Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-10-28T19:09:59-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Quem segura os touros na bolsa?

28 de outubro de 2019
19:09
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Uma manada de touros contida durante praticamente uma década irrompeu há pouco mais de três anos na bolsa brasileira. Calma, não há registro de pessoas levando chifradas no centro de São Paulo, onde fica a sede da B3. Para quem não acompanha de perto a fauna do mundo financeiro, o touro simboliza movimentos de alta no mercado de ações.

Desde a mínima de 37 mil pontos alcançada em janeiro de 2016, o Ibovespa acumula uma valorização de impressionantes 190%. Nesta segunda-feira o principal índice de ações da B3 bateu um novo recorde e fechou aos 108.187 pontos.

De fora pode parecer fácil, mas quem montou no touro da bolsa sabe que o percurso está sujeito a muitas chacoalhadas. Que o diga aqueles que estavam no lombo do bicho em momentos como o Joesley Day e a greve dos caminhoneiros.

Apesar dos recordes sucessivos, a bolsa segue atrativa graças à retirada de várias barreiras para a circulação dos touros. Uma delas sem dúvida foi a aprovação da reforma da Previdência na semana passada.

De todo modo, é preciso se segurar firme para não cair na hora errada. Até porque os principais riscos no radar dos investidores, em particular os que vêm de fora, ainda não se dissiparam. Ou seja, os touros podem dar lugar aos ursos (que simbolizam a baixa nas ações) se o cenário internacional não contribuir.

Para ajudar você a se guiar por esse caminho, o nosso toureiro Victor Aguiar conta como foi mais esse dia histórico para a bolsa, que ainda foi acompanhado da queda do dólar para abaixo de R$ 4,00.

Na passarela da bolsa

Hoje pela manhã eu tive a oportunidade de assistir a um desfile de moda. E o que isso tem a ver com investimentos? Tudo! O evento aconteceu no antigo pregão da Bolsa de Valores de São Paulo, e a responsável por transformar a atual sede da B3 em passarela foi a C&A, na cerimônia que marcou a estreia das ações da varejista. Os papéis da empresa também fizeram bonito no primeiro dia de negócios e fecharam em alta de 3,09%. Saiba como foi o evento , que também traz uma pequena galeria de fotos com o desfile dos modelos e dos executivos da C&A.

Ainda a hora e a vez?

Uma das empresas que mais chamou a atenção neste ano na bolsa foi a Sinqia, que produz software para o mercado financeiro. Tudo graças à forte alta das ações e de uma nova oferta que foi concluída em setembro. Mas será que ainda dá tempo de investir na companhia ou o melhor já passou? Os analistas do BTG Pactual decidiram opinar sobre o assunto - e a resposta você confere nesta matéria.

Casos de família

Quem está juntando os cacos após um enorme racha na diretoria é o Banco Safra. Alberto, um dos filhos do controlador do banco, Joseph Safra, decidiu deixar a instituição após desentendimentos com o irmão David sobre o rumo dos negócios. O problema é que, junto com ele, deixam a instituição o presidente, Rossano Maranhão, e o vice-presidente, Eduardo Sosa. Entenda nesta matéria toda a polêmica e os reflexos das baixas de um dos bancos mais tradicionais do país.

Vai um podcast aí?

Com a devida licença ao meu xará Vinicius de Moraes, as redes sociais tradicionais que me perdoem, mas podcast é fundamental. A onda não só veio para ficar como já mostra seu potencial financeiro. Que o diga o Spotify, que surpreendeu os investidores norte-americanos com um balanço trimestral para lá de forte. A popularização dos podcasts levou a empresa a bater sua meta anual de usuários ativos já no terceiro trimestre e embolsar um lucro de 248 milhões de euros no período. Confira nesta reportagem os principais números da empresa – e também uma ótima dica de podcast.

Precisamos falar da XP

Se você acompanha o mercado financeiro há algum tempo já deve ter percebido que alguns momentos são chave para quem quer ganhar dinheiro. E a futura oferta inicial de ações (IPO na sigla em inglês) da XP Investimentos será um deles. O nosso colunista Felipe Miranda, por exemplo, acredita que já está mais do que na hora de você começar a se preparar para esse evento que já dominou os almoços e os happy hours do pessoal que trabalha no mercado. Na coluna de hoje , o Felipe traz algumas razões para dar especial atenção à XP e seu já badalado IPO.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

país em crise

Concorrente do Uber, Cabify encerra operações no Brasil por conta da pandemia

Fundada há 10 anos em Madri, empresa enfrentou um mercado altamente competitivo no Brasil, mas crise recente foi decisiva para startup deixar o país

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Ligando na tomada

Renault traz a nova geração de carros elétricos ao Brasil — e Weg e EDP garantem a recarga

A Renault firmou parceria com EDP e WEG para o fornecimento de infraestrutura do novo Zoe, veículo 100% elétrico da montadora francesa

Estreia na segunda

Hashdex capta R$ 615 milhões para o primeiro ETF de criptomoedas

O ETF replicará um índice desenvolvido pela Nasdaq com a própria gestora Hashdex e estreia na bolsa brasileira na seugnda-feira (26)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies