Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
É CEO do Seu Dinheiro
2019-08-14T10:53:06-03:00
TUDO QUE VAI MEXER COM SEU DINHEIRO HOJE

Prepare-se para o pior!

14 de agosto de 2019
10:53
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Não, eu não virei uma pessimista do dia para a noite. O drama argentino trouxe uma lembrança amarga para os investidores: a necessidade de dosar o otimismo e sempre se preparar para o pior.

Você já imaginou “sextar” comprado na bolsa, felizão com um alta de 8% no dia, e começar a segunda-feira perdendo 30% em poucas horas? Parece um pesadelo de filme de terror, mas foi o que aconteceu com os nossos hermanos nesta semana.


Antes que você se assuste e desista de investir na bolsa, saiba que existem formas de se proteger desses revezes. São posições defensivas que você pode colocar na carteira para ganhar em situações de estresse nos mercados e salvar parte dos seus investimentos.

Eu sei que é meio chato fazer um investimento pensando que você vai ganhar se tudo der errado. Como bem comparou o Eduardo Campos, é muito mais legal comprar o carro do que o seguro. Mas você precisa levar os dois.

Se você não sabe por onde começar, o Edu conversou com o gestor da Vérios Investimentos, Pedro Mota, e te mostra como compor uma estratégia de defesa. Leitura obrigatória!

Adiós!

Não bastasse o mau humor dos mercados com o resultado das prévias das eleições presidenciais argentinas, o país terá de digerir mais uma notícia amarga nesta semana. A Honda anunciou que deixará de produzir carros na Argentina a partir de 2020. Saiba aqui os motivos da decisão.

A Bula do Mercado: dados fracos da China ditam os rumos

Ainda que ontem o alívio na guerra comercial tenha aberto espaço para uma recuperação do mercado financeiro, os números da segunda maior economia do mundo divulgados há pouco podem resgatar a aversão aos ativos de risco. A produção industrial chinesa e as vendas no varejo em julho vieram abaixo do esperado.

Ainda assim, na Ásia as bolsas fecharam em alta, reagindo à notícia da véspera de que os EUA resolveram adiar a implantação da tarifa de 10% sobre um volume de US$ 300 bilhões em bens chineses importados. Tóquio liderou os ganhos, com quase 1% de alta, Xangai subiu 0,4%, enquanto Hong Kong ficou de lado. No Ocidente, as bolsas europeias e os índice futuros das bolsas de Nova York estão no vermelho, reagindo aos novos sinais de desaceleração da economia global.

Já agenda econômica no Brasil segue mais fraca hoje, trazendo os dados do Banco Central sobre a entrada e saída de dólares do país até o início deste mês. Os investidores ainda vão degustar mais uma onda de resultados trimestrais das empresas. O destaque de hoje são os balanços de Kroton e Embraer. Você pode conferir os principais números dessas companhias aqui.

Ontem, o Ibovespa fechou em alta de 1,36%, aos 103.299,47 pontos. Já o dólar à vista recuou 0,39%, a R$ 3,9678. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Enxuga que passa

Em Brasília, o dia traz novidades sobre a MP da Liberdade Econômica- aquela que reduz a burocracia e limita o poder de regulação do Estado. Depois de encontrar resistência entre parlamentares, o governo e o relator enxugaram o projeto para levá-lo à votação - 53 artigos do texto foram reduzidos para 20. Feita a cirurgia, o texto passou. Agora, os deputados seguem na discussão dos destaques. Saiba mais.

Zuckerberg ouviu seu áudio


A questão da privacidade parece longe de estar resolvida para o Facebook. Uma reportagem da Bloomberg revelou que a empresa pagou centenas de trabalhadores terceirizados para transcrever arquivos de áudios de seus usuários. Tudo isso para aprimorar os recursos de inteligência artificial do Facebook. A notícia pegou mal e pode doer no bolso do acionista da rede social. No pré-mercado em Nova York, as ações da companhia estão em queda. Saiba mais.

Um grande abraço e ótima quarta-feira!

Agenda

Índices
- Banco Central publica dados semanais do fluxo cambial
- Alemanha e zona do euro divulgam prévias do PIB no 2º trimestre
- Reino Unido divulga inflação de julho
- Zona do euro publica dados industriais de junho

Balanços 2º trimestre
- No Brasil: Embraer, Kroton, Oi, JBS, Marfrig, Sabesp, Natura, Via Varejo, Light, Cemig e Gafisa
- Teleconferências: Embraer, CPFL e Kroton

Política
- CMN faz reunião extraordinária em Brasília

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

QUESTIONAMENTOS

Frente parlamentar aciona STF para suspender reforma administrativa

A Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público acionou o Supremo Tribunal Federal (STF) para pedir a suspensão imediata da tramitação da reforma administrativa. No mandado de segurança, deputados e senadores argumentam que não é possível analisar a proposta por falta de informações técnicas. Segundo os parlamentares, a imposição de sigilo nos documentos que […]

BALANÇO

BC informa que 50 milhões de chaves já foram cadastradas no Pix

O Pix é um sistema que permitirá pagamentos e transferências 24 horas por dia, 7 dias por semana, todos os dias do ano.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Esse tal de BDR

O mercado financeiro adora usar termos e siglas em inglês, talvez para tornar a coisa mais difícil do que realmente é. Nos últimos dias você já deve ter lido, inclusive aqui no Seu Dinheiro, sobre um tal de BDR. As três letras vêm de Brazilian Depositary Receipts. O quê? Calma, nós chegamos lá. O BDR é […]

As queridinhas

Tesla, Apple e Mercado Livre são os BDRs mais negociados no 1º dia de mercado aberto a todos os investidores

Empresas de tecnologia dominaram o primeiro dia de negociações liberadas a qualquer investidor, que teve volume superior à média

embalou

Ibovespa fica perto dos 102 mil pontos com disparada dos bancos e alta em NY; dólar cai abaixo do R$ 5,60

Papéis de Itaú, Banco do Brasil e Bradesco terminam sessão entre as cinco maiores altas do índice, que fechou perto da máxima; moeda americana recua 0,36% e juros sobem em dia de leilão do Tesouro e à espera de novidades fiscais. Lá fora, expectativa para estímulos alivia bolsas americanas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies