Menu
2020-09-23T15:46:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
DURAS CRÍTICAS

Para Doria, saída de investidores do Brasil ocorre por questões ambientais e negacionismo

Governador de SP não citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro, criticado por discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas

23 de setembro de 2020
15:46
João Doria
Imagem: Shutterstock

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (23) que a saída de investidores do Brasil acontece por conta das "questões ambientais e do negacionismo". Segundo o Broadcast, desde 2015, a participação dos estrangeiros nos títulos de dívida pública caiu de 20,8% para 9%.

"Parte da queda desses investimentos é a falta de cuidado e de atenção com as questões ambientais e infelizmente também com as questões relativas à saúde e à proteção de uma nação contra a covid-19", disse.

Segundo informou hoje o Banco Central (BC), os Investimentos Diretos no País (IDP) somaram US$ 1,430 bilhão em agosto.

Doria não citou nominalmente o presidente Jair Bolsonaro, que tem recebido críticas após discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas, na terça-feira (22).

No discurso, Bolsonaro afirmou que os incêndios no Pantanal e na Amazônia são causados por "caboclos e índios" e usados em uma "brutal campanha de desinformação" com o objetivo de atacar o governo.

"O vírus [covid-19] não foi embora, não tirou férias e nunca foi um resfriadozinho. Como nunca foram também caboclos e índios os responsáveis pelo desastre ambiental que estamos vendo na Amazônia brasileira", completou o governador paulista

Em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, Doria afirmou que "nenhum dirigente público convencerá jornalistas, meios de comunicação e a opinião pública com falácias, sofismas, desinformação, negacionismo, fake news ou mentiras".

*Com informações de Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Tesoura afiada

Bradesco planeja fechar 1.100 agências até o fim deste ano

Banco encerrou 683 agências entre janeiro e setembro e encerrou o terceiro trimestre com uma rede de 3.795 agências e 5.384 pontos de atendimento

BONS NÚMEROS

PIB dos EUA avança à taxa anualizada de 33,1% no 3º tri, segundo primeira leitura

Resultado superou mediana das estimativas e demonstra que país se recuperou da queda de 31,4% do segundo trimestre

COMPETIÇÃO ACIRRADA

Stone aumenta parcela em dinheiro e retira multa para fechar compra da Linx

Parte em dinheiro da oferta foi aumentada em R$ 0,50 por ação, elevando a parcela em R$ 89,5 milhões

TECNOLOGIA

Via Varejo adquire startup para desenvolver marketplace

Empresa informa que compra da I9XP é parte da estratégia de aceleração da transformação digital

esquenta dos mercados

Mercado busca recuperação tímida após dia sangrento e bateria de divulgações

Investidores devem repercutir balanços e decisão do Copom, enquanto monitoram situação fiscal, do coronavírus no exterior e a tensão provocada pela proximidade das eleições americanas.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies