brasileiros consideram ruim ou péssima a atuação do Tribunal

29 de dezembro de 2019
11:50 - atualizado às 22:31
STF
STF - Imagem: André Dusek/Estadão Conteúdo

A avaliação do Supremo Tribunal Federal (STF) só não é pior que a do Congresso Nacional. É o que aponta a primeira pesquisa do Datafolha que busca medir a percepção da população em relação à Suprema Corte.

Segundo o levantamento, a atuação do STF é mal avaliada por 39% de um total de 2.948 pessoas ouvidas entre os dias 5 e 6 de dezembro em 176 municípios de todas as regiões do País. Significa dizer que quatro em cada dez brasileiros consideram ruim ou péssima a atuação do Tribunal. A margem de erro é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos.

A reprovação do STF só não é maior que a do Congresso, que recebe indicações de ruim ou péssimo por 45% dos entrevistados. A reprovação do STF é equivalente à do presidente Jair Bolsonaro, cuja gestão é mal avaliada por 36% da população, considerando a margem de erro da pesquisa.

O Datafolha chama a atenção para o fato de a taxa dos que o reprovam a Suprema Corte brasileira ser o dobro da dos que aprovam. Os que classificam a atuação do STF como ótima ou boa representam 19% dos entrevistados pelo Datafolha.

"Dado o ineditismo da pesquisa, não é possível dizer se a reprovação do STF aumentou ou diminuiu em certo período, mas é possível compará-lo ao Executivo e ao Legislativo", diz o Datafolha.

De acordo com o diretor de pesquisas do Instituto, Alessandro Janoni, nos últimos anos as três esferas de poder federal têm se revezado no protagonismo do cenário político brasileiro, com intensa divulgação pela mídia tradicional e pelas redes sociais.

E o plenário do Supremo, composto por seus 11 ministros, segundo lembra o Datafolha, esteve no foco das atenções em diversas ocasiões ao longo de 2019. A principal delas foi quando julgou as ações que discutiram a constitucionalidade da prisão de condenados em segunda instância.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Uma pra lá, outra pra cá

Rede de farmácias D1000 estreia com tombo de 7% na B3; Quero-Quero sobe

Ambas as empresas foram listadas no Novo Mercado, segmento com os mais elevados padrões de governança corporativa da B3; IPOs movimentaram mais de R$ 2 bilhões

reduzindo custos

Na crise, empresas migram para galpões

Pequenos lojistas de shopping center e distribuidores de produtos de moda, por exemplo, encontraram uma forma mais barata e prática para economizar nesse momento difícil

Varejo online

O balanço bom não bastou. Mercado Livre cai na bolsa e arrasta Magalu, Via Varejo e B2W

Mercado Livre registrou forte crescimento no volume de vendas, que atingiu US$ 5 bilhões no segundo trimestre, mas não foi o suficiente para empolgar os investidores

meio ambiente

Itamaraty reduz importância de área ambiental na diplomacia do Brasil

Numa sequência de mudanças políticas, o governo Jair Bolsonaro desistiu de sediar a Conferência do Clima (COP) 25, no ano passado, e rebaixou o tema na estrutura interna do Itamaraty

Mercados hoje

Ibovespa firma-se em queda com questão fiscal e realização de lucros em sessão volátil

Decretos de Trump sobre ajuda emergencial a desempregados norte-americanos sustentam ‘otimismo cauteloso’ nos mercados financeiros

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements