Menu
Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-07-10T19:18:08-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

O Dia P da Previdência

10 de julho de 2019
19:18
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Nem Netflix nem Globo. A série com maior carga dramática, e ainda com direito a grandes revitavoltas, está sendo exibida neste momento na TV Câmara. Sim, estou falando da reforma da Previdência.

No momento em que escrevia esta newsletter, a Câmara se preparava para votar a proposta de emenda à constituição (PEC) em primeiro turno. Se não acontecer nenhum lance típico de novela, o texto deverá contar com os 308 votos necessários para ser aprovado.

Embora a saga não chegue ao fim, hoje certamente é o clímax dessa história que insiste em se repetir há mais de duas décadas, ainda que com elenco e diretores diferentes.

Na primeira mudança nas regras para a aposentadoria, ainda no primeiro governo FHC, a emenda que instituía a idade mínima foi rejeitada por apenas um voto. E a derrota só ocorreu em razão de um erro do tucano Antonio Kandir, que se embananou com o painel eletrônico de votação.

Na reforma encampada no início do governo Lula, o drama também foi interno. Ao fechar questão a favor das mudanças, o PT expulsou os parlamentares que não seguiram a orientação do partido.

O enredo da Previdência ficou adormecido por um tempo, mas voltou com força em meio à grave crise fiscal do país. E enveredou para as páginas policiais lá em 2017, quando o ex-presidente Michel Temer foi flagrado em conversas pouco apropriadas com Joesley Batista, praticamente na véspera da votação do projeto no plenário.

Como esse roteiro parece inevitável para quem assume a cadeira de presidente da República, Jair Bolsonaro também enfrentou (com certa hesitação) o desafio da Previdência. Mas ainda que esteja longe de ser uma unanimidade, o projeto encaminhado pela equipe do ministro Paulo Guedes encontrou uma rara aceitação entre boa parte da população.

Em um dia em que as notícias se sucedem a cada minuto, o Eduardo Campos está desde cedo (e desde o início da tramitação do projeto) acompanhando todos os passos da reforma na Câmara. Nesta matéria você confere os principais lances que acontecem no plenário.

Mais um recorde para a conta

Na maior parte do tempo, o mercado financeiro parece trabalhar em um fuso horário diferente. Como você já leu por aqui, nas últimas semanas os investidores adotaram o “calendário Maia”. Desde que o presidente da Câmara instituiu um cronograma para a votação para a reforma da Previdência, a bolsa engatou uma sequência de altas (e recordes). E não foi diferente hoje, quando o Ibovespa voltou a subir forte e por pouco não fechou acima dos 106 mil pontos. O cenário externo também ajudou (e muito), como o Victor Aguiar conta para você na nossa cobertura de mercados.

Otimista e contra a maré

Em sua última carta, os gestores da Verde, de Luis Stuhlberger, criticaram o excesso de pessimismo de algumas casas com o crescimento da economia. Surfando contra a maré da média dos economistas para o PIB, a lendária gestora aproveitou para reafirmar a visão mais positiva para a bolsa. A retomada inclusive já estaria em curso, liderada pela demanda doméstica. Saiba os motivos pelos quais a Verde se coloca contra o consenso do mercado nesta matéria.

Os mais rentáveis

Eu sei que os rankings de rentabillidade não são a melhor fonte para se escolher o melhor fundo de investimento. Mas quem resiste a conferir como foi o desempenho dos gestores, ainda mais em um período tão movimentado como o primeiro semestre deste ano? Com base em um estudo da consultoria Economatica, a Julia Wiltgen conta para você quais foram os fundos multimercados vencedores e quais estratégias eles adotaram para chegar lá.

Dividindo o bolo

Depois de um verdadeiro cabo de guerra entre com a Anac, a Avianca realizou hoje o leilão de autorizações para voos e decolagens (slots). Sem a presença da Azul, que se retirou da disputa depois da mudança na forma da venda dos ativos, a disputa ficou entre Gol e Latam, que dividiram o bolo praticamente em partes iguais. Apenas dois blocos não foram arrematados. Se as empresas realmente ficaram com os slots, a concentração no setor aumenta ainda mais. Eu digo “se” porque o leilão ainda pode ser suspenso.Saiba a razão nesta reportagem.

É um pássaro, é um avião?

A alta de quase 5% do Ibovespa só nos primeiros dias deste mês e os sucessivos recordes chamaram a atenção de muita gente. Mas fora das ações que compõem o principal índice da bolsa, alguns papéis fazem ainda mais bonito. É o caso da incorporadora Tecnisa. Depois de passar por um longo inferno astral, a empresa engatou uma alta de 40% nos últimos dias. Quer saber mais detalhes do que há por trás dessa valorização? O Victor Aguiar te fala tudo aqui.

Netflix e Uber na mira

Assim como eu, imagino que você também seja um usuário assíduo de aplicativos. Pois bem, Netflix e Uber devem ser um dos alvos da reforma tributária que deve entrar em pauta no Congresso após a votação da Previdência. Para o deputado Hildo Rocha, que foi eleito hoje presidente da comissão especial da reforma tributária, esses apps são favorecidos pela estrutura que há hoje no país e isso precisa mudar. Saiba mais sobre a possível taxação nesta reportagem.

Foguete na bolsa

Em geral, quando eu falo de um foguete na bolsa, me refiro a alguma ação que teve forte valorização em um curto período. Mas agora o bilionário Richard Branson quer levar literalmente o foguete para a bolsa. O empresário pretende criar a primeira empresa para levar turistas ao espaço com ações listadas. O dono da Virgin Galactic anunciou que vai fundir a companhia com a empresa de investimentos Social Capital Hedosophia (SCH). E o valor estimado da nova firma será de US$ 1,5 bilhão. Ficou interessado em investir? Então saiba mais sobre a iniciativa com a Bruna Furlani.

Uma ótima noite pra você.

 

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Balanço da covid no país

Brasil supera Itália em número de mortes por coronavírus e chega a 33.884

O Brasil registrou 33.884 mortes provocadas pelo coronavírus até agora. Há 612.862 casos confirmados da doença em todo o país

coronavírus na energia

Copasa prorroga pagamento de contas devido à pandemia

A Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) informou que prorrogou os prazos das medidas de auxílio aos clientes, a fim de minimizar os impactos à população devido à pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Licença para gastar

Na crise financeira de 2008, as autoridades dos países desenvolvidos se encontraram diante de um dilema: era certo usar dinheiro público para salvar os bancos que estavam à beira da falência? Se por um lado eles foram os grandes culpados pelo próprio destino, por outro os efeitos colaterais de uma quebradeira no sistema financeiro afetariam […]

Recorde histórico

Em meio à pandemia, poupança tem captação líquida recorde de R$ 37,201 bilhões em maio

Este é o maior volume de depósitos líquidos em um único mês em toda a série histórica do BC, iniciada em janeiro de 1995

Bolsa imparável

Ibovespa sobe pelo quinto dia, desafiando até mesmo o tom mais cauteloso no exterior

O Ibovespa contrariou a tendência global e fechou em alta, aproximando-se do patamar dos 94 mil pontos. O tom mais cauteloso visto lá fora só foi sentido no mercado de câmbio, com o dólar à vista subindo e voltando a R$ 5,13

MP 936

Maia avalia que desoneração de folha evita mais desemprego na crise

Para o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a prorrogação da desoneração da folha de pagamento até o fim de 2021, como proposto no texto da medida provisória 936 aprovada pela Câmara, vai evitar um impacto de R$ 10 bilhões nos custos de mão de obra de 17 setores

Efeito covid

Busca por passagem aérea no Brasil atinge mínima histórica no Google

Diante de pandemia que deixou aéreas sem operação e impôs isolamento, as buscas por passagem aérea no Brasil atingiram o menor nível histórico no Google

Marink Martins: In GOLD we trust

Marink Martins vai apresentar o que se passa na mente dos principais investidores internacionais, condensando a avaliação de quem já esteve a frente da tesouraria de grandes bancos nos EUA e no Brasil.     Sem opções rentáveis na renda fixa, todos querem alternativas seguras. Agora, Marink Martins compartilha exclusivamente com você qual poderá ser a […]

Bruno Bianco

Meta é incluir informais no mercado formal no pós-pandemia, diz secretário

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, afirmou que o governo federal estuda como incluir no mercado formal a população de trabalhadores informais que precisou recorrer ao governo federal para receber o auxílio emergencial de R$ 600

Pré-sal

Com vinda de navios-tanque, Petrobras eleva capacidade de escoamento do pré-sal

A Petrobras recebe na próxima semana a primeira de quatro embarcações previstas para este ano para escoar a produção das plataformas do pré-sal

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu