Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-04-17T19:33:04-03:00
Estadão Conteúdo
Estratégia de negócios

Petrobras deverá continuar acionista relevante na BR Distribuidora, diz diretor

Atualmente a estatal possui 71% da companhia de distribuição de combustíveis, mas o porcentual deve ser reduzido para abaixo dos 50% após privatizações

17 de abril de 2019
19:33
BR distribuidora
BR distribuidora - Imagem: Divulgação

O diretor Financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras, Rafael Grisolia, afirmou que, após a conclusão do processo de privatização da BR Distribuidora, a Petrobras continuará sendo um importante acionista da empresa.

Hoje, a estatal tem 71% da BR, porcentual que deve ser reduzido para abaixo dos 50%. "Provavelmente a Petrobras sempre continuará sendo um acionista relevante", disse, em entrevista com jornalistas após evento promovido pela Fitch, em São Paulo.

O executivo afirmou que o processo ainda está sob aprovação, mas que "muito provavelmente a gente vai reduzir para abaixo de 50%", disse. Questionado sobre como seria o controle da companhia depois disso, disse que ainda está em definição e que a empresa fará anúncios específicos.

Durante palestra, o executivo afirmou que uma menor participação na BR daria mais agilidade para a empresa para enfrentar seus próprios desafios, que vão além do setor de petróleo e englobam questões como lojas de conveniência, entre outros pontos. "Acho que uma redução da nossa participação no capital da empresa vai ser importante para criar elementos de agilidade para criação de valor", disse.

Refino

Ao falar sobre o processo de desinvestimentos, o executivo reiterou a intenção de aprimorar o processo de vendas na área de refino. "A gente vai redesenhar para ficar mais competitivo. Criar mais valor ao acionista", disse.

No ano passado, a empresa anunciou um plano para desinvestir no segmento de refino, em que parte dos ativos poderia ser vendida.

Em conferências recentes, entretanto, executivos da estatal afirmaram que a ideia é vender até 100% de alguns ativos de refino, não apenas uma fatia deles.

Na palestra, o executivo reiterou também o momento favorável da empresa, em que ela poderá focar no pré-sal.

"A gente está com capacidade de explorar o pré-sal de fato. Com uma tecnologia com um nível de uma Shell, de uma Exxon. É um momento fantástico", disse, destacando que a petroleira será cada vez mais focada na disciplina ao alocar os investimentos.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies