Menu
2019-06-21T13:04:26-03:00
Tudo que é meu é seu

Bolsonaro diz a deputados: “o Parlamento é meu e a Presidência é de vocês”

Fala foi feita durante a segunda visita do presidente ao Congresso Nacional em menos de duas semanas

4 de junho de 2019
16:02 - atualizado às 13:04
Jair Bolsonaro e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia
Vinda de Bolsonaro à Câmara é mais um gesto de aproximação que o Planalto - Imagem: Carolina Antunes/Presidência da República

Ao entregar ao Congresso a proposta que modifica o Código de Trânsito, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez um aceno a deputados presentes. Diante do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente afirmou: "o Parlamento é meu e a Presidência é de vocês".

É a segunda vez em menos de duas semanas que Bolsonaro vai ao Legislativo. Na semana passada, o presidente atravessou a pé a pista que separa o Palácio do Planalto e o Congresso para participar de uma homenagem ao humorista Carlos Alberto da Nóbrega.

Na ocasião, Maia ficou irritado por não ter sido avisado. Desta vez, o presidente da Câmara chegou bem-humorado avisando à imprensa que "estava feliz". O compromisso constava da agenda oficial dos dois desde a noite de segunda.

A vinda de Bolsonaro à Câmara é mais um gesto de aproximação que o Planalto tem emitido aos deputados. Na semana passada, Bolsonaro, Maia e os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, discutiram a assinatura de um pacto entre os Poderes.

Bolsonaro não ficou mais do que 30 minutos na Câmara dos Deputados. O presidente chegou de carro e entrou pela saída de emergência localizada próxima a chapelaria. "Eu fiquei aqui 28 anos e tenho momentos muito felizes aqui dentro. E estar ao lado de vocês nos fortalece e (também) nossa democracia", disse aos parlamentares.

"Obviamente, estamos vindo aqui para apresentar um projeto e também para conversar um pouco com Rodrigo Maia, nosso presidente. Um projeto que já conversei com ele no passado de nossa intenção e, algumas ideias, vieram do próprio Rodrigo Maia. Mas, em grande parte, pegamos ideias de projetos que tramitavam em nossa Casa e mexe com todo mundo", disse o presidente.

O projeto de lei que altera o Código de Trânsito prevê, entre outras mudanças, a que dobra o número de pontos para a suspensão da carteira de motorista de 20 para 40, e a que duplica a validade do documento, passando para dez anos.

Bolsonaro pede ao Congresso também alteração na estrutura do CONTRAN, dando poderes ao órgão para uniformizar a interpretação e os procedimentos quanto à legislação de trânsito. E determina que o Denatran centraliza a emissão de documentos digitais.

"O projeto tem a ver com a nossa economia. Aos que têm reclamado, eu tenho falado: 'procure um taxista, procure um motorista de ônibus, motorista de caminhão, (procurem) quem vive no trânsito. Muito rapidamente, (esse motorista) perde não é só a carteira (de motorista), perde a sua carteira de trabalho, na verdade", afirmou.

No final, Bolsonaro criticou o que chamou de excesso de leis no País: "Quanto mais lei tem um País, eu acho que não é sinal que está indo no caminho certo não. Quanto menos lei, (significa que) o povo está mais consciente de seus deveres", disse.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Negócio em aberto

Bayer concorda com nova revisão sobre aquisição da Monsanto

Empresa vai permitir que um especialista independente revise suas regras e examine os seus principais negócios

Enchentes

Chuvas de fevereiro dão prejuízo de R$ 203 milhões ao comércio do sudeste, diz CNC

Mais da metade do rombo foi concentrado no Estado de São Paulo

Não vai dar

Facebook e Microsoft cancelam participação em eventos por temor com coronavírus

Sony, Electronic Arts e Unity Technologies também já tinham informado que não participariam de conferência

Embraer monitorada

S&P mantém rating BBB da Embraer em observação para eventual rebaixamento

Avaliação reflete a aprovação ainda pendente da Comissão Europeia sobre o acordo entre a empresa brasileira e a Boeing, diz agência

Cartas sobre a mesa

Petrobras e FUP negociam no TST empregos da fábrica de fertilizantes do PR

Estatal anunciou o fechamento da Ansa no dia 14 de janeiro e o início das demissões a partir do dia 14 deste mês

De volta à pauta

Deputados apresentam projeto de Lei para manter emissão da carteirinha digital

Medida Provisória assinada pelo governo e que tratava sobre o tema digital perdeu a validade

Para conter o dólar

BC tem perda de R$ 4,539 bilhões com swap cambial em fevereiro até dia 21

Autoridade monetária registrou prejuízo de R$ 7,615 bilhões com sua posição em swap cambial em janeiro

Em alta

Brasil tem quarta gasolina mais cara da América do Sul, mostra ranking

Preço da gasolina brasileira só não é mais cara que do Uruguai, do Peru e do Chile

De casa nova

Datena vai se filiar ao quarto partido e mantém dúvida sobre candidatura em 2020

Ideia é fazer um ato discreto de filiação na liderança do MDB na Câmara

No azul

Balança comercial tem superávit de US$ 520 milhões na 3ª semana de fevereiro

No mês, saldo é positivo em US$ 1,105 bilhão até o dia 23, 64,5% menor do que o registrado em todo o mês de fevereiro do ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements