Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-08-13T11:35:24-03:00
TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Um tesouro escondido na carteira do vovô

13 de agosto de 2019
10:20 - atualizado às 11:35
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Realizei o sonho da casa própria há alguns anos com um apartamento antigo, bem localizado, mas em um estado de conservação questionável. Para você ter ideia, o antigo dono teve a pachorra de pintar a parede sem retirar os quadros. Quando peguei a chave me deparei com um imóvel vazio com quadrados sem tinta na sala. Aliás, estava vazio mesmo. Ele levou tudo que estava dentro, como tanque, campainha e os espelhos das tomadas. Senta e chora? Claro que não! Comemorei e muito. Aquele imóvel foi um achado.

Aos poucos fui ajeitando a casa. Pintei a parede, fiz uma cozinha sob medida, comprei móveis novos. Mas nem tudo valia a pena trocar. A porta dos quartos, por exemplo, era madeira maciça, um material que, segundo me disseram, quase não se acha mais nas portas novas.

O mundo dos investimentos também tem alguns “tesouros” antigos. São produtos que deixaram de ser vendidos e viraram um trunfo na carteira de quem comprou no passado. Lembra das NTN-Cs, os títulos públicos atrelados ao IGP-M? Os planos de previdência privada também têm suas pérolas antigas.

O cálculo do benefício considera uma tabela que estima a sobrevida dos aposentados. Essa tabela mudou ao longo dos anos, com o aumento da expectativa de vida da população. Consequentemente, quem tem um plano atrelado às tabelas antigas tende a se beneficiar. É claro que essa não é a única questão que requer atenção na hora de avaliar se um plano de previdência é bom ou ruim. Mas é um bom ponto, certamente.

Quer saber mais como funciona essa cálculo e os diferentes padrões adotados pelos planos de previdência privada no Brasil? A Julia Wiltgen te explica nesta reportagem. Recomendo muito a leitura!

A Bula do Mercado: guerra comercial, Hong Kong e crise na Argentina

O mercado financeiro monitora os diversos focos de tensão espalhados pelo mundo. À guerra comercial entre Estados Unidos e China somam-se os protestos pró-democracia em Hong Kong e a crise na Argentina.

O governo chinês ainda respeita certo grau de autonomia de Hong Kong. Mas é difícil não pensar em intervenção do Exército se os atritos entre manifestantes e a polícia continuarem. Aqui na vizinhança, a derrota do presidente Mauricio Macri nas eleições primárias argentinas para o candidato da oposição ainda pode afetar o mercado doméstico, como ocorreu ontem.

Com isso, o sinal negativo volta a prevalecer entre as bolsas hoje. Na Ásia, o índice Hang Seng caiu 2%, liderando a perdas na região, enquanto Tóquio cedeu 1% e Xangai recuou 0,6%. No Ocidente, as principais bolsas europeias são negociadas em queda pela terceira sessão consecutiva. Os índices futuros das bolsas de Nova York também amanheceram no vermelho.

Por aqui, os investidores ainda têm para digerir mais um dia de divulgação de resultados trimestrais das empresas. O destaque fica com os balanços do Magazine Luiza, da empresa de logística Rumo e da holding de investimentos Itaúsa. Você pode conferir os principais números dessas companhias aqui.

Ontem, o Ibovespa fechou o pregão em forte queda de 2%, aos 101.915,22 pontos, e o dólar à vista terminou em alta de 1,09%, a R$ 3,9834. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Briga de hermanos

Os candidatos argentinos Mauricio Macri e Alberto Fernández colocaram a boca no trombone após o resultado das primárias de domingo. Macri falou o que os mercados já sabem: “o maior problema é que a alternativa Kirchnerista não tem credibilidade no mundo”.

Já Fernández comentou de tudo um pouco e sobrou até para Jair Bolsonaro. Em entrevista a uma emissora de TV local, ele criticou o acordo Mercosul-União Europeia e a alta dos juros na Argentina. Ele também fez duras críticas a Bolsonaro, a quem ele chamou de racista e misógino, e pediu a libertação do ex-presidente Lula.

A preço de banana

A americana Verizon vai vender o Tumblr para a Automattic, empresa que é dona da ferramenta de publicação WordPress. Semelhante ao Twitter, o Tumblr já foi muito popular entre os mais jovens, mas perdeu espaço com o surgimento de redes sociais como Instagram. Em 2013, quando o Yahoo comprou o Tumblr, pagou US$ 1,1 bilhão. Os dados da negociação atual não foram divulgados oficialmente, mas a imprensa americana relata que a venda saiu por menos de US$ 3 milhões. Saiba mais.

Baratinho... no começo

Depois de enfrentar uma briga com as concorrentes Gol e Latam pelos slots da Avianca em Congonhas, a Azul informou que vai lançar seus voos na ponte aérea Rio-São Paulo no dia 29 de agosto. Num esforço para ficar bem na foto, a companhia promete tarifas iniciais de R$ 99 por trecho. Saiba mais.

Agenda 
Índices
- China publica dados sobre investimentos, produção industrial e vendas no varejo de julho
- Alemanha e Estados Unidos divulgam inflação em julho
- Reino Unido divulga taxa de desemprego em junho
- Estados Unidos publicam dados semanais sobre o mercado de petróleo

Mercados
- FMI divulga relatório de acompanhamento sobre a economia da China

Balanços 2º trimestre
- No Brasil: Equatorial, Bradespar e Qualicorp
- Teleconferências: Cosan, Equatorial, Eletrobras

Política
- Comissão da Câmara debate reforma tributária
- Líderes do Senado definem calendário de tramitação da reforma da Previdência na Casa
- Senado italiano deve discutir data para votação

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Ministério atualiza dados

Brasil registra mais de 31 mil mortes por covid-19

De 526.447 casos confirmados, 223.638 pacientes foram recuperados

6,8% dos recursos foram gastos

MPF investiga baixo investimento do governo Bolsonaro no combate ao coronavírus

O Ministério Público Federal determinou, nesta terça-feira, 2, a abertura de um inquérito civil público para apurar a baixa aplicação de dinheiro público, por parte do governo de Jair Bolsonaro, no combate à pandemia do novo coronavírus

A volta dos touros

Acabou a crise? 5 razões para a disparada da bolsa e a queda do dólar

O dólar à vista acumula queda de mais de 11% nas últimas 15 sessões, afastando-se de vez da faixa dos R$ 6,00 — na bolsa, o Ibovespa também teve alívio forte no período, retomando os 90 mil pontos

Atenção com contas públicas

Déficit fiscal poderá ser de 12% do PIB, diz Armínio Fraga

“Estritamente do ponto de vista fiscal, estamos trabalhando com uma margem de manobra muito apertada. Tenho comentado que a consequência disso vai ser um crescimento imenso das necessidades de financiamento do governo”, comentou Fraga ao participar de uma live promovida pelo BTG Pactual

seu dinheiro na sua noite

Velozes e furiosos, parte 91 mil

Eu não sou um grande fã de filmes de ação, e ainda menos da franquia Velozes e Furiosos. Assisti apenas ao primeiro longa da série, tentando imaginar como um roteiro tão desconectado da realidade foi parar nas telas – ainda que tenha seus momentos. Foi só alguns anos depois, durante uma discussão de bar (saudades das […]

ex-ministro da fazenda

Pedro Malan vê excesso de otimismo em órgãos internacionais para o pós-pandemia

O ex-ministro da Fazenda Pedro Malan disse nesta terça-feira, 2, que vê um excesso de otimismo nas previsões de organismos internacionais, como o Fundo Monetário Internacional (FMI), e também de parte do mercado, de uma recuperação na forma de “V” após a pandemia do coronavírus

Procurador-geral da República

Alinhado a Bolsonaro, Aras diz que Forças Armadas podem atuar em caso de ruptura

A posição do procurador está alinhada à do presidente Jair Bolsonaro, que tem citado o artigo 142 da Constituição como uma saída para a crise do governo com o Supremo

Alívio inesperado?

Dólar despenca a R$ 5,20 e Ibovespa sobe forte: o que aconteceu com o mercado?

Enquanto o mundo passa por forte turbulência, os mercados estão mais calmos que nunca: o dólar teve a maior queda diária desde 2018 e o Ibovespa foi às máximas em quase três meses

Dados de associação

Comércio paulistano cai 67% nas vendas de maio

Mês é estratégico em razão do Dia das Mães

Presidente da Câmara

MP que estabelece crédito para folha de pagamento não pode ser votada, diz Maia

Editada no dia 3 de abril, a medida estabelece uma linha de crédito de R$ 34 bilhões para garantir o pagamento dos salários em empresas com receita anual entre R$ 360 mil e R$ 10 milhões durante a pandemia do coronavírus

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu