Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-08-23T09:16:20-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
crise na amazônia

Amazônia ganha destaque global e Macron fala em discutir assunto no G-7

Repercussão das queimadas têm escalada após mensagem do presidente da França; governo e parlamento anunciam medidas

23 de agosto de 2019
8:07 - atualizado às 9:16
Emmanuel Macron
"Nossa casa está queimando. Literalmente", escreveu o presidente da França no Twitter. Imagem: Shutterstock

As queimadas na Amazônia ganharam repercussão internacional nesta quinta-feira, 22, após o presidente da França Emmanuel Macron dizer que o assunto precisa estar no topo da agenda da reunião do grupo das sete maiores economias do mundo (G-7) deste fim de semana.

O assunto também foi amplamente debatido por personalidades políticas e celebridades dos esportes e das artes. Hoje, é assunto principal em, entre outros veículos, o site de notícias BBC. "Nossa casa está queimando. Literalmente", escreveu Macron no Twitter.

"A Floresta Amazônica - o pulmão do nosso planeta, que produz 20% do oxigênio do nosso planeta - está em chamas. É uma crise internacional. Membros do G7, vamos discutir essa emergência de primeira ordem daqui a dois dias", escreveu o presidente da França em duas publicações seguidas, em francês e inglês.

De 1º de janeiro até essa terça-feira, 20, foram contabilizados 74.155 focos, alta de 84% ante o mesmo período de 2018, segundo o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Um pouco mais da metade (52,6%) desses focos têm ocorrido na Amazônia.

"Em meio a uma crise climática internacional, não podemos permitir que se produzam mais danos em uma importante fonte de diversidade e oxigênio", escreveu o secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres no Twitter.

Retórica

O governo federal determinou que todos os ministros adotem medidas necessárias para o levantamento e o combate a focos de incêndio na região da Amazônia. A decisão está publicada em edição extra do Diário Oficial da União (DOU).

Porém, em transmissão nas redes sociais nesta quinta, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) fez uma crítica indireta ao presidente da França por fala sobre incêndios na Amazônia. Sem citar Macron, Bolsonaro classificou a declaração como uma "desfaçatez".

No Twitter, Bolsonaro disse que a sugestão do presidente francês "evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI". Bolsonaro disse lamentar que Macron busque "instrumentalizar" o assunto do Brasil e de outros países amazônicos para "ganhos políticos pessoais".

Já o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse em seu perfil pessoal no Twitter que a Casa vai criar uma comissão externa para acompanhar o problema das queimadas que atingem a Amazônia.
Além disso, o parlamentar informou que vai realizar uma comissão geral nos próximos dias para avaliar a situação e propor soluções ao governo.
*Com Estadão Conteúdo 
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

fique por dentro

Selic hoje está em 5,25%; entenda a alta dos juros em 5 pontos

Banco Central está subindo a taxa básica de juros a quatro reuniões; a autoridade monetária já contratou mais um ajuste; entenda as razões e como ela afeta sua vida

Privatização dos correios

Câmara dá início à sessão que discute privatização dos Correios; acompanhe

A venda da estatal está prevista no Projeto de Lei 591/21, do Poder Executivo; a proposta permite a transformação dos Correios em empresa de economia mista

Alta (segura) dos papéis

Parceria com o Grupo Caoa faz ações da seguradora Wiz (WIZS3) subirem mais de 5%; confira detalhes do acordo

A empresa celebrou uma parceria comercial contratual com prazo de vigência de 12 meses com a Caoa Corretora de Seguros, por meio de sua controlada Wiz Conseg

Primeiro dia

Ação da Raízen (RAIZ4) estreia na bolsa em alta de mais de 1%

Pouco depois da abertura, porém, papel retornou para a faixa de preço do IPO; maior abertura de capital do ano na B3 movimentou R$ 6,9 bilhões

Depois dos resultados, a bonança

Opções de Petrobras disparam até 540% em 1 dia com lucro e dividendo bilionários

O lucro acima do esperado pelo mercado no segundo trimestre deste ano e a antecipação de R$ 31,6 bilhões em dividendos animaram a bolsa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies