🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

Vinícius Pinheiro
O melhor do Seu Dinheiro
Vinícius Pinheiro
2019-06-04T19:00:43-03:00
Seu Dinheiro na sua noite

Na padaria do senhor Jerome

4 de junho de 2019
18:42 - atualizado às 19:00
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Senhor Jerome é o gerente de uma padaria que está sempre repleta de clientes. O pãozinho vendido lá está longe de ser o mais apetitoso e o atendimento nem sempre é dos melhores. Mas os preços baixos e a garantia de procedência fazem a fama do lugar.

Quando percebeu que a clientela estava satisfeita, o senhor Jerome começou a reajustar o valor do pãozinho. Mas a coisa degringolou no fim do ano passado, quando o gerente disse que poderiam vir novos aumentos. Os clientes só se acalmaram quando ele veio a público dizer que não elevaria mais os preços.

A situação na padaria voltou a ficar tranquila nos últimos meses, até que recentemente o senhor Donald, o dono do lugar, resolveu comprar briga com os outros comerciantes, inclusive o poderoso chinês da pastelaria do outro lado da rua.

Jerome Powell, o presidente do Banco Central dos Estados Unidos, é o gerente da padaria e responsável por definir o preço do pãozinho, ou seja, das taxas de juros no país.

Ele voltou à cena hoje para dizer que o Fed está pronto para agir e evitar que a economia seja afetada pela disputa entre EUA e China.

Como todos os outros mercados, inclusive o nosso, são de alguma forma dependentes da padaria americana, a possibilidade de redução no preço dos pãezinhos – quer dizer, das taxas de juros – animou os investidores.

O maior impacto veio no dólar, que teve mais um dia de queda firme e encerrou o dia no patamar de R$ 3,85. O Ibovespa oscilou bastante, mas fechou em alta e agora está a 2.620 pontos dos 100 mil. O Victor Aguiar traz para você como foi a reação da clientela à fala do “gerente” Jerome.

jerome powell padeiro

No avião do senhor Roberto

Se o Fed está todo assanhado, flertando com o corte de juros nos Estados Unidos, na nossa padaria o bom e velho Banco Central mantém a convicção de que não é hora de reduzir as taxas. O presidente do BC, Roberto Campos Neto, voltou a deixar clara a intenção de manter a Selic em 6,5% ao ano. Aliás, ele usou outra metáfora para se referir à situação da economia. Conheça o plano de voo do presidente do BC nesta matéria do Edu Campos.

Fiquei só

O que era quase certo virou nevoeiro. A Braskem levou uma chacoalhada hoje depois que a holandesa LyondellBasell anunciou que desistiu de comprar uma fatia da empresa. Vale lembrar que as negociações com a Odebrecht (dona da fatia à venda) já não andavam lá às mil maravilhas, e agora a Braskem deve voltar à prateleira. Isso se as ações que pertencem à Odebrecht não forem usadas antes para honrar as garantias de dívidas de outras empresas do grupo. No mercado, as ações da petroquímica que também tem a Petrobras como sócia despencaram mais de 17%. Saiba mais sobre esse caso com a Jasmine Olga.

Com que letra eu vou?

O Nubank resolveu trazer mais letrinhas para a sopa do mercado. A empresa anunciou que vai começar a oferecer o RDB como alternativa de aplicação financeira dentro da NuConta. Aí você me pergunta: não seria CDB? Não, eu não digitei errado. Se você não faz ideia do que esse investimento significa, não se preocupe porque muita gente no mercado também não. Por isso a Julia Wiltgen preparou esta reportagem falando tudo o que você precisa saber sobre esse tal de RDB.

E o almoço vai para…

Você pagaria US$ 4,5 milhões (R$ 17,3 milhões) para almoçar com o megainvestidor Warren Buffett? A Marina Gazzoni comentou com você na newsletter de ontem que esse foi o valor desembolsado pelo vencedor no leilão que é feito anualmente e cujo dinheiro será destinado à caridade. Mas a grande pergunta é: quem venceu essa disputa? Dois dias depois do resultado, o ganhador do leilão deu as caras na internet, e Warren Buffett provavelmente não gostar muito da companhia...

Prepare-se para a queda

Sem muitas delongas, o nosso colunista Fausto Botelho resolveu trazer um alerta importante para você. No vídeo de hoje, ele vai analisar os gráficos de quatro dos ativos mais negociados no mundo: petróleo, ouro, dólar e T-bills (os títulos americanos). Pelo desempenho desses quatro aí, ele projeta um futuro não tão promissor para o índice S&P 500, um dos principais da bolsa de Nova York. Confira os detalhes no vídeo do Fausto.

Este artigo foi publicado primeiramente no "Seu Dinheiro na sua noite", a newsletter diária do Seu Dinheiro. Para receber esse conteúdo no seu e-mail, cadastre-se gratuitamente neste link.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

ROTA DO BILHÃO

Warren Buffett: Como o megainvestidor acumulou uma fortuna de US$ 95 bilhões e se tornou o sexto homem mais rico do mundo

Aos 11 anos, Buffett fez seu primeiro investimento na bolsa de valores; CEO da Berkshire Hathaway, construiu riqueza com alocações a longo prazo e baixo risco

TRILHAS DE CARREIRA

Orgulho LGBTQIAP+ e carreira: três passos para a sua afirmação profissional

Sendo parte da comunidade LGBTQIAP+, sinto o dever de falar sobre carreira para todos os que, de alguma forma, não conseguem se ver representados no ambiente de trabalho

Fraqueza nos números

Entrega de veículos da Tesla (TSLA34) recua no segundo trimestre e vem abaixo da expectativa do mercado

Apesar do crescimento das vendas na comparação anual, houve uma queda em relação ao trimestre anterior

Mais uma vítima

Após tomar calote do 3AC, exchange Voyager Digital suspende saques, depósitos e negociações de clientes

Corretora de criptomoedas tomou calote de mais de US$ 670 milhões, mas, apesar de ter tomado empréstimos, precisou paralisar atividades

Bancões na área

Vão sobrar uns cinco ou dez bancos digitais, e o Next está entre eles, diz CEO do banco digital do Bradesco

Renato Ejnisman diz ainda que Next visa a mais aquisições e pensa ainda em internacionalização

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies