💸 Você pode receber R$ 120 para investir; veja como solicitar o depósito aqui

Cotações por TradingView
2019-04-25T17:55:24-03:00
Estadão Conteúdo
E aí, Jair?

Governadores reclamam de “falta de ação” do governo federal e preparam demandas

Entre as queixas também estavam o não andamento de outras pautas que interessam aos Estados, além da reforma da Previdência

23 de abril de 2019
15:36 - atualizado às 17:55
Presidente Jair Bolsonaro
Presidente Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/PR

Governadores se queixaram nesta terça-feira, 23, do governo federal por não ter enviado ainda o Plano de Reequilíbrio Financeiro, chamado de "Plano Mansueto", ao Congresso Nacional. O pacote pretende oferecer aval do Tesouro Nacional a empréstimos dos Estados em troca de ajustes nas contas.

Também houve reclamações sobre o não andamento de outras pautas que interessam aos Estados, além da reforma da Previdência. "Tudo que o ministro Paulo Guedes tem falado, além da reforma da Previdência, ainda por escrito não foi apresentado. Então nós precisamos agora partir para a ação, parar de falar e agir", disse o governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), após uma reunião com representantes de mais 23 Estados em Brasília.

A cobrança já havia sido feito pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), que afirmou já ter feito ajustes fiscais à espera de um socorro financeiro da União. "Já fiz a tarefa de casa e até agora sequer o projeto foi encaminhado para o Congresso. Esperávamos que essa matéria já tivesse sido levada desde o início do mês de abril", afirmou.

Demandas

Nos próximos dias 8 e 9, os governadores vão apresentar um pacote de demandas para o Congresso e para o Supremo Tribunal Federal (STF). Além disso, tentam uma audiência com o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

Entre as demandas, além do chamado "Plano Mansueto", estão uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para aumentar a participação da União no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), uma solução para a compensação de recursos previstos pela Lei Kandir, a aprovação do projeto que permite a securitização da dívida ativa e a antecipação de recursos da cessão onerosa - medida prometida por Guedes.

O governador do Rio também citou a intenção de apresentar uma proposta de emenda à Constituição para permitir que governos estaduais abram processos de concessão de portos, aeroportos, rodovias e ferrovias que pertencem à União. Com o Supremo, o gestor fluminense cobrou uma solução para as decisões judiciais que obrigam Estados e aumentaram gastos.

"Hoje há um ativismo judicial em várias questões de Estado que impactam o orçamento, inclusive com relação a concursos públicos determinados pela Justiça", exemplificou, alegando que o governo do Rio acumulou, desde o início do ano, gastos extras na ordem de R$ 3 bilhões após decisões judiciais.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NO RASTRO DA FALÊNCIA

Balanço da Alameda revelado: investimentos de altíssimo risco em criptomoedas e inconsistências mostram bastidores da falência da FTX

6 de dezembro de 2022 - 16:28

Conhecer essas informações pode auxiliar os órgãos fiscalizadores a evitar novas fraudes no setor de criptomoedas

CONCURSO PÚBLICO

Receita Federal lança edital para concurso, com salários de até R$ 21 mil; saiba como participar do processo seletivo

6 de dezembro de 2022 - 16:18

Ao todo, são 699 vagas para os cargos de auditor fiscal e analista tributário; as inscrições abrem em 12 de dezembro

Mudança a caminho

CVM prepara novas regras para fundos, e pessoa física terá acesso a investimentos hoje restritos a milionários; veja o que muda

6 de dezembro de 2022 - 15:39

Segundo a Anbima, revisão da regulação dos fundos de investimento será divulgada até o fim deste ano; saiba como as mudanças afetam os cotistas

GESTÃO PASSIVA

Um fundo imobiliário de uma classe ameaçada de extinção no mercado é o mais rentável de 2022; veja qual é nome do FII que já anotou ganhos de quase 35% no ano

6 de dezembro de 2022 - 15:12

O fundo em questão é de gestão passiva, característica que perdeu espaço na indpustria com a popularização do modelo ativo

REAVALIAÇÃO ANUAL

Valor justo dos imóveis do fundo imobiliário HGPO11 sobe quase 12%; empreendimentos são alvo de processo de venda polêmico

6 de dezembro de 2022 - 14:37

A última proposta pelos ativos foi de R$ 470,28 milhões, apenas 0,8% superior à anterior e abaixo do preço mínimo estabelecido em assembleia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies