Menu
2019-06-12T17:29:20-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Não muda nada

Governo ainda defende economia de mais de R$ 1 trilhão na reforma da Previdência, segundo líder na Câmara

Perguntado sobre a possibilidade de retirar a capitalização do projeto, Victor Hugo disse que isso “não impacta em nada”, porque o que consta na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) é uma chamada para permitir a discussão desse modelo futuramente. 

12 de junho de 2019
17:29
Major Vitor Hugo
Major Vitor Hugo - Imagem: Michel Jesus/Câmara dos Deputados

Ao longo da tarde, tivemos notícias falando que a economia estimada com a reforma poderia cair para R$ 800 bilhões, ante os R$ 1,2 trilhão previstos inicialmente. Mas o líder do governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo, negou. Ele afirmou hoje (12) que o governo continua buscando uma economia de mais de R$ 1 trilhão em dez anos, com a reforma da Previdência.

Vitor Hugo falou, após reunião com o ministro da Economia, Paulo Guedes, e outros deputados do PSL que aconteceu no Ministério da Economia.

Perguntado sobre a possibilidade de retirar a capitalização do projeto, Victor Hugo disse que isso "não impacta em nada", porque o que consta na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) é uma chamada para permitir a discussão desse modelo futuramente.

Segundo o líder do governo na Câmara, o regime de capitalização deve ser enviado posteriormente como projeto de lei ou nova PEC.

Com relação aos Estados e municípios, o líder disse que a ausência na reforma não muda em nada a economia pretendida pelo governo. Segundo ele, vivemos em uma federação e é importante que haja discussões de diferentes níveis de governo.

Victor Hugo também manifestou expectativa com a aprovação do projeto citando sinais de deputados, especialistas e da sociedade. O deputado citou as manifestações que aconteceram em 26 de maio.

Perguntado sobre os votos, o parlamentar disse que é prematuro pensar em contagem de votos porque o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) ainda não foi formalmente apresentado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

TIM Brasil poderá emitir até R$ 5,7 bilhões em debêntures incentivadas

O projeto da operadora para melhorias nas redes fixas e móveis de 21 unidades da federação entrou na lista de autorizações do Ministério das Comunicações

quem vai levar?

Tem ação fresquinha vindo aí, minha amiga, com o IPO da Hortifruti Natural da Terra

Com tese de investimento sendo que ela é o melhor do supermercado e da feira, companhia busca recursos para expandir operações

Ligando na tomada

Renault traz a nova geração de carros elétricos ao Brasil — e Weg e EDP garantem a recarga

A Renault firmou parceria com EDP e WEG para o fornecimento de infraestrutura do novo Zoe, veículo 100% elétrico da montadora francesa

Estreia na segunda

Hashdex capta mais de R$ 615 milhões para o primeiro ETF de criptomoeda

O ETF replicará um índice desenvolvido pela Nasdaq com a própria gestora Hashdex e estreia na bolsa brasileira na seugnda-feira (26)

novata na b3

Grupo GPS aceita desconto e arrecada R$ 2,5 bilhões em IPO; conheça mais a empresa

Prestadora de serviços de limpeza e segurança encara mesmas dificuldades que outras empresas para listar ações na bolsa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies