Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-11-05T11:01:42-03:00
tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Ressaca pós-Previdência

5 de novembro de 2019
10:57 - atualizado às 11:01
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

O ano já acabou? Dizem que, passado o mês de agosto, basta piscar os olhos para chegar a época de festas. De fato, já vemos panetones nas gôndolas dos mercados e decorações de Natal por aí. Mas, ao menos aqui no Seu Dinheiro, a fase do “saco cheio” ainda não começou e o trabalho corre a todo vapor.

Agora, se tem um lugar em que parece que 2019 já terminou é o Congresso Nacional. Só que, por lá, o que teria marcado o encerramento dos trabalhos não foi o término do mês mais arrastado do ano, mas sim a aprovação da reforma da Previdência.

Como bem disse o repórter Eduardo Campos, a mudança nas regras da aposentadoria - necessária, mas impopular - deixou uma certa “fadiga” no parlamento, tornando mais difícil a aprovação de grandes reformas ou outras pautas que descem quadrado ainda neste ano.

Para esta terça, esperamos que o ministro Paulo Guedes anuncie um pacote de austeridade fiscal, que não é exatamente o tipo de coisa que costuma animar a plateia. Ele terá o desafio de “vender” as suas medidas ao Congresso como uma agenda positiva, que é o sal de frutas que os parlamentares esperam para curar a “ressaca” da Previdência.

O Edu fez uma análise sobre o desafio de Guedes e o clima de fim de festa no Legislativo. Recomendo muito a leitura!

No embalo do exterior

Além do novo pacote de medidas de Guedes, Brasília também chama a atenção dos investidores por conta do projeto de lei de privatização da Eletrobras, que deve ser assinado hoje pelo presidente Jair Bolsonaro.

O mercado local ainda digere a ata da última reunião do Copom, divulgada há pouco. O documento reiterou a intenção de promover mais um corte de meio ponto percentual na Selic na reunião de dezembro, e não descarta ir além no ajuste da taxa básica de juros.

Lá fora, chama a atenção dos investidores a possibilidade de um acordo entre Estados Unidos e China. Rumores de que a Casa Branca estaria considerando retirar as tarifas impostas em setembro sobre produtos chineses animam os negócios. Assim, as principais bolsas asiáticas encerraram o pregão em alta e os índices futuros de Nova York seguem em campo positivo.

Ontem, o Ibovespa encerrou o dia com mais um recorde no fechamento! O principal índice da bolsa brasileira teve alta de 0,54%, a 108.779,33 pontos. O dólar terminou o dia com um avanço de 0,41%, a R$ 4,0112. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

E o que mais mexe com os mercados?

Aqui e lá fora, os investidores têm mais um dia da temporada de balanços para calibrar suas apostas. Entre ontem à noite, após o fechamento do pregão, e agora pela manhã, duas companhias do Ibovespa divulgaram seus números: Itaú Unibanco e BTG Pactual. Lá fora, a Uber deve mexer com os mercados.

  • Itaú: o maior banco do País trouxe resultados dentro do esperado: o lucro líquido da instituição no terceiro trimestre chegou a R$ 7,1 bilhões, numa alta de 10,9% em relação ao período anterior. O bancão também se manteve folgado na liderança de rentabilidade na competição com o Bradesco e o Santander Brasil.
  • BTG: o banco teve um crescimento de 71% no lucro líquido, atingindo a marca de R$ 1 bilhão. A receita total também teve um salto de mais de 74% em comparação com o mesmo período do ano passado.
  • Uber: depois de registrar perdas de US$ 5 bilhões no segundo trimestre, a companhia repetiu a dose no prejuízo bilionário - embora menor. A gigante tecnológica teve resultado negativo em US$ 1,2 bilhão no último trimestre. A receita, por outro lado, aumentou 30% em relação ao mesmo período do ano passado.

Agenda

Indicadores
- Estados Unidos anunciam resultado de sua balança comercial em setembro, dados semanais sobre o mercado de trabalho e números semanais sobre o setor de petróleo
- IHS Markit divulga PMIs de Reino Unido, Estados Unidos e Japão de outubro

Banco Centrais
- Banco do Japão divulga ata de sua última reunião de política monetária

Balanços do 3º trimestre
- No exterior: Telefônica

Política
- Presidente da França, Emmanuel Macron, continua visita oficial à China
- Presidente da OMC, Roberto Azevêdo, conclui visita à China

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Oportunidade para o investidor

Conselho da Iguatemi aprova emissão de R$ 264 milhões em debêntures

Trata-se da oitava emissão dos títulos pela empresa, que serão negociados em série única e vinculados a uma emissão de CRI

Seu Dinheiro na sua noite

O que mudou e o que não mudou na bolsa

Quando surgiram as primeiras notícias sobre o surto do coronavírus na China, havia poucos elementos para afirmar se estávamos ou não diante de uma crise de saúde de proporções globais. Hoje já não temos mais dúvidas disso. A dolorosa queda de 7% da bolsa na quarta-feira de cinzas marcou a passagem da incerteza que tínhamos […]

É dólar na veia

Na luta para conter o dólar, Banco Central anuncia oferta de US$ 1 bilhão em contratos de swap nesta sexta-feira

Negociação será realizada na bolsa entre 9h30 e 9h40 e deve contemplar até 20 mil contratos

Dados do Banco Central

Reservas internacionais subiram US$ 976 milhões no dia 26 de fevereiro, para US$ 360,578 bilhões

Resultado reflete sobretudo a oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas

Menor nível em quatro meses

Pressionado pelo coronavírus, Ibovespa cai mais 2,59% e fecha na mínima do dia; dólar sobe a R$ 4,47

O mercado até ensaiou um movimento de recuperação no meio da tarde, mas a cautela com o surto de coronavírus prevaleceu, derrubando o Ibovespa — apenas quatro ações do índice fecharam em alta. O dólar cravou mais uma máxima

No radar

Abimaq diz não ter dado que indique desabastecimento por causa do novo coronavírus

Setor de máquinas está promovendo ações preventivas para evitar qualquer risco de desabastecimento

Negócio em aberto

Bayer concorda com nova revisão sobre aquisição da Monsanto

Empresa vai permitir que um especialista independente revise suas regras e examine os seus principais negócios

Enchentes

Chuvas de fevereiro dão prejuízo de R$ 203 milhões ao comércio do sudeste, diz CNC

Mais da metade do rombo foi concentrado no Estado de São Paulo

Não vai dar

Facebook e Microsoft cancelam participação em eventos por temor com coronavírus

Sony, Electronic Arts e Unity Technologies também já tinham informado que não participariam de conferência

Embraer monitorada

S&P mantém rating BBB da Embraer em observação para eventual rebaixamento

Avaliação reflete a aprovação ainda pendente da Comissão Europeia sobre o acordo entre a empresa brasileira e a Boeing, diz agência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu