Menu
Marina Gazzoni
O melhor do Seu Dinheiro
Marina Gazzoni
2019-07-11T10:22:52-03:00
Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

Convite: festa na avenida Faria Lima

Veja os destaques do Seu Dinheiro nesta manhã

11 de julho de 2019
10:22
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Desde o início do ano o mercado está esperando por este momento: o plenário da Câmara aprovou ontem à noite a reforma da Previdência. Poderia ter sido antes, nos primeiros 100 dias do novo governo, mas o importante é que passou. Os investidores já estão em festa desde que Rodrigo Maia deu sinais de que iria votar a reforma em dois turnos na Câmara antes do recesso parlamentar de julho.

A aprovação da reforma já era esperada, mas o placar surpreendeu positivamente: 379 votos favoráveis, bem acima dos 308 necessários e até mesmo da "contagem" que rolava por aí e apontava para algo entre 320 e 340 votos.

Os próprios deputados não estavam tão otimistas. Ninguém acertou o placar no bolão improvisado feito por parlamentares do DEM e pela líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann. O maior lance foi 367, com 12 votos abaixo do resultado oficial.

As bolsas já estão surfando na maré alta da Previdência há dias. Ontem, o Ibovespa renovou o seu recorde pela terceira vez seguida, encerrando o dia com alta de 1,23%, aos 105.817 pontos. O dólar fechou a sessão com queda de 0,77%, a R$ 3,7568.

Quem tem amigos no mercado financeiro certamente já recebeu memes e piadinhas nos grupos de Whatsapp sobre estagiários bêbados em algum happy hour animado.

Com o placar positivo da reforma e o cenário favorável no exterior diante de uma expectativa de que o Federal Reserve poderá segurar os juros americanos, a bolsa pode ter novo dia de alta hoje. Na Ásia, as sessões encerraram no positivo. Os índices futuros em Nova York sinalizam alta, seguido pela Europa. Consulte a Bula do Mercado para saber o que esperar de bolsa e dólar hoje.

Em Brasília, as discussões sobre a reforma da Previdência seguem. O grito de “já ganhou” foi dado, mas ainda tem jogo pela frente. Falta ainda votar o texto em segundo turno na Câmara e no Senado. Se os senadores decidirem mudar o texto, ele terá de voltar para a Câmara.

Rodrigo Maia e seus aliados são considerados os grandes vencedores da articulação em torno da Previdência. Agora o mercado deve olhar para os próximos eventos do “calendário Maia”. Ele esteve ontem na instalação da comissão especial da reforma tributária, outro tema complexo que está na agenda do líder da Câmara e precisará de um entendimento entre Executivo e Legislativo.

Premium: o que ainda está barato na bolsa?

Com a bolsa batendo sucessivos recordes, você certamente se pergunta se ainda existe um ativo barato na prateleira. Eu desafiei o colunista Alexandre Mastrocinque a garimpar as oportunidades da bolsa e te indicar um trade por mês. Sabe aquela pechincha que o mercado ainda não descobriu?

Pois bem. O Alê aceitou o desafio e apresenta hoje aos leitores do Seu Dinheiro o seu primeiro “achado”. Ele usou três métodos diferentes para avaliar o potencial de valorização desse papel e todos indicam que ele está MUITO barato.

indicação está disponível neste link na área Premium do Seu Dinheiro. Para acessar esse conteúdo DE GRAÇA, você só precisa fazer o cadastro aqui e indicar esta newsletter para cinco amigos. Assim que eles aceitarem, o seu acesso será liberado. Corre lá!

Menos Estado, mais privado

A agenda liberal segue também em outras frentes. Após a Caixa fazer uma oferta de ações para se desfazer de papéis da Petrobras e o Banco do Brasil vender na bolsa suas ações da Neoenergia, agora é a vez do IRB Brasil. O ressegurador confirmou que a União e o Banco do Brasil farão uma oferta de ações para vender até mesmo toda a sua fatia na empresa. Era um movimento esperado, mas que só foi possível por conta de uma mudança regulatória que permitiu que resseguradoras de capital aberto tivessem controle pulverizado. Confira os detalhes.

Não foi como se esperava...

Falando ainda de bull market, mas mudando de assunto de bolsa para criptomoedas, algo não saiu como o esperado. No último ciclo de alta do bitcoin, as outras criptomoedas (ou altcoins, como são conhecidas) acompanharam a escalada. Hoje, se você analisar as top 10 moedas alternativas por tamanho, apenas a litecoin e a binance coin se valorizaram acima do bitcoin desta vez. O André Franco comenta o que mudou neste texto.

 

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

manifestações americanas

Trump ameaça usar militares para conter atos contra racismo

EUA registraram ontem o sétimo dia seguido de manifestações antirracistas, após a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco

mundo pós-covid

Não podemos entrar em briga tola contra a globalização, diz Mansueto

Secretário do Tesouro afirmou que o Brasil precisa expandir a presença no mercado internacional e aumentar tanto as exportações quanto as importações

R$ 4 bi a mais

CMN amplia limite para contratação de operações de crédito sem garantia da União

Ministério da Economia afirma que os novos limites entram em vigor a partir desta segunda-feira, 1º

mudança histórica

Opportunity vai transformar Hotel Glória em residências de luxo

Inaugurado em 1922 para ser o primeiro cinco estrelas do Brasil, o Glória, em quase um século de existência, foi prestigiado por 19 chefes de Estado, além de artistas e políticos do mundo todo

Ações do mês

Vale, Magazine Luiza, Petrobras e JBS: como se comportaram as principais indicações das corretoras em maio?

As ações mais indicadas pelas corretoras tinham um perfil comum: resiliência e capacidade de adaptação. Elas foram muito testadas durante os últimos 30 dias, mas passaram com louvor

CAÇADOR DE ASSIMETRIAS

Direto ao ponto: comprar ou não comprar dólar?

A verdade é que ninguém sabe se o dólar vai cair, subir, andar de lado, dar cambalhota ou mortal carpado. Diante disso, quando me perguntam “comprar ou não comprar dólar”; eu devolvo com um segunda questionamento: “depende, você já tem dólar?”

Decisão em plenário

Toffoli marca julgamento sobre inquérito das fake news para semana que vem

O presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli, marcou para a próxima quarta, 10, o julgamento sobre a continuidade ou não das apurações do inquérito das fake news

Ministério atualiza dados

Brasil chega a 526,4 mil casos e 29,9 mil mortes por coronavírus

Até o momento, 211.080 pacientes estão recuperados da doença

seu dinheiro na sua noite

O mundo em ebulição

Caro leitor, Não bastasse uma pandemia mundial que paralisou a economia, tensões políticas no Brasil e o retorno da troca de farpas entre Estados Unidos e China, temos assistido também, nos últimos dias, a intensos protestos nos EUA contra o racismo. No último fim de semana, às já habituais manifestações em apoio ao governo aqui […]

Cresceu 3,7% em 2019

Vendas de festa junina nos supermercados devem crescer 0,6% em SP, diz associação

A perspectiva do avanço de vendas em supermercados é bem menor do que a registrada no ano passado, um crescimento de 3,7%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu