Menu
2019-06-11T13:26:27-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
em busca de consenso

Doria diz que nenhum governador se mostrou contra Estados e municípios na reforma

Governador de São Paulo participou de um encontro que reuniu 25 governadores; ele disse que o PSDB deve fechar questão pela aprovação da reforma

11 de junho de 2019
13:21 - atualizado às 13:26
João Doria
Governador de São Paulo participou de um encontro que reuniu 25 governadores; ele disse que o PSDB deve fechar questão pela aprovação da reforma. - Imagem: Flávio Corvello/Estadão Conteúdo

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse nesta terça-feira, 11, que nenhum governador se mostrou contra Estados e municípios na reforma da Previdência. Ele se referia ao grupo de políticos que se reuniram nesta terça-feira em Brasília.

Segundo ele, o PSDB deve fechar questão pela aprovação da reforma. "O relator também se mostrou sensível aos pontos apresentados pelos governadores, como a exclusão das alterações nas regras do Benefício de Prestação Continuada (BPC), das mudanças para aposentadorias rurais, da capitalização e da desconstitucionalização de parâmetros da Previdência", afirmou.

Doria participou de um encontro que reuniu 25 governadores, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), o relator da proposta de reforma da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP) e o presidente da comissão especial da reforma, Marcelo Ramos (PL-AM).

Segundo o governador de São Paulo, os governadores também levantaram pontos sobre as polícias militares e o magistério, incluindo o debate sobre a idade de aposentadoria das professoras. "O relator afirmou que é possível analisar estes pontos", afirmou.

"Queremos transmitir a positividade dessa reunião em votos, não adianta ser favorável se não conseguir transformar isso em votos. Hoje o PSDB vai se reunir com o objetivo de fechar questão pela aprovação da reforma da Previdência. É a primeira vez em 30 anos que o PSDB propõe fechar questão em torno de uma proposta", completou Doria.

Para governador do DF, ideia é transição suave

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), também opinou sobre a reforma. Ele disse que o relator da Previdência, Samuel Moreira (PSDB-SP), deve analisar uma forma de transição mais suave para as professoras que estão na ativa.

Segundo Ibaneis, a idade de aposentadoria de policiais militares, agentes penitenciários e bombeiros poderá ser aumentada. "A proposta dos governadores é eliminar privilégios, hoje temos policiais que se aposentam antes dos 50 anos", afirmou, após reunião do Fórum dos Governadores.

Para ele, não adianta fazer uma reforma que não tenha efeito sobre a Previdência dos Estados. "As condicionantes colocadas pelos governadores são muito importantes para manter benefícios para quem mais precisa e para manter a recuperação fiscal necessária", afirmou.

Ibaneis disse ainda ser possível que o MDB feche questão pela aprovação da reforma da Previdência, desde que os pontos apresentados sejam atendidos por Moreira. "O relator chegou na reunião dizendo que veio para estabelecer o consenso", concluiu.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

O melhor do seu dinheiro

MAIS LIDAS: Cogna, o trade da moda, virou pó

Um trade da moda chamou a atenção recentemente: as opções de compra (call) de Cogna, a antiga Kroton. O papel atraiu diversas pessoas físicas e movimentou as discussões nas redes sociais. Para quem não está familiarizado com investimento em opções, basicamente a ideia neste caso era pagar um valor para ter o direito de compra […]

Popularidade em alta

Para 47%, Bolsonaro não tem nenhuma culpa por mortes relacionadas à Covid-19

Quase metade dos brasileiros, 47%, considera que o presidente Jair Bolsonaro não tem culpa pelos óbitos relacionados à Covid-19 no Brasil, segundo pesquisa Datafolha divulgada neste sábado, 15, pelo jornal Folha de S. Paulo. Os que acham que Bolsonaro tem responsabilidade somam 52%. A pesquisa foi feita por telefone com 2.065 brasileiros adultos que têm […]

Popularidade recorde

Eurasia aponta que chances de impeachment de Bolsonaro caem para 10%

Melhora na popularidade do presidente Jair Bolsonaro reduz as chances, que já eram remotas, de um impeachment, segundo avaliação da consultoria de risco político.

Contaminação

Setor vê jogada comercial da China em notícia sobre frango com Covid-19

Embora a China não deva anunciar embargo à carne do Brasil, a divulgação já prejudicou o produto nacional. Segundo fontes, podem haver motivos políticos e comerciais envolvidos.

MEDO DE PERDER DINHEIRO FAZ BEM

As vantagens de ser um investidor covarde

Você tem que ter medo. O excesso de confiança é muito perigoso. O Bobby Axelrod fala isso em um episódio do Billions: ‘eu sinto o gosto do medo na garganta, eu não quero ficar pobre

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements